Avançar para o conteúdo principal

VIANA | Antigo Edifício da Quimigal vai conhecer um novo destino


No seu lugar vão ser construídos 22 apartamentos de luxo, num edifício composto por cave, rés do chão e dois andares.
Ainda no passado dia 21 de fevereiro tinha referido (ver AQUI) a situação em que se encontrava este antigo armazém, em pleno coração da cidade.

 “Edifício em Viana do Castelo devoluto há 30 anos vai ser habitação de luxo 
O antigo armazém da Quimigal Adubos, um edifício devoluto e abandonado há mais de três décadas na frente ribeirinha de Viana do Castelo, vai ser demolido e transformado em habitação de luxo, divulgou hoje o promotor da obra. 
"A reabilitação desta zona nobre da cidade vai ser o maior investimento da última década, no setor imobiliário, em Viana do Castelo", afirmou hoje à agência Lusa, Fernando Peixoto. 
O imóvel, antigo armazém da Quimigal Adubos, em avançado estado de degradação, está situado junto à antiga doca comercial onde está atracado o navio museu Gil Eannes. Para aquela zona está ainda prevista a construção de uma marina atlântica que sirva navios de cruzeiro. 
"No futuro, será uma grande valorização para o empreendimento porque, nessa altura, esta zona da cidade será uma das portas de entrada mais importantes da cidade, com a chegada dos grandes veleiros vindos de toda a Europa", afirmou o empresário. 
Mais do que o investimento na aquisição do imóvel e no projeto de transformação em habitação, Fernando Peixoto, de 50 anos, um dos dois sócios do projeto Reabilitar Viana, "prefere" destacar "a paixão pela cidade e pela valorizarão do património da cidade". 
"O valor final global deste projeto envolve alguns milhões de euros. É um empreendimento virado para as famílias, para fixar famílias no centro da cidade", destacou. 
O edifício foi adquirido "há cerca de duas semanas, sendo que as obras deverão começar ainda este ano". 
"O projeto está em fase de conclusão. Está a ser feito com todo o cuidado. Dentro de duas semanas deverá dar entrada na câmara o pedido de licenciamento e esperamos, ainda este ano, iniciar a demolição, para iniciar a empreitada". 
Construído de raiz, o empreendimento vai ocupar uma área de 5.550 metros quadrados, com cave, rés do chão e dois andares, num total de 22 apartamentos. 
"Em forma de 'U' o edifício vai nascer totalmente virado para o mar e terá, a meio, uma praça verde, aberta à comunidade. 
O projeto do arquiteto Fernando Jorge vai ser apresentado à cidade, em breve", adiantou. 
Criado, em 2016, o projeto Reabilitar Viana "começou com um apartamento e tem, atualmente, quer em fase de projeto ou já em reabilitação, cerca de 100 apartamentos situados em prédios antigos de várias ruas do centro histórico da cidade". 
"Reabilitamos o passado, mas garantimos condições de habitabilidade e conforto do século XXI. É o conceito de chave na mão, com muita qualidade. A empresa aposta sobretudo no produto "chave na mão" que envolve todo o processo, do projeto à obra final, incluindo decoração e mobiliário de projeto ou construção", referiu o empresário. 
Fernando Peixoto sublinhou ainda que além da reabilitação a marca "aposta na dinamização da economia local, envolvendo na reabilitação as empresas do concelho e da região”.”

Artigo da Agência LUSA de 2018.03.19

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Pedro Abrunhosa enche Centro Cultural de Viana do Castelo

Milhares de pessoas juntaram-se, este sábado, dia 17 de fevereiro, em Viana do Castelo, para assistir ao concerto do cantor português Pedro Abrunhosa, que encheu o CCVC e trouxe mensagens de amor e paz, apelando ao fim dos conflitos no mundo.

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Espaço relvado da Marina ganhou mais árvores

A arborização urbana pode não ser tudo, mas é um elemento importante para a ação climática das cidades e para ajudar com o desconforto térmico nos dias mais quentes do ano.  A autarquia vianense, iniciou recentemente a plantação de cerca de 570 árvores em ambiente urbano, privilegiando espécies autóctones como os Carvalhos, Tílias, Choupos, entre outras de cariz mais ornamental.

Os Parques de Estacionamento Grátis, mais Baratos e mais Caros de Viana

Se reside em Viana do Castelo ou é um visitante ocasional mas tem dificuldades em encontrar lugares de estacionamento na rua (gratuitos ou a pagar), a solução passa por recorrer a parques. Comparámos os tarifários de alguns desses parques de estacionamento públicos ou privados (tanto à superfície como subterrâneos) perto do centro da cidade (entenda-se por centro, a Praça da República). Veja na tabela abaixo quais os mais baratos e os mais caros. NOTA:  O Parque do Gil Eannes e o Parque da Marina/Cais Viana são à superfície os restantes são subterrâneos. O Parque da Estação Viana Shopping é grátis de 2ª a 5ª feira a partir das 20:00 (DIAS ÚTEIS)

Andando pela cidade…

No segundo espaço verde mais antigo de Viana do Castelo, o Jardim D. Fernando, datado de 1888, está a ser alvo de intervenção uma das principais atrações deste jardim, a taça/cascata e gaiolão que alberga algumas aves.