Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2020

Restauro foi longe demais

Imagem
Nesta Casa do século XVI, situada na Viela da Parenta, em Viana do Castelo, residiu Pêro Galego, um dos grandes mareantes de Viana do Castelo. É conhecida por Casa de Pêro Galego ou da Caravela, por ostentar uma caravela, lavrada em granito, na parede exterior da moradia. Aparentemente, a caravela só precisava de uma “limpeza“, mas foi submetida, há não muito tempo, a um restauro (inacabado) que parece ter sido um pouco “excessivo”, e o resultado não foi o melhor. " ...Moço-fidalgo da casa real, nasceu em Viana, conjectura-se que na primeira década do século XVI, e está referenciado na História como um dos mais célebres aventureiros do reinado de D. João III. Combateu em África, ganhando fama de corajoso e valente. Regressou, depois, à sua cidade, onde residiu, no casco medieval, na actual Viela da Parenta, onde a sua casa continua a ser atracção turística. Essa habitação ostenta uma caravela, lavrada em granito, no topo da junção das duas portas, indicativo de que o seu propri

Carnaval 2020 em Viana do Castelo

Hoje é terça-feira de Carnaval, mas em Viana do Castelo, o Carnaval festejou-se no domingo (dia 23), com o corso a desfilar por algumas ruas da cidade, proporcionando uma tarde de muita cor, música e diversão.

Viana do Castelo festejou o Carnaval

Imagem
Com o bom tempo a ajudar, Viana do Castelo cumpriu, uma vez mais, a tradição: o Corso de Carnaval saiu hoje à rua com centenas de participantes, trazendo as brincadeiras próprias da época, muita música, cor e animação às milhares de pessoas que se deslocaram à cidade para assistir a esta iniciativa.

Porto de Viana cresce no movimento de carga e na escala de navios em 2019

Imagem
O Porto de Viana do Castelo registou em 2019 um crescimento de +16,5% no movimento de cargas face ao ano de 2018. A nível nacional Leixões, Setúbal e Lisboa registaram igualmente variações positivas, apresentando, respetivamente, +1,8%, +3,1% e +0,04%. No que diz respeito à escala de navios, Viana do Castelo teve um aumento de +8,7% . Lisboa foi o porto que mais contribuiu para o crescimento global do número de escalas, registando +192 escalas do que em 2018 (+8%), seguido de Douro e Leixões (+1,2%) e Setúbal (+1,3%). Em 2019, Viana do Castelo apresentou um perfil de porto “exportador”, registando um volume de carga embarcada superior ao da carga desembarcada, com um quociente entre carga embarcada e o total movimentado, no período em análise, de 65%.

Os Parques de Estacionamento Grátis, mais Baratos e mais Caros de Viana

Imagem
Se reside em Viana do Castelo ou é um visitante ocasional mas tem dificuldades em encontrar lugares de estacionamento na rua (gratuitos ou a pagar), a solução passa por recorrer a parques. Comparámos os tarifários de alguns desses parques de estacionamento públicos ou privados (tanto à superfície como subterrâneos) perto do centro da cidade (entenda-se por centro, a Praça da República). Veja na tabela abaixo quais os mais baratos e os mais caros. NOTA:  O Parque do Gil Eannes e o Parque da Marina/Cais Viana são à superfície os restantes são subterrâneos. O Parque da Estação Viana Shopping é grátis de 2ª a 5ª feira a partir das 20:00 (DIAS ÚTEIS)

Os Fortes de Viana vistos do céu

Imagem
Estes três Fortes construídos ao longo da costa vianense foram fotografados a partir de uma perspetiva diferente. São imagens aéreas do Forte ou Castelo de Santiago da Barra, formado por construções de várias épocas (século XVI e século XVIII), Forte da Vinha (mais conhecido por Castelo Velho - construído em 1701), Forte de Paçô (construído em 1703), que nos permitem ter uma outra visão destes monumentos.

Gastronomia de Viana do Castelo | Torta de Viana

Imagem

Gastronomia de Viana do Castelo é destaque hoje na TV

Imagem
Henrique Sá Pessoa estreia hoje no canal 24Kitchen, o seu novo programa "ComTradição". O aclamado chef, com duas estrelas Michelin, faz uma reinterpretação da cozinha tradicional portuguesa numa viagem (22 episódios) às raízes da gastronomia de todos os distritos do continente e ilhas. Neste primeiro episódio (transmissão às 15:00 e 21:00) a viagem é pela gastronomia do distrito de Viana do Castelo. Henrique Sá Pessoa irá cozinhar uma Chorinha de Peixe, um Bacalhau à Zé do Pipo e, para terminar, uma Torta de Viana.

Candeeiros à moda antiga... estão para ficar

Imagem
Quem se passeia pelas ruas do centro histórico de Viana do Castelo pode admirar os tradicionais candeeiros de rua, que iluminam de noite e embelezam de dia. São a marca de uma época. Fazem parte da história e do futuro da cidade (assim se deseja). Há um modelo que prevalece, contendo o brasão antigo de Viana mas, ainda observamos pelo menos outros dois modelos (a precisaram de restauro) quase peças únicas que, teimosamente, permanecem presos nas fachadas dos edifícios, como que esquecidos.

Amanhã celebra-se o Dia dos Namorados, no dia seguinte o “Viana é Amor”

Imagem
Amanhã, sexta-feira, dia 14 de fevereiro, assinala-se em várias partes do mundo, o Dia dos Namorados. No dia seguinte, sábado, dia 15 de fevereiro, realiza-se em Viana do Castelo o “Viana é Amor”, cuja responsabilidade é da Associação Empresarial de Viana do Castelo e da Câmara Municipal. A iniciativa "Viana é Amor", que pretende assinalar o Dia de S. Valentim/Dia dos Namorados, decorrerá na Praça da República, e a programação contará, de manhã,  com um espetáculo musical da Banda de Gaiteiros da ZEPAM – Zé Pedro Associação Musical, em todo o Centro Histórico. Da parte da tarde, a partir das 15h30,  os vianenses e visitantes serão contemplados com a apresentação da mesa “Doce Coração”, envolvendo o Chafariz, na Praça da República e com a oferta de “mimos doces” (1.500 cupcakes e 1.000 saquinhos de bolachas húngaras) confecionados por dez pastelarias do concelho de Viana do Castelo. O dia culminará com um concerto da Banda “Lucky Duckies” na Praça da República, às 21h30

Partida para a faina... em dia de nevoeiro

Imagem
No Porto de pesca de Viana do Castelo a faina não pára. Mais uma partida para o mar de homens de coragem, em busca do seu sustento.

Coretos de Viana deixaram (quase) de dar música

Imagem
Na cidade de Viana do Castelo chegaram até aos nossos dias os coretos do jardim D. Fernando e o da Beira-Rio. Implantados nos principais jardins públicos da cidade, no passado, estes dois coretos serviram de palco para muitas bandas filarmónicas atuarem e mostrarem ao povo o seu repertório. Nos últimos tempos entraram em declínio, sendo utilizados quase unicamente uma vez no ano, por altura da Romaria da Senhora d’Agonia. O coreto da Beira-Rio foi construído em 1930 (início da década). O coreto do jardim D. Fernando foi construído inicialmente no jardim da beira-rio no século 19 (4 quartel). No século 20 (década de 20) foi mudado para o monte de Santa Luzia e, posteriormente, para o local atual, jardim D. Fernando.