Viana do Castelo - Espaços de Cultura

Com o aproximar das férias e consequentemente mais disponibilidade dos Vianenses e visitantes, é a altura de se pensar em programas de enriquecimento cultural, pelo que uma boa sugestão (ou melhor, várias) é a de conhecer a variedade dos espaços culturais que a cidade de Viana do Castelo proporciona. Há lugar para todos os gostos.


Biblioteca Municipal (Séc. XXI)
A nova Biblioteca Municipal de Viana do Castelo, da autoria do arquitecto Siza Vieira, está localizada entre o Rio Lima e o Centro Histórico da cidade.
O edifício ocupa uma área total de 3.130 m2 e desenvolve-se em dois pisos, tendo nos rés-do-chão instalação de serviços técnicos, gabinetes de trabalho e de consulta de reservados, área de depósito, sala polivalente, bar, balcão de atendimento, arrumos e instalações sanitárias. O piso superior tem uma grande sala de leitura e uma secção infantil, salas de trabalho e de multimédia, zonas mais restritas para leitura e ateliês de expressão artística. Este piso tem, também, átrio de recepção, balcão de atendimento e reprografia.
A luz natural inunda os vários espaços, sobretudo os de leitura.


Museu do Traje (Séc. XX)
Situado em pleno centro histórico da cidade, o edifício do antigo Banco de Portugal, alberga, desde 2004, o Museu do Traje que dá a conhecer, a riqueza etnográfica dos tradicionais trajes vianenses. O espólio exposto compreende, igualmente, os utensílios utilizados para a confecção artesanal de peças de vestuário. Além da exposição permanente "A lã e o linho no traje do Alto Minho", o Museu do Traje realiza inúmeras exposições temporárias.


Teatro Municipal Sá de Miranda (Séc. XIX)
Teatro "italiano" dos finais do século XIX, segundo plano do arquitecto João Marques Sardinha. É um edifício sóbrio, com alguns elementos neoclássicos, onde se destaca o tecto abobadado com uma belíssima pintura a fresco da autoria de João Baptista Rio. Possui ainda o pano de boca original, idealizado pelo cenógrafo Italiano Manini e executado por Hercole Lambertini. O Teatro Municipal Sá de Miranda, recentemente restaurado, é sem dúvida o principal espaço cultural da cidade.


O Navio Gil Eannes
O navio-hospital Gil Eannes, construído em Viana do Castelo, em 1955, apoiou, durante décadas, a frota bacalhoeira portuguesa que actuava nos bancos da Terra Nova e Gronelândia. O projecto de reconversão transformou-o em Núcleo Museológico e Pousada da Juventude, proporcionando aos seus visitantes uma experiência inesquecível. Hoje, assume-se como pólo de atractividade para Viana do Castelo, tendo recebido, desde a abertura ao público em 1998, cerca de 400.000 visitantes.


Museu de Arte e Arqueologia / Palacete dos Barbosa Maciel (Séc. XVIII)
Instalado numa distinta mansão senhorial do século XVIII, o Museu de Arte e Arqueologia de Viana do Castelo possui uma das mais importantes e valiosas colecções de faiança antiga portuguesa dos séculos XVII a XIX, que inclui diversas peças da famosa Fábrica de Louça de Viana. Para além de um importante acervo de pintura, desenho e peças de arte sacra, destaca-se a bela colecção de mobiliário indo-português do século XVIII. Neste espaço, é possível ainda descobrir um espólio de azulejaria portuguesa e Hispano-árabe, único na sua variedade e riqueza.

Os textos informativos sobre cada espaço cultural apresentado, foram retirados do site da Câmara Municipal de Viana do Castelo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Enorme máquina giratória vai “triturar” mais de 15 mil toneladas de materiais dos 13 andares do prédio Coutinho

Queixa contra desconstrução do prédio Coutinho arquivada pelo MP

Morreu a ''PALMIRINHA''

Laboratório do mar com minissubmarino e aquário abriu em Viana do Castelo