Avançar para o conteúdo principal

Centro de Mar, Centro de Desportos Náuticos e Centro Empresarial em Viana do Castelo

O Programa Operacional dos Factores de Competitividade – COMPETE do QREN aprovou a candidatura apresentada pela Valimar e pelo IDCEM – Instituto para o Desenvolvimento do Conhecimento e Economia do Mar que permitirá a Viana do Castelo avançar com importantes projectos, no âmbito do Cluster do Conhecimento e da Economia do Mar. Em causa estão cerca de 25 milhões de euros, que serão aplicados na criação de um Centro de Mar e de um Centro de Desportos Náuticos e um Centro Empresarial Náutico, cujo edifício farol será o Centro de Mar.

O projecto de promoção e desenvolvimento do turismo náutico e dos desportos náuticos integra entidades públicas e privadas que, em conjunto, pretendem criar um verdadeiro Cluster do Mar na região. Uma das principais acções a desenvolver e que contribuem significativamente para o reforço do turismo náutico e dos desportos náuticos é o Centro de Mar a instalar em Viana do Castelo até 2012.

Este Centro de Mar tem como missão contribuir para o desenvolvimento económico e social da região, que se irá constituir como uma verdadeira região atlântica de qualidade, e possibilitar a criação de uma marca distintiva ligada à costa atlântica. Esta estrutura vai apostar na náutica de recreio e dos desportos náuticos através da articulação em rede de um conjunto de actividades que englobam a construção e reparação de embarcações de recreio, a expansão e qualificação de instalações náuticas, o turismo náutico e a valorização de elementos patrimoniais e ambientais.

Em Viana do Castelo, vai nascer também um Centro de Desportos Náuticos que irá facilitar a construção de uma rede de articulação com os clubes e as associações náuticas e que constituirá um veículo de promoção e dinamização das actividades náuticas. Será ainda responsável pela dinamização do pólo de apoio às tripulações que venham a utilizar a marina atlântica, entre outros. Este centro implica também a reconversão e adaptação dos clubes náuticos e clubes/centros de desporto náutico.

O Centro Empresarial Náutico é um espaço de acolhimento a empresas de serviços náuticos e turísticos, bem como entidade de formação e certificação, com a criação de um auditório/espaço polivalente para 150 lugares, sala de reuniões e formação e simuladores.

Também em Viana do Castelo vai nascer uma marina atlântica, com dimensão internacional com mil a dois mil postos de amarração e que prevê a atracação de frotas visitantes de grandes dimensões, áreas de hibernação a seco e flutuantes, serviços e equipamentos de apoio, serviços de manutenção e reparação, serviços administrativos e oficiais e áreas de venda de material náutico. A sua construção implicará também a construção e requalificação das marinas, a construção de edifícios de apoio e a expansão da margem sul do Rio Lima.

Para este projectos, estão previstos investimentos de cerca de 25 milhões de euros, que em conjunto, irão fomentar Viana do Castelo como Cidade Náutica do Atlântico já que os objectivos prioritários da Autarquia para os próximos anos passam pelo aproveitamento das potencialidades ligadas ao mar, à náutica e ao litoral, diversificando a actividade económica e a oferta turística da região.

Fonte: Câmara Municipal de Viana

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Mordoma do cartaz da Romaria d’Agonia 2024 escolhida por concurso

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo será selecionada por um júri entre 20 finalistas, todas elas escolhidas entre as concorrentes, abrindo assim espaço para mulheres com idades entre os 18 e os 35 anos participarem. “Qualquer mulher que sinta a nossa Romaria pode concorrer e pode aspirar a ser a mordoma da festa. É uma inovação que introduzimos este ano, pensando em todas as jovens mulheres que alimentam este sonho”, explicou Manuel Vitorino, presidente da VianaFestas, a entidade organizadora das festas da cidade. O novo regulamento para escolha do cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vai ser implementado este ano e substitui o modelo anterior, de concurso promovido, que estava em vigor desde 2011, e que implicava escolher o conjunto do autor, do cartaz e da mordoma. No formato para a definição do cartaz da Romaria a estrear este ano, o mesmo passa a contemplar três fases, com qualquer mul

Sabe o que vai acontecer de 4 a 14 de julho?

Os jardins Público e da Marina vão encher-se de atividades com o “MARGINAL - festa no jardim”. Esta 3ª edição inclui concertos, espetáculos de dança, teatro, showcookings, venda de produtos diversos e propostas gastronómicas, Praça Kids, o Viana Beer Fest – Festival de cerveja artesanal (4 a 7 de julho), entre muito mais, sempre de acesso livre.  E porque já estamos em contagem decrescente para a Festa no Jardim, vamos recordar o programa da Festa?

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

“Marginal - Festa no Jardim” arranca a 14 de julho com experiências para toda a família

De 14 a 24 de julho, vai realizar-se no Jardim Público e no Jardim da Marina um evento cheio de experiências diurnas e noturnas para toda a família. Concertos, dança, jogos, showcookings, ateliers, conversas… vão animar a marginal de Viana do Castelo durante 11 dias. Clique na imagem e conheça a programação completa.

O crochet está de volta às ruas de Vila Nova de Cerveira

A 6ª edição do “O Crochet sai à Rua… em Cerveira” volta a espalhar pelo centro histórico desta vila minhota a arte do crochet, recriando o património mais emblemático de cada freguesia, algumas tradições e ainda muitos outros apontamentos criativos em crochet. Para ver até ao final de setembro de 2023.