Avançar para o conteúdo principal

Obras: 250 alunos de Viana vão para o Superior um ano mais cedo

Os alunos do 12º ano de escolaridade da Escola Secundária de Santa Maria Maior, em Viana do Castelo, vão antecipar em um ano o seu acesso ao ensino superior. Tudo porque devido às obras profundas que vão arrancar naquele estabelecimento, 250 alunos vão passar a ter aulas, no próximo ano lectivo, na vizinha Escola Superior de Educação.
O objectivo desta medida apresentada como pioneira passa por reduzir as consequências do stress gerado nos alunos, fruto de obras e aulas por vezes em contentores e da redução do espaço livre. “Foi uma solução que começou a ser estudada há algum tempo, muito antes de assistirmos aos problemas registados noutras escolas, fruto destes problemas de espaço”, explicou Benjamim Moreira, director da Escola de Santa Maria Maior, actualmente com 750 alunos. As aulas na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo vão abranger cerca de 1/3 do total de alunos, todos do 12º ano. “Qualquer pessoa sabe que uma casa em obras fica reduzida e um jovem precisa de respirar, de espaço. Por isso chegamos a entendimento com a Parque Escolar sobre esta solução”, acrescentou o director. Em causa estão “profundas” obras de modernização, num investimento de cerca de 11 milhões de euros e que deverão decorrer durante um ano e meio. Além de uma recuperação total do interior e do exterior da escola, a empreitada inclui ainda a construção de três novos blocos. Ainda na cidade de Viana do Castelo decorrem também as obras de remodelação da Escola Secundária de Monserrate, orçadas em 14 milhões de euros e que permitirão duplicar o espaço escolar, passando dos actuais 7000 para 14 mil metros quadrados. As obras, com um prazo de execução de 18 meses, obrigaram a escola a recorrer a 15 contentores para funcionarem como salas de aula. A escola é frequentada por cerca de 1800 alunos e a forte redução do espaço para convívio, reconheceu o director do estabelecimento, levou ao aumento dos conflitos em ambiente escolar. É tendo em conta cenários como este que também outra escola de Viana, do Ensino Básico, que se prepara para receber uma profunda intervenção, também já equaciona este tipo de solução alternativa para os alunos. “Se fecharmos os alunos num espaço mais pequeno vai aumentar a indisciplina. Temos consciência disso”, afirma a directora da Frei Bartolomeu dos Mártires, Ana Paula Pereira. A mudança provisória também para a Escola Superior de Educação de Viana é uma solução em cima da mesa. “Estamos a estudar a melhor forma e essa é uma delas. Mas estes são alunos de dez anos, a ir para outra escola, e se for essa a solução ainda tem que ser muito bem estudada”, apontou a responsável.

Fonte: Rádio Geice (2010.04.26)

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Mordoma do cartaz da Romaria d’Agonia 2024 escolhida por concurso

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo será selecionada por um júri entre 20 finalistas, todas elas escolhidas entre as concorrentes, abrindo assim espaço para mulheres com idades entre os 18 e os 35 anos participarem. “Qualquer mulher que sinta a nossa Romaria pode concorrer e pode aspirar a ser a mordoma da festa. É uma inovação que introduzimos este ano, pensando em todas as jovens mulheres que alimentam este sonho”, explicou Manuel Vitorino, presidente da VianaFestas, a entidade organizadora das festas da cidade. O novo regulamento para escolha do cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vai ser implementado este ano e substitui o modelo anterior, de concurso promovido, que estava em vigor desde 2011, e que implicava escolher o conjunto do autor, do cartaz e da mordoma. No formato para a definição do cartaz da Romaria a estrear este ano, o mesmo passa a contemplar três fases, com qualquer mul

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

“Mercado dos Descobrimentos”, de 07 a 10 de junho

A cidade de Viana do Castelo vai entrar na época dos Descobrimentos e mostrar as riquezas que os portugueses trouxeram do continente americano. Desde o chocolate, ao café, passando pelo milho, pimentos e batatas, até aos perus, os novos produtos e especiarias do outro lado do mundo vieram revolucionar a cozinha portuguesa.   A segunda edição do “Mercado dos Descobrimentos”, de  0 7 a 10 de junho, vai fazer uma ponte histórica e cultural entre os dois lados do Atlântico, com diversos apontamentos musicais, teatrais e de animação, com destaque para o artesanato e a gastronomia.   O Castelo Santiago da Barra e a zona envolvente terão oito diferentes espaços, com um programa de animação itinerante durante mais de 20 horas e a participação de  150  mercadores, artífices, artesãos e regatões, característicos da época dos Descobrimentos ao longo dos quatro dias.    “Voltamos a aliar a história, a animação, a cultura e a gastronomia num único evento que contará com mais de 60 momentos ao longo

Monumento a Viana do Castelo…

A dar as boas vindas a quem chega a Viana do Castelo pelo mar.