Avançar para o conteúdo principal

Net arrasa cartaz da Agonia


Cresce o número de membros no Facebook que exigem a sua substituição.

Nunca um cartaz das Festas da Agonia, em Viana do Castelo, deu tanto brado como o deste ano. Fazendo uso das redes sociais, concretamente o Facebook, são milhares os que o contestam. Autor diz que "só pode haver uma polémica, a do desenho".
Nos últimos dias, pelo menos três movimentos de contestação têm crescido em número de membros, na rede social Facebook.
A cabeça de cartaz, Diana Ribeiro Jung, designer, neta do anterior presidente da Comissão de Festas (este ano o lugar é ocupado por Francisco Sampaio) e homem desde há largos anos ligado à organização da romaria, Joaquim Ribeiro, tem sido o principal alvo das críticas. Avô e neta não quiseram proncunciar-se sobre o caso. A Câmara Municipal optou também por não comentar as críticas ao cartaz das festas deste ano, remetendo os esclarecimentos para a Comissão de Festas. Já o autor da criação, o fotógrafo José Maria Barroso, que há muito acompanha as festividades, e que na edição do ano passado criou a imagem de um megacoração de Viana, composto por centenas de mordomas, justifica a escolha de Diana com o facto de esta ser, desde pequena, uma presença assídua nos diversos números da romaria. O facto de a designer ter ficado em segundo lugar, entre 1700 concorrentes internacionais, no concurso "I Love Europe", promovido pela Comissão Europeia, contribuiu também para a decisão, afiançando Barroso que, por isso, ela "deve ser honrada".
"O propósito deste grupo não é de criticar a jovem do cartaz, mas sim de quem o fez e o publicou...Decerto, ela não tem culpa. Mas o cartaz é muito mau...", justifica Ricardo Pinto, autor do grupo "O cartaz mais feio das Festas d'Agonia", que, ontem, às 19 horas, contava 3431 membros. À mesma hora, um outro movimento, com 1173 membros, pedia: "Substituam o cartaz da Senhora da Agonia". Finalmente, um grupo com 93 aderentes, o "Cartazes ou caretas das Festas da Agonia", argumentava: "Viana merece mais. Que não passe a ser Viana dos Lobbys, em vez de Viana é Amor!".
A onda de protestos na web não passou, porém, despercebida a Joaquim Ribeiro, que, apesar de recusar comentar a situação, confessou ter criado uma página no Facebook para satisfazer a sua curiosidade em relação à polémica. Ao JN, José Barroso disse: "Era mais fácil contratar uma manequim, como se faz para a moda, mas acho que a mordoma deve ser uma figura que representa Viana. Tentei honrar a pessoa da Diana, porque ela é um valor de Viana". E conclui: "Só pode haver uma polémica, que é o desenho do cartaz, e esse fui eu que o fiz. Se as pessoas não gostam, tenho pena, mas não há nada a fazer".
Presidente da Comissão Executiva das Festas da Agonia, Francisco Sampaio assinala que a criação corresponde ao pedido que ele próprio elaborou: "Queria que o cartaz mostrasse o mar, a ligação da cidade ao Atlântico, assim como o Caminho da Costa (a Santiago de Compostela). Foi isso que pedi". A propósito, diz: "Se não querem que Viana se afirme como um dos principais portos da rota marítima para Santiago, que o digam, e cortamos o cartaz".

Fonte: Jornal de Notícias (10.07.2010)

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Mordoma do cartaz da Romaria d’Agonia 2024 escolhida por concurso

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo será selecionada por um júri entre 20 finalistas, todas elas escolhidas entre as concorrentes, abrindo assim espaço para mulheres com idades entre os 18 e os 35 anos participarem. “Qualquer mulher que sinta a nossa Romaria pode concorrer e pode aspirar a ser a mordoma da festa. É uma inovação que introduzimos este ano, pensando em todas as jovens mulheres que alimentam este sonho”, explicou Manuel Vitorino, presidente da VianaFestas, a entidade organizadora das festas da cidade. O novo regulamento para escolha do cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vai ser implementado este ano e substitui o modelo anterior, de concurso promovido, que estava em vigor desde 2011, e que implicava escolher o conjunto do autor, do cartaz e da mordoma. No formato para a definição do cartaz da Romaria a estrear este ano, o mesmo passa a contemplar três fases, com qualquer mul

Cartaz da Romaria da Senhora da Agonia 2010

Já foram apresentados o cartaz e o programa da Romaria da Senhora da Agonia 2010. Segundo a organização, a edição 2010 que vai decorrer de 20 a 22 de Agosto, vai ter um orçamento de 420 mil euros e são esperados um milhão de pessoas para assistirem à Romaria das Romarias de Portugal.

Viagem no Tempo

Assim era o quotidiano na Ribeira de Viana do Castelo, anos 60 do século XX. Crianças descalças e felizes a brincarem na rua sem horários, sem a supervisão de um adulto, sem preocupações de segurança. 📷 Espólio Severino Costa | Arquivo Municipal de Viana do Castelo

Pormenores de Viana do Castelo

Se passar pela Rua do Loureiro, repare na originalidade deste portão do prédio nº 52.

Gigantones e cabeçudos vieram em 1893 para ficar na tradição

Remonta ao ano de 1893 a introdução dos gigantones e cabeçudos na Romaria da Senhora d'Agonia, em Viana do Castelo. Este costume foi importado da região espanhola da Galiza.  Como manda a tradição, vai acontecer todos os dias (20, 21, 22 e 23 de agosto) da Romaria da Agonia 2015, por volta das 12H00, na Praça da República, a habitual revista de “Gigantones e Cabeçudos”. Os Gigantones e cabeçudos, acompanhados de Grupos de Bombos e Zés P’reiras, transformam-se no número mais ruidoso das Festas de Viana, contagiando todos quantos a ele assistem.