Avançar para o conteúdo principal

Coliseu vai estar ao dispor dos dez municípios da CIM, equipamento vai ter carácter regional


O Coliseu que o arquitecto Souto Moura projectou para a frente ribeirinha da cidade de Viana do Castelo vai aumentar o âmbito geográfico de serviço. O equipamento vai ganhar, muito em breve, um carácter regional, com a assinatura de um protocolo entre as várias autarquias da Comunidade Intermunicipal do Minho-Lima (CIM). O pavilhão multiusos muda também de nome, pela terceira vez, ganhando a designação definitiva de Centro Cultural de Viana do Castelo.

O Centro Cultural vai ser colocado ao serviço dos dez municípios agrupados na CIM através de um protocolo que vai ser assinado nas próximas semanas. A assinatura do documento, além de dar um carácter regional ao equipamento, deve garantir o sucesso da candidatura aos fundos comunitários essenciais para o reinício das obras de construção do imóvel. José Maria Costa diz que o facto do Centro Cultural de Viana do Castelo ir ser um equipamento regional é uma forma de “construir coesão” entre os dez municípios da CIM. A parceria foi a solução encontrada, dentro da CIM, para garantir a aprovação da candidatura a fundos comunitários que vai ser formalizada em meados de Abril. Recorde-se que a construção do até agora chamado Coliseu de Souto Moura está parada desde Fevereiro, por falta de verbas. A obra está orçada em 12 milhões de euros e já custou mais de 6,2 milhões, mas faltam os restantes sete milhões para a conclusão e arranjos exteriores. José Maria Costa acredita que a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Norte vai ver que o projecto faz parte de uma estratégia de coesão territorial e acredita que o facto pode facilitar a aprovação da candidatura. Diz ainda que o protocolo é uma “estratégia de sustentabilidade do equipamento”.
O protocolo prevê a realização de eventos de âmbito regional, desde feiras e exposições, para a promoção do turismo, dos produtos tradicionais, do património e da cultura. Prevê ainda a realização de iniciativas de carácter desportivo. José Maria Costa diz que o espaço vai ter uma “programação diversificada” e coloca a possibilidade de realizar o Festival de Folclore Internacional Alto Minho no novo equipamento. Estão a ser trabalhadas parcerias, como por exemplo com a Fundação de Serralves, com a Ordem dos Engenheiros ou com o Palácio das Artes, em Braga. O novo equipamento vai poder receber eventos ligados à moda, para lançamento de novos estilistas, mostras de cinema e vídeo, exposições náuticas e iniciativas relacionadas com a Feira do Livro. O autarca socialista quer que o Centro Cultural tenha um grande impacto regional.
Os dez municípios da CIM decidiram, por unanimidade, classificar a obra do Centro Cultural como prioritária na lista de projectos que irão candidatar, a partir de 15 de Abril, à bolsa de mérito que o Governo criou para premiar as Comunidades Intermunicipais que tenham mais capacidade de execução dos fundos do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). A CIM é a única no país em condições de aceder “de imediato” a este reforço de fundos comunitários, por liderar a tabela do Observatório do QREN, com mais de 80% de execução financeira, atingida nos últimos três anos. A CIM vai apresentar à Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Norte um pacote de investimentos que ronda os 40 milhões de euros. Os avisos prévios dos concursos devem abrir em meados do próximo mês. Formalizada a candidatura, a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Norte tem dois meses para decidir e começar a financiar. De acordo com a Câmara de Viana, as obras devem ser retomadas até Maio, para estarem concluídas até final do ano. O equipamento poderá começar a funcionar no Verão de 2012.

Fonte: Rádio Geice (31.03.2011)

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Mordoma do cartaz da Romaria d’Agonia 2024 escolhida por concurso

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo será selecionada por um júri entre 20 finalistas, todas elas escolhidas entre as concorrentes, abrindo assim espaço para mulheres com idades entre os 18 e os 35 anos participarem. “Qualquer mulher que sinta a nossa Romaria pode concorrer e pode aspirar a ser a mordoma da festa. É uma inovação que introduzimos este ano, pensando em todas as jovens mulheres que alimentam este sonho”, explicou Manuel Vitorino, presidente da VianaFestas, a entidade organizadora das festas da cidade. O novo regulamento para escolha do cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vai ser implementado este ano e substitui o modelo anterior, de concurso promovido, que estava em vigor desde 2011, e que implicava escolher o conjunto do autor, do cartaz e da mordoma. No formato para a definição do cartaz da Romaria a estrear este ano, o mesmo passa a contemplar três fases, com qualquer mul

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Romaria d’Agonia já tem vencedora do concurso “Mordoma do Cartaz”

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo foi escolhida por um júri entre 20 finalistas. O concurso registou 53 candidaturas. Qualquer mulher com idade entre os 18 e os 35 anos pôde concorrer. A escolha da Mordoma do Cartaz da Romaria de Nossa Senhora d'Agonia 2024 teve lugar nesta sexta-feira, dia 17 de maio, no Teatro Municipal Sá de Miranda. Gabriela Sampaio com o traje de Carreço vermelho é a mordoma do Cartaz da Romaria de 2024. Agora que está escolhida a Mordoma do Cartaz, a VianaFestas e a Comissão de Festas da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vão convidar três designers/artistas, que apresentarão, cada um, uma proposta, na qual figura a jovem mordoma selecionada neste concurso, com a apresentação do cartaz oficial prevista para 21 de junho.  A Romaria d'Agonia 2024, realiza-se de 14 a 22 de agosto.

Viana do Castelo em dia de feira semanal

Esta velha e tradicional atividade realiza-se semanalmente, às sextas-feiras, no Campo d’Agonia/Campo do Castelo. Neste grande espaço de venda ao ar livre, encontra-se uma diversidade de produtos, nomeadamente louças, tecidos, roupas, calçado, atoalhados, móveis, vasilhame, ferramentas, cobres entre muitos outros. Horário de funcionamento | Verão das 07h00-20h00 / Inverno das 07h00-18h00. Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25)

Estado de degradação e abandono da praia Norte

Este ano foram-lhe atribuídos os galardões "Praia com Qualidade de Ouro" pela Quercus, e “Bandeira Azul” pela Associação Bandeira Azul da Europa, mas a praia Norte, em Viana do Castelo, apresenta uma imagem de degradação e abandono. Vários candeeiros de iluminação pública que estão no passeio em direção ao “Castelo Velho”, não têm o “chapéu”,  o que quer dizer que não existe iluminação, nos dois bares de apoio à praia a degradação e a falta de manutenção são evidentes, as casas de banho/balneários de apoio à praia anexos aos dois cafés, que muito jeito davam aos peregrinos que utilizam este Caminho em direção a Santiago de Compostela e também aos frequentadores da Praia e Ecovia Litoral Norte, estão fechados, os painéis informativos encontram-se em mau estado, corrimões das escadas de acesso ao areal estão cheios de ferrugem…