Avançar para o conteúdo principal

Concessão marinas continua por resolver, tribunal nega pedido nulidade concurso



A Administração do Porto de Viana do Castelo (APVC) revelou que o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga negou provimento ao pedido de nulidade do concurso da concessão das Marinas da cidade.
O pedido de nulidade fora apresentado por um consórcio português, que diz ter vencido o concurso, embora o vencedor declarado seja uma empresa espanhola.
Em nota enviada à Agência Lusa, a APVC esclarece que está a avaliar a decisão do Tribunal, a qual, «em nenhum momento, dá razão à autora da ação».
Assegura, ainda, manter «o forte desejo de construir e requalificar as marinas de Viana do Castelo, que prevê o investimento superior a 5 milhões de euros».
No entanto, reserva até ao final da próxima semana a tomada de uma decisão «sobre a melhor forma de prosseguir este processo».
Embora na «expectativa» sobre o «próximo passo» a dar pela APVC, visão bem diferente da decisão do Tribunal tem Rui Martins, porta-voz do consórcio Real Iate de Viana - grupo de empresários que afirma ter vencido o concurso, perdido depois por uma empresa espanhola ter exercido um direito de preferência decorrente da primeira fase do concurso.
«Na notificação que recebemos, o Tribunal diz que os pressupostos da atribuição concessão e a forma como foi lançado o concurso não reuniu as condições legais para ser feito. Isto é gravíssimo», afirmou hoje Rui Martins em declarações à Lusa.
A APVC previa que o grupo espanhol MarePuertos assumisse em setembro de 2010 a gestão das duas marinas de recreio da cidade de Viana do Castelo e uma terceira, para embarcações de recreio de maior dimensão, que vai nascer no atual local de acostagem dos barcos de pesca.
No entanto, e apesar de anunciado formalmente o grupo espanhol como vencedor do concurso, face ao processo que decorria em Tribunal, o ato de concessão (contrato que estipula uma renda anual de 90 mil euros e um investimento de 5,2 milhões) ficou por assinar.
«O recurso ao Tribunal foi em desespero de causa. Imperou sempre o silêncio em todos os agentes do poder e restou-nos apelar à Justiça», justificou Rui Martins.

Fonte: Rádio Alto Minho (07.04.2011)

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Mordoma do cartaz da Romaria d’Agonia 2024 escolhida por concurso

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo será selecionada por um júri entre 20 finalistas, todas elas escolhidas entre as concorrentes, abrindo assim espaço para mulheres com idades entre os 18 e os 35 anos participarem. “Qualquer mulher que sinta a nossa Romaria pode concorrer e pode aspirar a ser a mordoma da festa. É uma inovação que introduzimos este ano, pensando em todas as jovens mulheres que alimentam este sonho”, explicou Manuel Vitorino, presidente da VianaFestas, a entidade organizadora das festas da cidade. O novo regulamento para escolha do cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vai ser implementado este ano e substitui o modelo anterior, de concurso promovido, que estava em vigor desde 2011, e que implicava escolher o conjunto do autor, do cartaz e da mordoma. No formato para a definição do cartaz da Romaria a estrear este ano, o mesmo passa a contemplar três fases, com qualquer mul

Sabe o que vai acontecer de 4 a 14 de julho?

Os jardins Público e da Marina vão encher-se de atividades com o “MARGINAL - festa no jardim”. Esta 3ª edição inclui concertos, espetáculos de dança, teatro, showcookings, venda de produtos diversos e propostas gastronómicas, Praça Kids, o Viana Beer Fest – Festival de cerveja artesanal (4 a 7 de julho), entre muito mais, sempre de acesso livre.  E porque já estamos em contagem decrescente para a Festa no Jardim, vamos recordar o programa da Festa?

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

“Marginal - Festa no Jardim” arranca a 14 de julho com experiências para toda a família

De 14 a 24 de julho, vai realizar-se no Jardim Público e no Jardim da Marina um evento cheio de experiências diurnas e noturnas para toda a família. Concertos, dança, jogos, showcookings, ateliers, conversas… vão animar a marginal de Viana do Castelo durante 11 dias. Clique na imagem e conheça a programação completa.

O crochet está de volta às ruas de Vila Nova de Cerveira

A 6ª edição do “O Crochet sai à Rua… em Cerveira” volta a espalhar pelo centro histórico desta vila minhota a arte do crochet, recriando o património mais emblemático de cada freguesia, algumas tradições e ainda muitos outros apontamentos criativos em crochet. Para ver até ao final de setembro de 2023.