Avançar para o conteúdo principal

Tribunal de Viana «em casa definitiva» 17 anos depois

Espaço já custou 648 mil euros de aluguer desde 2008.
O Tribunal de Trabalho de Viana do Castelo começou nesta quarta-feira a funcionar nas novas instalações, pelas quais o ministério da Justiça paga aluguer há quatro anos, depois 17 anos «provisoriamente» instalado num edifício degradado.


A informação foi confirmada esta manhã à agência Lusa por funcionários e magistrados do tribunal, que já hoje começaram a atender os utentes nas novas instalações sendo que a transferência de mobiliário e do arquivo deverá ficar concluído durante o dia de hoje.


«Em horário de expediente já tratamos de qualquer assunto, mas obviamente que ainda estamos muito condicionados, tendo em conta que nos estamos a instalar. Mas a primeira diligência já está marcada para segunda-feira, nestas instalações», explicou um dos funcionários judiciais.


«É um alívio enorme vir para aqui, finalmente. Vivíamos literalmente com o medo que nos caísse tudo em cima. Até ratos, diariamente, tínhamos naquele edifício», confessou um dos funcionários, enquanto colocava a sua secretária no novo espaço.


Fonte do ministério da Justiça (MJ) reconheceu à Lusa ter gasto mais de 648 mil euros pelo aluguer das novas instalações do Tribunal de Trabalho, que só agora começará a utilizar, no âmbito de um acordo celebrado com a câmara, que construiu o edifício.


Desenhado pelo arquiteto Fernando Távora, o edifício foi arrendado em Fevereiro de 2008 pelo MJ, por 14.500 euros mensais e, além do Tribunal do Trabalho, vai acolher a nova valência do Tribunal de Família e Menores de Viana do Castelo, mas esta só avançará depois de definido o novo mapa judiciário.


O tribunal conta com 11 funcionários judiciais e dois magistrados, sendo único em todo o distrito de Viana do Castelo.

Texto: TVI24 online (25.01.2012)

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Pedro Abrunhosa enche Centro Cultural de Viana do Castelo

Milhares de pessoas juntaram-se, este sábado, dia 17 de fevereiro, em Viana do Castelo, para assistir ao concerto do cantor português Pedro Abrunhosa, que encheu o CCVC e trouxe mensagens de amor e paz, apelando ao fim dos conflitos no mundo.

Espaço relvado da Marina ganhou mais árvores

A arborização urbana pode não ser tudo, mas é um elemento importante para a ação climática das cidades e para ajudar com o desconforto térmico nos dias mais quentes do ano.  A autarquia vianense, iniciou recentemente a plantação de cerca de 570 árvores em ambiente urbano, privilegiando espécies autóctones como os Carvalhos, Tílias, Choupos, entre outras de cariz mais ornamental.

Andando pela cidade…

No segundo espaço verde mais antigo de Viana do Castelo, o Jardim D. Fernando, datado de 1888, está a ser alvo de intervenção uma das principais atrações deste jardim, a taça/cascata e gaiolão que alberga algumas aves.

Gigantones e cabeçudos vieram em 1893 para ficar na tradição

Remonta ao ano de 1893 a introdução dos gigantones e cabeçudos na Romaria da Senhora d'Agonia, em Viana do Castelo. Este costume foi importado da região espanhola da Galiza.  Como manda a tradição, vai acontecer todos os dias (20, 21, 22 e 23 de agosto) da Romaria da Agonia 2015, por volta das 12H00, na Praça da República, a habitual revista de “Gigantones e Cabeçudos”. Os Gigantones e cabeçudos, acompanhados de Grupos de Bombos e Zés P’reiras, transformam-se no número mais ruidoso das Festas de Viana, contagiando todos quantos a ele assistem.