Viana do Castelo, cidade há 164 anos


Foi há 164 anos que, por Carta Régia, a antiga vila de Viana do Minho, anteriormente também conhecida por Viana da Foz do Lima e Viana de Caminha, foi elevada a cidade. Esse título foi concedido por D. Maria II, em 20 de Janeiro de 1848. 
Foi a partir desta data, que a antiga Viana, criada vila em 1258 por D. Afonso III, passou a chamar-se Viana do Castelo.


Carta Régia de 20 de Janeiro de 1848
Atendendo a que a Vila de Viana do Minho possui os elementos e recursos necessários para bem sustentar a categoria de cidade, derivados da sua extensão e vantajosa posição topográfica, da sua riqueza e importância comercial, e da qualidade dos edifícios de que é composta; e tomando igualmente em consideração os importantes serviços prestados ao Estado pelos seus habitantes, e os sentimentos de lealdade e constante adesão ao Trono e à Carta Constitucional da Monarquia, que eles em diferentes épocas, têm manifestado por actos de acrisolada devoção cívica e heroicos feitos de valor: - Por estes respeitos e deferindo à súplica da Câmara Municipal da mencionada Vila, em vista da informação do Governador Civil de Viana e da resposta fiscal do Procurador Geral da Coroa, com a qual me conformo: Hei por bem e me apraz que a Vila de Viana do Minho fique erecta em cidade, com a denominação de Cidade de Viana do Castelo, e que, nesta qualidade, goze todas as prerrogativas que direitamente lhe pertencerem; e mando que pela Secretaria de Estado dos Negócios do Reino se passe Carta à Câmara Municipal daquele Concelho em dois diferentes exemplares, um deles para seu título e outro para se remeter ao Real Arquivo da Torre do Tombo. 
O Ministro e Secretário de Estado dos Negócios do Reino assim o tenha entendido e faça executar. 
Paço das Necessidades, em vinte de Janeiro de mil oitocentos e quarenta e oito (1848).

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Aconteceu neste dia...

Câmara de Viana vai acionar garantia de obra para reparar troço de ecovia danificado

Mulheres "orgulhosas" com quilos de ouro ao peito