Fé voltou a levar milhares a Santa Luzia

No passado domingo, dia 17 de junho, cumpriu-se a anual peregrinação ao Sagrado Coração de Jesus, que liga a cidade ao cimo do Monte de Santa Luzia. Esta tradição, que remonta ao ano de 1918, realiza-se após um voto da população de Viana do Castelo para que fosse poupada à epidemia pneumónica que na altura provocava muitos mortos na região. 
Desde essa data, que ano após ano, são aos milhares os peregrinos que a pé e em oração, percorrem o trajeto desde a cidade até ao Templo, para cumprirem as mais variadas promessas. 
Manda a tradição que após a missa campal celebrada em frente ao templo dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, as famílias se reúnam a almoçar nos espaços em redor do Santuário. 
Este costume, que na minha juventude era seguido por inúmeras pessoas, levava a que um elemento da família se deslocasse de madrugada ao cimo do monte de Santa Luzia para “reservar” o melhor espaço para se “estender a mesa no chão”. Presentemente, segundo me contam, são em número mais reduzido as pessoas que levam o “farnel”, preferindo ir almoçar a casa ou nos restaurantes da cidade. 

A foto em baixo (cedida por um amigo), tirada há mais de 40 anos por um dos fotógrafos à la minute ainda hoje habituais junto ao templo de Santa Luzia, regista uma família vianense que no dia da peregrinação se deixou fotografar para a posteridade. Esta fotografia, além de nos evidenciar o casal com os seus 7 filhos (coisa rara nos tempos que correm), mostra-nos também o cesto com o respectivo almoço, o “inseparável” garrafão de vinho e o imprescindível rádio portátil para animar o ambiente.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Reabilitação da Rua Nova de S. Bento

Floreiras dão novo colorido ao Largo João Tomás da Costa

Presidência Portuguesa do Conselho da UE vai passar por Viana do Castelo.