Avançar para o conteúdo principal

Murais e grafites nas ruas de Viana do Castelo

Pintar murais ou grafites nas paredes, por vezes melhoram os espaços degradados e valorizam o património e a paisagem, porém, alguns dos que se vêm pela cidade não passam de rabiscos. 
Há quem considere os murais ou grafites feitos no espaço público um meio de divulgar arte, só que, quando não se distingue se é feita num muro degradado ou num em bom estado, numa casa abandonada ou numa nova ou se é num monumento, não passa de puro vandalismo. 
Felizmente que a cidade Viana do Castelo não é muito flagelada com este tipo de “arte”, quando feita em locais menos apropriados.







Comentários

  1. Este tipo de arte não tem cabimento20 novembro, 2012 13:41

    Este tipo de arte , é um atentado á ordem e respeito. Quando pintam são utizado espaços de terceiros, quer sejam particulares ou publicos.
    Quando executados são sempre por ratos da noite , que actuam na calada da mesma.
    Ainda à dias vi um comboio em Viana completamente pintado.
    Veja-se a via rápida á entrada de Viana.
    Se identificassem os compradores dos sprays nos estabelecimentos comerciais e leis mais rigidas , estas pinturas não existiam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se comprar on-line vai fazer o quê? Não tem mais nada que fazer?
      Pois olhe, vou atacar forte já este ano 2022

      Eliminar
    2. Vou me mudar este ano para Viana . E vou pintar o quanto puder, como o bom rato da noite que sou !!

      Eliminar
  2. Ao comentario anterior e sem querer entrar em discussões. Aconselho por exemplo a procurar sobre a galeria de arte urbana de Lisboa que seesta a tornar referência a nivel mundial e tentar perceber em que consiste esta arte. Ainda para mais muitas dasfotos mostradas são trabalhos legais, incluindo até um feito por alunos da escola de monserrate se não estou em erro.

    ResponderEliminar
  3. Chamem-lhe arte ou que quizerem. Só gostava de saber se um destes "artistas" pintou a parede da sua casa com a sua arte.
    A questão está onde é executada tal "arte". A maioria das vezes estes senhores não querem saber se é feita numa habitação nova ou pintada recentemente, em monumentos... vale tudo para eles. Julgam-se nesse direito.

    ResponderEliminar
  4. É tudo muito bonito... mas quando é feito no património dos outros.

    ResponderEliminar
  5. Tanta Ignorância sobre o Tema Arte de Rua... antes de falarem, deveriam fundamentar a sua opinião com pesquisas sobre o assunto, acho que ajudaria a fazer a separação entre arte de rua e vandalismo!!!!

    ResponderEliminar
  6. Para ouvir este tipo de comentários a Kika deve ser mesmo da geração rasca!
    Quais pesquisas, quais tretas , se fosse vitima de vadios deste espécie não era apologista deste tipo de arte que habitualmente executado na calada da noite.
    Nunca vi ninguém a fazer isto de dia , só no tempo da revolução quando não havia ordem mas sim desordem...........era tudo nosso ! com milícias à mistura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo, deve andar muito distraído, algumas das obras são encomendas de particulares, Camaras, Juntas de Freguesia, Escolas na maior das legalidades.
      Existem também grafites executados sem autorização que não chocam e que até dão vida a algumas paredes ou muros valorizando o espaço. Acho que não se importava de ter uma obra, por exemplo do Banksy, que se não sabe valem milhares de euros. Quem não gostaria de ter um trabalho de Vhils, Bordalo II, Mr Dheo, MrKas, Otheit, Ines.Arisca, Ruido, Coletivo Rua, etc. nas paredes de sua casa. Diga que não é mais bonito ir numa autoestrada e ver as cores desses trabalhos nas superfícies cinzentas dos viadutos ou das barreiras acústicas.
      Outra situação é o de deixar a sua marca só por deixar, mas há tantos mamarrachos nas cidades que ferem mais os olhos e que não se vê ninguém a reclamar, que não vale a pena argumentar mais nada.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Natal 2022 em Viana do Castelo com mais ruas iluminadas e um investimento de 160 mil euros

A Câmara de Viana do Castelo aprovou hoje, por unanimidade, um investimento de 160 mil euros na animação de Natal, menos 10 mil do que em 2021, com “mais ruas iluminadas” e espetáculos multimédia em toda a Avenida dos Combatentes. Segundo o presidente da Câmara de Viana do Castelo, que falava durante a reunião camarária para apresentar protocolo de cooperação entre o município e a Associação Empresarial, o valor destinado à animação de Natal 2022 representa uma poupança de 10 mil euros, em relação ao investimento do ano passado, sendo que, durante os meses de dezembro e janeiro, “haverá mais ruas iluminadas” e que o os espetáculos multimédia, que até agora preenchiam cerca de metade da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, vão ser alargados a toda a extensão da principal artéria da cidade. Os espetáculos multimédia, diários, consistem em jogos de luzes sincronizados com música e, atraem centenas de pessoas. Luís Nobre anunciou ainda que a árvore de Natal 3D, com cerca de 30 metros

Viana acende luzes de Natal a 02 de dezembro

As iluminações de Natal vão acender-se nas ruas da cidade de Viana do Castelo no dia 02 de dezembro, e estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e a 00h00. A programação de Natal será anunciada pela Câmara de Viana no próximo dia 25 de novembro. (Notícia atualizada em 25 nov 2022 com mais informação)

Viana do Castelo vai receber o Natal e Passagem de Ano com concertos, animação de rua, exposições…

De 01 de dezembro de 2022 a 08 de janeiro de 2023 a cidade vive intensamente as festividades do Natal e da chegada do Ano Novo.  A programação “Viana, Coração do Natal”, organizada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo em parceria com a Associação Empresarial de Viana do Castelo, é bastante diversificada. O programa inclui propostas em vários locais na cidade, para que miúdos e graúdos possam celebrar esta época festiva. Praça Natal, Mercado de Natal, atividades infantis, concertos, animação de rua, exposições e passagem de ano, são sugestões de coisas para fazer este Natal, sozinho, entre amigos ou em família. Destaques da Programação > A 02 de dezembro, são inauguradas as iluminações de Natal nas ruas da cidade, em parceria com a Associação Empresarial de Viana do Castelo. Este ano, as iluminações estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e a 00h00. > A Praça da República

Em Viana ainda se vendem os tradicionais presépios em barro

Nos últimos anos, nesta quadra, há uma banca que é montada junto ao Jardim Público, onde ainda é possível comprar pequenas peças coloridas em barro, meio toscas, para montar um presépio tradicional português. São muitas dezenas de peças com origem na região de Barcelos, que retratam o Menino Jesus, Nossa Senhora, São José, manjedoura, burro, vaca, reis magos sobre camelos, moleiro e o seu moinho, rebanhos, fanfarras, o castelo, o casario, a igreja, o padre, entre muitas outras personagens. Um costume que parece um pouco afastado das casas dos portugueses, mas que alguns ainda mantêm o encanto de o montar à moda antiga.

Já se acenderam as luzes de Natal em Viana do Castelo

As iluminações estão presentes em várias ruas de Viana, engalanando ainda duas entradas da cidade, praças e rotundas até ao dia 08 de janeiro de 2023. Este ano, as iluminações estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e as 00h00.