Estabelecimentos comerciais de Viana que resistem e se renovam, conservando viva a tradição e a fama

Prosseguindo o meu roteiro pela cidade, fotografei para a posteridade, mais três marcantes estabelecimentos comerciais de Viana do Castelo que a voracidade dos tempos modernos não conseguiu (ainda) fazer desaparecer. 
São eles a Casa Meira (venda de calçado), de 1943, Pastelaria Manuel Natário, de 1950 e o Joaquim das Flores, de 1957, que resistem ao tempo e vão fazendo a história da cidade.

Casa Meira, Rua Mateus Barbosa

Joaquim das Flores, Rua da Bandeira

Pastelaria Manuel Natário, Rua Manuel Espregueira

Comentários

  1. Nos tempos que correm, nunca se sabe o dia de amanhã.
    Espero que o Natário se aguente aberto por muitos anos, para eu poder continuar a saborear as célebres Bolas de Berlim. Sou fã desta especialidade do Manuel Natário.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Programa da Romaria de 2021 com momentos ‘online’ e eventos com público

Projeto de 1ME quer reabilitar Castelo quatrocentista de Viana do Castelo - TPN

41ª Feira do Livro de Viana já tem data e programa

Com o Atlântico mesmo ao lado