Avançar para o conteúdo principal

O Jornal mais antigo do Continente

É o periódico que se publica há mais tempo em Portugal Continental. "A Aurora do Lima”, de Viana do Castelo, completa hoje 157 anos (fundado em 15 de Dezembro de 1855). 
O jornal, que começou por ser trissemanário e que a partir de 1915 passou a sair duas vezes por semana, presentemente publica-se uma vez por semana. 
O mais antigo título do Continente português, agora dirigido por Bernardo Silva Barbosa, publicou o seu primeiro número num sábado, 15 de Dezembro do ano de 1855, sendo seu diretor o major João Maria Baptista de Oliveira. 
Ao longo dos seus 157 anos de existência, “A Aurora do Lima” conheceu 15 diretores, entre eles Camilo Castelo Branco, que desempenhou o cargo por apenas 55 dias, em 1857.
O conjunto dos números publicados ao longo destes 157 anos, são um contributo muito valioso para conhecer a história de Viana do Castelo. 

Capa histórica do primeiro número de 15 de Dezembro de 1855


Alguns cabeçalhos que a “A Aurora do Lima” conheceu






Conheça mais sobre a história do Jornal "A Aurora do Lima", aqui

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Viana do Castelo volta a viajar no tempo até à época medieval

A Feira Medieval de Viana do Castelo vai voltar às ruas do centro histórico da cidade de 17 a 19 de junho, após a interrupção de dois anos devido à pandemia. A Feira vai contar com um diversificado programa de animação e com a presença de artesãos e restauração. DO PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CONSTA NOMEADAMENTE: ANIMAÇÃO ITINERANTE | CORO MEDIEVAL | ESPETÁCULO DE ABERTURA | ESPETÁCULO DE FOGO | CORTEJO DO SÉQUITO REAL | DANÇAS MEDIEVAIS | MÚSICA MEDIEVAL | MARIONETAS | JOGO DO PAU | DEMONSTRAÇÃO  DE VOO LIVRE | BANDA DE GAITEIROS | OUTORGA DO FORAL | OS GUARDAS REAIS | OFICINA DE TIARAS DE FLORES    | JOGOS MEDIEVAIS Consulte a programação completa do evento, com o local e horário de cada animação, clicando AQUI : 

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Demolição completa com fim à vista

Viana do Castelo, 21 de junho de 2022, Edifício Jardim (Prédio Coutinho).