Avançar para o conteúdo principal

Fotografias no chão vão desafiar Viana a olhar para as questões da igualdade de género

Rua da Bandeira, Viana do Castelo

Ao todo, são 30 fotografias que tanto retratam momentos de afirmação da igualdade entre sexos como práticas que a organização pretende denunciar e prevenir. 
Uma longa passadeira decorada com fotografias vai ser estendida, ao longo de 30 metros, a partir de sábado, na Rua da Bandeira, em pleno centro histórico de Viana do Castelo. As imagens no chão deverão chamar a atenção de quem passa para a importância da igualdade de género nos contextos profissional, familiar e pessoal. 
A intervenção, que decorrerá até dia 27, é composta por três lonas de oito a dez metros por 80 centímetros de largura. Cada painel será estendido ao longo da parte pedonal da Rua da Bandeira. Ao todo, são 30 fotografias que tanto retratam momentos de afirmação da igualdade entre sexos como práticas que a organização pretende denunciar e prevenir. 
As imagens em causa foram selecionadas de um conjunto de 73 fotografias apresentadas ao concurso nacional promovido para o efeito pela Associação Juvenil de Deão (AJD), no âmbito do projeto Caminhos de Igualdade que esta entidade está a promover com o apoio de fundos comunitários. 
Ao todo, concorreram 31 fotógrafos, amadores e profissionais, de todo o país. Apesar dos workshops, dos serões e dos debates sobre a problemática que a AJD tem vindo a promover ao abrigo do projeto Caminhos da Igualdade, esta intervenção ainda é, admite Hugo Fernandes, responsável pela produção executiva do concurso, “a forma mais eficaz de sensibilizar o maior numero de pessoas”. “É uma exposição de rua, fora dos locais convencionais, e, por esse motivo, terá um maior alcance”, sustentou.
Depois de exposta em Viana, a passadeira vai percorrer pelo menos oito freguesias rurais do concelho e, a avaliar pelas reações que têm chegado à AJD, poderá vir a ser apresentada noutras cidades do país. O concurso de fotografia decorreu entre 30 de Novembro e 6 de Janeiro, no âmbito do Caminhos de Igualdade, cofinanciado pelo Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) e pelo Fundo Social Europeu. 
O concurso tem como embaixador André Boto, designado “fotógrafo europeu do ano” de 2010 pela Federação Europeia de Fotógrafos Profissionais. Das 73 imagens candidatadas, oito retratam mulheres e 23 homens.

Fonte: Jornal Público de 14.01.2013

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Viana do Castelo volta a viajar no tempo até à época medieval

A Feira Medieval de Viana do Castelo vai voltar às ruas do centro histórico da cidade de 17 a 19 de junho, após a interrupção de dois anos devido à pandemia. A Feira vai contar com um diversificado programa de animação e com a presença de artesãos e restauração. DO PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CONSTA NOMEADAMENTE: ANIMAÇÃO ITINERANTE | CORO MEDIEVAL | ESPETÁCULO DE ABERTURA | ESPETÁCULO DE FOGO | CORTEJO DO SÉQUITO REAL | DANÇAS MEDIEVAIS | MÚSICA MEDIEVAL | MARIONETAS | JOGO DO PAU | DEMONSTRAÇÃO  DE VOO LIVRE | BANDA DE GAITEIROS | OUTORGA DO FORAL | OS GUARDAS REAIS | OFICINA DE TIARAS DE FLORES    | JOGOS MEDIEVAIS Consulte a programação completa do evento, com o local e horário de cada animação, clicando AQUI : 

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Demolição completa com fim à vista

Viana do Castelo, 21 de junho de 2022, Edifício Jardim (Prédio Coutinho).