Requalificação da frente ribeirinha de Viana do Castelo, no núcleo de Santiago da Barra

Está a decorrer a empreitada de redesenho e valorização dos espaços da Frente Ribeirinha e envolventes ao Forte de Santiago da Barra, orçada em 2,849 milhões de euros.
A intervenção tem como objetivos principais a valorização dos espaços degradados na envolvente do Forte de Santiago da Barra, a valorização do núcleo piscatório, o fomento da circulação e acessibilidades de forma regrada, a colocação de mobiliário urbano e a infraestruturação daquela área.

Espaço da Feira Semanal

Nesta intervenção, está prevista a qualificação dos espaços para a feira semanal, considerando como eixo estruturante a alameda que une o Forte de Santiago da Barra à Igreja da Nossa Senhora da Agonia, prevendo um percurso lúdico na área do baluarte do Forte e a requalificação do espaço público do Campo da Agonia, disciplinando e limitando os lugares de feira e introduzindo novas áreas verdes. Fruto desta reestruturação, o estacionamento automóvel será possível apenas para moradores e para garantir as atividades económicas existentes na envolvente do forte.

Tanque comunitário

Da empreitada consta ainda a requalificação e valorização do tanque comunitário com mais de um século de utilização, através da recuperação dos seus muros e pavimentos e do percurso de água, dotando-o de uma cobertura permanente. Na envolvente ao tanque, será instalada uma nova área pavimentada, dotada de infraestruturas de apoio a serviços públicos.

Núcleo Piscatório

Paralelamente, está prevista a requalificação do núcleo piscatório, através da valorização do espaço público e sua articulação com a acessibilidade ao Forte de Santiago da Barra, incluindo a requalificação do seu fosso e valorização das plataformas dos baluartes exteriores.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Seis pirogas encontradas no rio Lima em Viana do Castelo classificadas "tesouro nacional"

Geoparque Litoral de Viana do Castelo já tem aplicação móvel e sítio na internet

Para memória futura

Praça de Touros de Viana: Processo de demolição quase concluído