Avançar para o conteúdo principal

Russos únicos na corrida à compra dos Estaleiros de Viana


Depois de os brasileiros da Rio Nave terem desistido do negócio, o grupo russo RSI Trading é o único candidato à compra dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo. 
A informação foi confirmada à TSF pelo Ministério da Defesa. O grupo brasileiro, um dos dois selecionados para a última fase da reprivatização dos ENVC, comunicou a intenção de não manter a proposta pela empresa pública portuguesa, face à indefinição de Bruxelas em autorizar a conclusão do negócio. 
A venda da empresa está suspensa desde dezembro devido a pedidos de esclarecimento apresentados pela Comissão Europeia ao Governo português por dúvidas na atribuição de apoios estatais aos ENVC de 180 milhões de euros.

A propósito deste processo de investigação lançado por Bruxelas, elementos dos ministérios das Finanças e da Defesa reúnem hoje na Comissão Europeia. 
Em declarações à TSF, o presidente da câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, afirmou ter ficado muito preocupado com a notícia que ouviu esta manhã. 
«Foi com muita preocupação que tomei conhecimento da notícia e isto é também o desbaratar de um certo capital de esperança que havia para uma solução para os estaleiros. É mais um episódio que não dignifica ninguém e vou pedir hoje mesmo uma reunião de urgência com o Ministério da defesa para perceber o que se está a passar», disse à TSF José Maria Costa. 
O grupo russo RSI Trading já confirmou o prolongamento por mais um mês da validade da proposta, que entretanto expiraria, o mesmo não acontecendo, assim, com os brasileiros da Rio Nave. 
«Estamos na corrida e vamos continuar. Mas esta incerteza não é nada positiva e vemos com preocupação a degradação das condições da empresa e da força anímica dos trabalhadores», explicou à Lusa Frederico Casal-Ribeiro, representante em Portugal dos interesses dos russos RSI Trading. 
O responsável admitiu preocupação também com o contrato rubricado em 2011 entre os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) e a empresa de petróleos da Venezuela, por 128 milhões de euros, e que deverá ser «renegociado» pelo Governo português com as autoridades de Caracas, segundo o grupo russo. 
O grupo RSI Trading também garante uma solução para o ferryboat "Atlântida", construído nos ENVC e rejeitado pelo Governo dos Açores. 
A empresa RSI Trading integra a Corporação Financeira da Rússia, do magnata Andrei Kissilov, e a entrada no concurso da reprivatização dos ENVC insere-se nos planos de expansão do grupo.

Fonte: TSF (05.02.2013)

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Viana acende luzes de Natal a 02 de dezembro

As iluminações de Natal vão acender-se nas ruas da cidade de Viana do Castelo no dia 02 de dezembro, e estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e a 00h00. A programação de Natal será anunciada pela Câmara de Viana no próximo dia 25 de novembro. (Notícia atualizada em 25 nov 2022 com mais informação)

Natal 2022 em Viana do Castelo com mais ruas iluminadas e um investimento de 160 mil euros

A Câmara de Viana do Castelo aprovou hoje, por unanimidade, um investimento de 160 mil euros na animação de Natal, menos 10 mil do que em 2021, com “mais ruas iluminadas” e espetáculos multimédia em toda a Avenida dos Combatentes. Segundo o presidente da Câmara de Viana do Castelo, que falava durante a reunião camarária para apresentar protocolo de cooperação entre o município e a Associação Empresarial, o valor destinado à animação de Natal 2022 representa uma poupança de 10 mil euros, em relação ao investimento do ano passado, sendo que, durante os meses de dezembro e janeiro, “haverá mais ruas iluminadas” e que o os espetáculos multimédia, que até agora preenchiam cerca de metade da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, vão ser alargados a toda a extensão da principal artéria da cidade. Os espetáculos multimédia, diários, consistem em jogos de luzes sincronizados com música e, atraem centenas de pessoas. Luís Nobre anunciou ainda que a árvore de Natal 3D, com cerca de 30 metros

Em Viana ainda se vendem os tradicionais presépios em barro

Nos últimos anos, nesta quadra, há uma banca que é montada junto ao Jardim Público, onde ainda é possível comprar pequenas peças coloridas em barro, meio toscas, para montar um presépio tradicional português. São muitas dezenas de peças com origem na região de Barcelos, que retratam o Menino Jesus, Nossa Senhora, São José, manjedoura, burro, vaca, reis magos sobre camelos, moleiro e o seu moinho, rebanhos, fanfarras, o castelo, o casario, a igreja, o padre, entre muitas outras personagens. Um costume que parece um pouco afastado das casas dos portugueses, mas que alguns ainda mantêm o encanto de o montar à moda antiga.

Viana do Castelo vai receber o Natal e Passagem de Ano com concertos, animação de rua, exposições…

De 01 de dezembro de 2022 a 08 de janeiro de 2023 a cidade vive intensamente as festividades do Natal e da chegada do Ano Novo.  A programação “Viana, Coração do Natal”, organizada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo em parceria com a Associação Empresarial de Viana do Castelo, é bastante diversificada. O programa inclui propostas em vários locais na cidade, para que miúdos e graúdos possam celebrar esta época festiva. Praça Natal, Mercado de Natal, atividades infantis, concertos, animação de rua, exposições e passagem de ano, são sugestões de coisas para fazer este Natal, sozinho, entre amigos ou em família. Destaques da Programação > A 02 de dezembro, são inauguradas as iluminações de Natal nas ruas da cidade, em parceria com a Associação Empresarial de Viana do Castelo. Este ano, as iluminações estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e a 00h00. > A Praça da República

Sinais novos, hábitos velhos

Esta sinalização foi colocada há algumas semanas neste local da Rua dos Manjovos, no centro histórico da cidade de Viana do Castelo, de forma a ser mais visível (anteriormente estava colocada junto ao prédio que se encontra no lado direito da foto). Apesar da nova localização tornar os sinais bem mais visíveis, as infrações continuam a acontecer todos os dias. A referida sinalização rodoviária mostra o que é permitido e o que é proibido fazer. Por que é tão difícil respeitar as regras de trânsito?