Avançar para o conteúdo principal

Ainda (e sempre...) o Largo de Santa Catarina

Já por várias vezes aqui referi a situação (muito comum) dos carros em cima do passeio no Largo de Santa Catarina, na Ribeira de Viana do Castelo. 
Nesta zona (e não só) da cidade, os automóveis parecem ter livre trânsito e estacionam em cima dos passeios com toda a naturalidade, tal é a incompetência dos responsáveis (Câmara e polícia), que aparentam ignorar tais condutas, e multar por estes lados não deve ser muito habitual, caso contrário, certamente não haveria tanta gente a "habilitar-se". 
Já ouvi muitos automobilistas dizerem que estacionam assim porque não há outro lugar. Acontece que, a pouco mais de cem metros (junto ao Monumento à Mulher Vianesa e edifício do ISN, nas proximidades da muralha poente do Castelo de S. Tiago da Barra), lugares são coisa que não falta e de borla. 
Já me aconteceu a mim e a outros amigos meus, ao caminharmos neste local, sermos confrontados com a inevitabilidade de ter-mos de estar de olhar atento à retaguarda, tal é a frequência de automobilistas a circular no passeio, à procura de um “buraco” para estacionar, não raras vezes chegando ao cúmulo de fazerem sinais de luzes para nos desviar-mos. 
O problema não é só da falta de civismo dos automobilistas, é também das autoridades que "deixam fazer" ou "não se importam" que tais situações aconteçam.

(clique na imagem para ampliar e ver melhor)

Comentários

  1. A Estrada de Santa Luzia, perto dos acessos do Hospital, merecia mais destaque do que esta praça, pelas dificuldades de circulação que coloca, nomeadamente de ambulâncias. Com a complacência, esporadicamente interrompida, da PSP.

    ResponderEliminar
  2. Eu aqui já ia sendo atropelado e o "condutor"da viatura ainda se achava com razão,sobem e descem nas rampas das passadeiras e isto é todos os dias.As autoridades fazem-se de cegos para não terem trabalho e chegamos a este descalabro.

    ResponderEliminar
  3. Hoje estavam bem mais carros que na fotografia.

    O passeio era mais um parque de estacionamento que um local para peões, mas isso para esta gente é o menos importante.

    Importante, importante, são mesmo eles.

    O que é lamentável é que esta gente vai continuar a fazer o mesmo e a defender-se como sempre, com o velho discurso do coitadinho que é coisa que rende, rende, rende.

    E o que é mais incrível, é que os críticos do tudo e do nada tão presentes nesta terra, nunca vêem estas imagens.

    Possivelmente estarão de férias nestas ocasiões.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde.Me fiz seguidora deste blog porque Viana está no meu coração,adorava morar ai,infelizmente não posso.Tenho por esta cidade grandes ligações de afeto. Realmente no caso que aqui apresenta,tem muita razão,é o que a cidade esta mal dotada,estacionamentos.Depois todos eles são a pagar e muito caros,o que a câmara devia olhar.Já estive a morar ai na cidade e se queria ter o carro minimamente protegido era no parque e muito caro.Desta forma não se leva pessoas a querer ficar noutra terra.Gostei muito do blog e por aqui virei sempre que possível. Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.

Viana do Castelo volta a viajar no tempo até à época medieval

A Feira Medieval de Viana do Castelo vai voltar às ruas do centro histórico da cidade de 17 a 19 de junho, após a interrupção de dois anos devido à pandemia. A Feira vai contar com um diversificado programa de animação e com a presença de artesãos e restauração. DO PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CONSTA NOMEADAMENTE: ANIMAÇÃO ITINERANTE | CORO MEDIEVAL | ESPETÁCULO DE ABERTURA | ESPETÁCULO DE FOGO | CORTEJO DO SÉQUITO REAL | DANÇAS MEDIEVAIS | MÚSICA MEDIEVAL | MARIONETAS | JOGO DO PAU | DEMONSTRAÇÃO  DE VOO LIVRE | BANDA DE GAITEIROS | OUTORGA DO FORAL | OS GUARDAS REAIS | OFICINA DE TIARAS DE FLORES    | JOGOS MEDIEVAIS Consulte a programação completa do evento, com o local e horário de cada animação, clicando AQUI : 

Canhão do século XVIII roubado do interior da Fortaleza de Valença

Um canhão do reinado de D. João V, do século XVIII, pertencente ao Arsenal Real do Exército, foi roubado na madrugada de hoje do baluarte do Socorro, junto à pousada de S. Teotónio, no interior da fortaleza de Valença. Em comunicado enviado às redações, a autarquia da segunda cidade do distrito de Viana do Castelo, adiantou “tratar-se de um magnífico exemplar de armamento bélico, que estava exposto no Baluarte do Socorro, no interior da Fortaleza de Valença”. “Ao que tudo indica, o canhão foi arremessado muralha abaixo, para um patamar intermédio, e novamente atirado para o fosso da fortaleza, onde terá sido recolhido e transportado. Este é um roubo que abrange o património móvel nacional existente na fortaleza de Valença”, refere a nota. A Câmara de Valença “participou a ocorrência à GNR sendo que foi acionada, de imediato, a Polícia Judiciária (PJ) que já esteve no local a recolher provas”. O presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira manifestou-se “profundame

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.