Avançar para o conteúdo principal

Inauguração do Centro Cultural de Viana do Castelo foi novamente adiada

A autarquia tinha anunciado que o Centro Cultural seria inaugurado no dia do aniversário dos 755 anos da atribuição do foral a Viana, ou seja 18 de junho de 2013. Agora a nova data prometida para a inauguração é durante o mês de julho. 
Segundo a autarquia, o adiamento deve-se ao mau tempo, que fez com que os arranjos exteriores se atrasassem. 
O Centro Cultural de Viana do Castelo começou a ser construído em janeiro de 2008 e tem um custo de 13,1 milhões de euros. 
Projeto da autoria do arquiteto Souto Moura, inicialmente designado de Coliseu, passou para Pavilhão Multiusos e finalmente Centro Cultural de Viana do Castelo. 
É constituído por três pisos e tem uma área de implantação de 3.792 m2. No piso -1 está inserido o recinto de jogo e o acesso às bancadas laterais. O piso 0 destaca-se pelo vidro utilizado, que garante a transparência entre a cidade, o rio e o interior do próprio edifício. E por último no Piso 1 encontram-se as cabines cénicas e os espaços administrativos. 
Estará preparado para acolher eventos de grande dimensão como provas desportivas, festivais de música, concertos, cinema, congressos, exposições e feiras.

(clique na imagem para ampliar e ver melhor)


Comentários

  1. Só neste país........13 junho, 2013 13:40

    Os historiadores da nossa terra vão ter muitas " istórias " para contar sobre esta obra.
    Conte-se a verdade porque a historia da Praça da Forca foi adulterada e a verdade foi corrigida e publicada em jornal.
    A cidade assistiu a toda a hora à mudança de datas de conclusão, ,à falta de recursos , e à alteração de nomes .
    Uma autentica vergonha só mesmo nesta republica das bananas.








    ResponderEliminar
  2. Estou ansiosa por ver esta obra concluída. Tenho ouvido e lido muitas opiniões discordantes sobre o edifício e a sua localização.
    Na minha modesta opinião acho que depois de tudo pronto vai ficar uma zona da cidade muito atrativa. É preciso é dinamizar espetáculos naquelas instalações para dar vida à cidade.

    ResponderEliminar
  3. Sem querer parecer mais um velho do Restelo, em minha opinião a cidade dificilmente comporta este edifício, que ao que parece tem uma manutenção cara.
    Tem qualquer coisa que lembra a casa de chá da Boa Nova, o estádio em Aveiro, o Edifício Transparente no Porto e a uns metros o edifício da marina.
    Podem ser muito bonitos, mas não têm vida por falta de população pagante.
    Queira Deus que eu me engane, como tantas vezes acontece.
    É que quando se tem de optar entre o pão e o circo, muitos optam pelo circo.

    ResponderEliminar
  4. Viana foi eleita a melhor cidade europeia pela sua dinâmica e gestão.
    Distinguida por uma associação internacional não governamental na Suíça a Oxford Europe Business Assembley " The Best City".
    Deve haver algum equivoco a presença dos organizadores deve ter sido num dia muito chuvoso como é frequente nos dias de inverno por Viana.
    Viana encontra-se numa das zonas mais pobres do país.
    O comércio está na amargura ,as lojas fecham umas atrás das outras.
    A industria é insignificante o que obriga as pessoas e jovens a deslocarem-se para fora na esperança de encontrar um futuro melhor.
    O nível de vida é extremamente caro. O inverno é um desterro , logo cedo não se vê ninguém na rua.
    A cidade apresenta espaços vazios tais como a praça 1o de maio, a Marina considerados pelos locais como " Elefantes Brancos ".
    A cidade só sobrevive de uma industria artesanal em Agosto " O folclore "
    O emprego é uma miragem , quem pretender fazer carreira tem de sair daqui para fora , emigrar ,porque a cidade parou no tempo ....... dorme, como já se dizia aqui à uns anos atrás.

    ResponderEliminar
  5. Para mais tarde recordar27 junho, 2013 21:07

    Aqui há uns anos atrás também apareceu uma instituição estrangeira não governamental com sede em Madrid a distinguir empresas e restaurantes . Era atribuído um prémio aos mesmos pela forma empreendedora e qualidade. O premio era nada mais que um diploma , onde se convocava uma entrega de prémios num hotel, onde se devia formalizar a presença, era paga a estadia de três dias ,incluindo o menu, e a viagem de avião.
    O jornal " tal e qual" desmascarou este tipo de prémios que não passavam de uma burla , e que muito trouxa acreditou .
    Aqui em Viana conheço um caso pontualmente , um restaurante que foi distinguido como o melhor restaurante de Portugal.
    O proprietário acreditou plenamente nesse prémio que mostrava com vaidade , mas tudo não passava de uma farsa.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.

Viana do Castelo volta a viajar no tempo até à época medieval

A Feira Medieval de Viana do Castelo vai voltar às ruas do centro histórico da cidade de 17 a 19 de junho, após a interrupção de dois anos devido à pandemia. A Feira vai contar com um diversificado programa de animação e com a presença de artesãos e restauração. DO PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CONSTA NOMEADAMENTE: ANIMAÇÃO ITINERANTE | CORO MEDIEVAL | ESPETÁCULO DE ABERTURA | ESPETÁCULO DE FOGO | CORTEJO DO SÉQUITO REAL | DANÇAS MEDIEVAIS | MÚSICA MEDIEVAL | MARIONETAS | JOGO DO PAU | DEMONSTRAÇÃO  DE VOO LIVRE | BANDA DE GAITEIROS | OUTORGA DO FORAL | OS GUARDAS REAIS | OFICINA DE TIARAS DE FLORES    | JOGOS MEDIEVAIS Consulte a programação completa do evento, com o local e horário de cada animação, clicando AQUI : 

Canhão do século XVIII roubado do interior da Fortaleza de Valença

Um canhão do reinado de D. João V, do século XVIII, pertencente ao Arsenal Real do Exército, foi roubado na madrugada de hoje do baluarte do Socorro, junto à pousada de S. Teotónio, no interior da fortaleza de Valença. Em comunicado enviado às redações, a autarquia da segunda cidade do distrito de Viana do Castelo, adiantou “tratar-se de um magnífico exemplar de armamento bélico, que estava exposto no Baluarte do Socorro, no interior da Fortaleza de Valença”. “Ao que tudo indica, o canhão foi arremessado muralha abaixo, para um patamar intermédio, e novamente atirado para o fosso da fortaleza, onde terá sido recolhido e transportado. Este é um roubo que abrange o património móvel nacional existente na fortaleza de Valença”, refere a nota. A Câmara de Valença “participou a ocorrência à GNR sendo que foi acionada, de imediato, a Polícia Judiciária (PJ) que já esteve no local a recolher provas”. O presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira manifestou-se “profundame

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.