Avançar para o conteúdo principal

30 milhões de euros para o despedimento dos trabalhadores dos Estaleiros de Viana


O Estado vai gastar cerca de 30 milhões de euros em indemnizações aos 620 trabalhadores dos Estaleiros de Viana, sabe o Negócios. O grupo Martifer, que ganhou a subconcessão dos terrenos e equipamentos da empresa, deverá garantir 400 postos de trabalho nos próximos três anos. 
Já se sabia que os 620 trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) iriam ser todos despedidos. Faltava conhecer a factura para o Estado, via indemnizações, e o número de empregos que a subconcessionária Martifer iria assumir. 
O grupo de Oliveira de Frades confirmou esta tarde que se compromete a ficar com cerca de 400 dos actuais 620 trabalhadores dos ENVC, nos próximos três anos. 
Somando a maioria dos efectivos que vão recorrer ao fundo de desemprego e os que estão em situação de pré-reforma, o drama social que poderia resultar do fim da empresa estatal deverá assim ser esvaziado neste período de tempo. É esta a mensagem que o Governo irá passar sobre o processo.
E o Negócios sabe que o Estado irá desembolsar cerca de 30 milhões de euros em indemnizações aos 620 trabalhadores que irão ser despedidos dos ENVC, o que dá, em termos grosseiros, uma média próxima dos 50 mil euros por trabalhador, a graduar em função da antiguidade. 
As administrações dos ENVC e da Martifer continuam a negociar o acordo de subconcessão dos terrenos e equipamentos da empresa estatal vianense ao grupo de Oliveira de Frades, estando ainda por firmar o número de postos de trabalho a garantir no arranque das operações da subconcessionária.
Foi a 18 de Outubro que a administração dos ENVC decidiu subconcessionar à Martifer os terrenos, infra-estruturas e equipamentos da empresa. 
O grupo português, que detém os estaleiros navais Navalria, em Aveiro, vai pagar 415 mil euros por ano por esta subconcessão, que vigorará até 31 de Março de 2031.

Fonte: Jornal de Negócios (27.11.2013)

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Viana acende luzes de Natal a 02 de dezembro

As iluminações de Natal vão acender-se nas ruas da cidade de Viana do Castelo no dia 02 de dezembro, e estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e a 00h00. A programação de Natal será anunciada pela Câmara de Viana no próximo dia 25 de novembro. (Notícia atualizada em 25 nov 2022 com mais informação)

Natal 2022 em Viana do Castelo com mais ruas iluminadas e um investimento de 160 mil euros

A Câmara de Viana do Castelo aprovou hoje, por unanimidade, um investimento de 160 mil euros na animação de Natal, menos 10 mil do que em 2021, com “mais ruas iluminadas” e espetáculos multimédia em toda a Avenida dos Combatentes. Segundo o presidente da Câmara de Viana do Castelo, que falava durante a reunião camarária para apresentar protocolo de cooperação entre o município e a Associação Empresarial, o valor destinado à animação de Natal 2022 representa uma poupança de 10 mil euros, em relação ao investimento do ano passado, sendo que, durante os meses de dezembro e janeiro, “haverá mais ruas iluminadas” e que o os espetáculos multimédia, que até agora preenchiam cerca de metade da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, vão ser alargados a toda a extensão da principal artéria da cidade. Os espetáculos multimédia, diários, consistem em jogos de luzes sincronizados com música e, atraem centenas de pessoas. Luís Nobre anunciou ainda que a árvore de Natal 3D, com cerca de 30 metros

Em Viana ainda se vendem os tradicionais presépios em barro

Nos últimos anos, nesta quadra, há uma banca que é montada junto ao Jardim Público, onde ainda é possível comprar pequenas peças coloridas em barro, meio toscas, para montar um presépio tradicional português. São muitas dezenas de peças com origem na região de Barcelos, que retratam o Menino Jesus, Nossa Senhora, São José, manjedoura, burro, vaca, reis magos sobre camelos, moleiro e o seu moinho, rebanhos, fanfarras, o castelo, o casario, a igreja, o padre, entre muitas outras personagens. Um costume que parece um pouco afastado das casas dos portugueses, mas que alguns ainda mantêm o encanto de o montar à moda antiga.

Viana do Castelo vai receber o Natal e Passagem de Ano com concertos, animação de rua, exposições…

De 01 de dezembro de 2022 a 08 de janeiro de 2023 a cidade vive intensamente as festividades do Natal e da chegada do Ano Novo.  A programação “Viana, Coração do Natal”, organizada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo em parceria com a Associação Empresarial de Viana do Castelo, é bastante diversificada. O programa inclui propostas em vários locais na cidade, para que miúdos e graúdos possam celebrar esta época festiva. Praça Natal, Mercado de Natal, atividades infantis, concertos, animação de rua, exposições e passagem de ano, são sugestões de coisas para fazer este Natal, sozinho, entre amigos ou em família. Destaques da Programação > A 02 de dezembro, são inauguradas as iluminações de Natal nas ruas da cidade, em parceria com a Associação Empresarial de Viana do Castelo. Este ano, as iluminações estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e a 00h00. > A Praça da República

A magia do Natal está de regresso à Praça

Com a chegada da época mais especial do ano, está de volta à Praça da República de Viana do Castelo, a Praça Natal. De 02 de dezembro de 2022 a 08 de janeiro de 2023 a principal Praça da cidade vai estar decorada com motivos alusivos à época natalícia. Não vão faltar a Casa do Pai Natal, a Árvore de Natal, o Presépio e também um Carrossel que vai proporcionar aos mais pequenos momentos de diversão e alegria. Refira-se, que a Praça Natal faz parte do evento “Viana, Coração do Natal”, que apresenta mais de uma centena de propostas e iniciativas, para todos os gostos e idades, até à primeira semana de janeiro do novo ano. Praça Natal, Mercado de Natal, atividades infantis, concertos, animação de rua, exposições e passagem de ano são os pontos altos da programação.