Estaleiros de Viana: Tanto tempo... para chegar a esta solução?

Os 609 trabalhadores dos ENVC serão despedidos até janeiro de 2014 e a Martifer, a quem foi adjudicada a subconcessão dos terrenos e infraestruturas, só escolhe aqueles que quiser. 
Recorde-se que o ministro da Defesa Aguiar Branco, em julho de 2011, poucos dias após a tomada de posse deste Governo, anunciou que "entre Setembro e Outubro" desse ano, seria encontrada uma solução para os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC). 
Entretanto, os 609 trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo limitaram-se praticamente durante estes dois anos e tal a picar o cartão às 8h da manhã, às 12h para almoçar, às 13h para passar o resto da tarde e às 16h30 para irem embora, pois pouco ou nada tinham para fazer. 

A construção número 1 dos Estaleiros de Viana - Senhor dos Mareantes 
Com a dimensão total de 71,5 m, Potência (cv) 1700 e velocidade (nós) 11, foi entregue em Agosto 1948 à Empresa de Pesca de Viana. 


A última construção dos Estaleiros de Viana - NRP Figueira da Foz 
Entregue à Marinha Portuguesa em 25 de novembro de 2013.
Este navio está particularmente vocacionado para atuar na Zona Económica Exclusiva nacional desenvolvendo tarefas específicas no âmbito da busca e salvamento no mar, da fiscalização da pesca e do controlo da navegação, em particular, no que se refere aos esquemas de separação de tráfego, da prevenção e combate a atividades ilegais como o narcotráfico, imigração ilegal, tráfico de armas e outros ilícitos, em colaboração e apoio a outras autoridades nacionais.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Enorme máquina giratória vai “triturar” mais de 15 mil toneladas de materiais dos 13 andares do prédio Coutinho

Queixa contra desconstrução do prédio Coutinho arquivada pelo MP

Morreu a ''PALMIRINHA''

Laboratório do mar com minissubmarino e aquário abriu em Viana do Castelo