Avançar para o conteúdo principal

Primeiro Hotel do Chocolate em Portugal com inauguração marcada para maio

O primeiro hotel português dedicado ao chocolate abre portas em Viana do Castelo em meados do mês de maio, depois de o mau tempo ter atrasado as obras de reconversão da antiga fábrica de chocolates da "Avianense". 
A abertura do hotel "Fábrica do Chocolate", apresentado pelos promotores como único do género no país, estava programada para 01 de abril de 2014, data em que a marca chocolates "Avianense" completa um século. 
"A obra está numa fase próxima dos acabamentos, tivemos o contraponto do mau tempo, que atrasou os trabalhos. Mas estamos com um prazo previsto de abertura para meados de maio", explicou hoje Goretti Silva, gerente da empresa "Na Rota do Chocolate", durante uma visita às obras. 
De acordo com a responsável, a reconversão do edifício da antiga fábrica de chocolates, construído entre 1926 e 1928, dará lugar a um hotel temático de quatro estrelas, através de um investimento de 3,4 milhões de euros. Deste total, 2,2 milhões de euros foram comparticipados por fundos comunitários, através de uma candidatura que os promotores apresentaram ao Instituto do Turismo. "Em Portugal é um conceito inovador e mesmo em termos internacionais não há muitos hotéis deste género a funcionarem no espaço de uma antiga fábrica também de chocolate. Aqui estamos a falar de um exemplo de arqueologia industrial", explicou anteriormente à Lusa Goretti Silva. 
Além do alojamento, com 18 quartos - dos quais cinco são 'suites' -, o empreendimento terá ainda uma área de restauração com capacidade para 50 pessoas e um centro interpretativo dedicado ao chocolate e que até incluirá alguma maquinaria que restou da antiga fábrica. 
"O centro interpretativo vai retratar o ciclo de fabrico e comercialização do chocolate e terá um apontamento daquilo que foi o edifício enquanto espaço fabril e da própria marca 'Avianense'. 
Em paralelo com outras marcas nacionais e internacionais", explicou Goretti Silva. 
Uma loja 'gourmet' ou tratamentos de chocoterapia com cacau e chocolate, serão outros serviços a disponibilizar. A fábrica de chocolates "Avianense" foi declarada falida a 24 de setembro de 2004, lançando para o desemprego 48 trabalhadores, face a dívidas de 2,2 milhões de euros. 
A marca centenária, bem como os equipamentos e a frota da empresa, foram arrematados, por cerca de 150 mil euros, por um empresário que em agosto de 2005 retomou o fabrico dos chocolates em Durrães, Barcelos, onde ainda é feito. 
O espaço que albergou a produção de chocolate durante mais de 90 anos, em pleno centro da cidade de Viana do Castelo, ficou devoluto e já foi entretanto demolido, à exceção da fachada do edifício principal, classificada, datada do início do século XX. 
"Vamos mantê-la porque será o elemento de ligação entre as duas realidades. O fabrico de chocolate que aqui existia e a nova utilização, enquanto hotel, restaurante e centro interpretativo, que passará a ser dada ao espaço", sublinhou a gerente, estimando a criação de 19 postos de trabalho com este investimento. 
O "Imperador", um bombom feito com uma amêndoa torrada nacional e chocolate de leite, é ainda hoje a grande imagem de marca da "Avianense".

Fonte: Agência Lusa (2014.03.13)

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Mordoma do cartaz da Romaria d’Agonia 2024 escolhida por concurso

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo será selecionada por um júri entre 20 finalistas, todas elas escolhidas entre as concorrentes, abrindo assim espaço para mulheres com idades entre os 18 e os 35 anos participarem. “Qualquer mulher que sinta a nossa Romaria pode concorrer e pode aspirar a ser a mordoma da festa. É uma inovação que introduzimos este ano, pensando em todas as jovens mulheres que alimentam este sonho”, explicou Manuel Vitorino, presidente da VianaFestas, a entidade organizadora das festas da cidade. O novo regulamento para escolha do cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vai ser implementado este ano e substitui o modelo anterior, de concurso promovido, que estava em vigor desde 2011, e que implicava escolher o conjunto do autor, do cartaz e da mordoma. No formato para a definição do cartaz da Romaria a estrear este ano, o mesmo passa a contemplar três fases, com qualquer mul

Sabe o que vai acontecer de 4 a 14 de julho?

Os jardins Público e da Marina vão encher-se de atividades com o “MARGINAL - festa no jardim”. Esta 3ª edição inclui concertos, espetáculos de dança, teatro, showcookings, venda de produtos diversos e propostas gastronómicas, Praça Kids, o Viana Beer Fest – Festival de cerveja artesanal (4 a 7 de julho), entre muito mais, sempre de acesso livre.  E porque já estamos em contagem decrescente para a Festa no Jardim, vamos recordar o programa da Festa?

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

“Marginal - Festa no Jardim” arranca a 14 de julho com experiências para toda a família

De 14 a 24 de julho, vai realizar-se no Jardim Público e no Jardim da Marina um evento cheio de experiências diurnas e noturnas para toda a família. Concertos, dança, jogos, showcookings, ateliers, conversas… vão animar a marginal de Viana do Castelo durante 11 dias. Clique na imagem e conheça a programação completa.

O crochet está de volta às ruas de Vila Nova de Cerveira

A 6ª edição do “O Crochet sai à Rua… em Cerveira” volta a espalhar pelo centro histórico desta vila minhota a arte do crochet, recriando o património mais emblemático de cada freguesia, algumas tradições e ainda muitos outros apontamentos criativos em crochet. Para ver até ao final de setembro de 2023.