Avançar para o conteúdo principal

Joana Vasconcelos mostra ''Coração Independente'' em Viana do Castelo

A obra “Coração Independente”, da artista plástica Joana Vasconcelos, vai ser exposta em Viana do Castelo durante o mês de agosto, de 20 a 24, no Centro Cultural de Viana do Castelo. "Coração Independente" apresenta-se sob a forma de um enorme coração de Viana, peça icónica da filigrana portuguesa, pacientemente preenchido com talheres de plástico.
A artista é, este ano, a presidente da Comissão de Honra da Romaria da Senhora da Agonia.

Comentários

  1. Coração de Filigrana07 agosto, 2014 21:37

    Sejamos honestos.
    Tem mais valor um artífice que trabalha em filigrana .
    A peça é executada pela pessoa do principio ao fim. Não tem colaboradores.
    Estes sim são artesãos que labutam nesta arte. Quanto ao « coração independente » nada tem de especial é executado com colheres de plástico. Que dirão os artesãos de Povoa de Lanhoso , Travassos, e Gondomar que labutam no ouro fazendo milhares de peças rendilhadas e não são homenageados. Os verdadeiros artistas são esquecidos .
    O simbolo do coração é usado pelas gentes de Viana e todo o Minho. Foi criado por artífices de Gondomar ,descoberto há muitos anos ainda a Joaninha não era nascida.

    ResponderEliminar
  2. É tipido do português invejoso que não faz nada e critica os outros quando estes colocam o nome de Portugal nas melhores galerias de arte mundiais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, todos os olhares em obras artisiticas são válidos e genuinos, a arte só é arte sobretudo arte moderna porque tem uma relação com o publico, veja , ha arte nesta obra , porque é extremamente criativa e porque está dentro das denominações de obra de arte. Mas como todas as obras de arte contemporaneas são pso modernas em que o artificial e nao autentico copia o autentico e por vezes pela popularidade mediatica , dos media e social groups, dos likes que deixam nas platformas sociais fazem destas obras mais "reais 2 e artisticas do que as obras de arte originais.

      Portanto send arte , e não desprezando o trabalho criativo de uma artista portuguesa tao nova, e tb importante enaltecer as várias obras de arte dos artistas e artesãos da filigrana de ouro .

      e sermos mais simpáticosuns com os outros começa a ser original e uma forma de arte tb.

      Eliminar
  3. Artesão de Gondomar13 agosto, 2014 20:06

    Tanto artesão anónimo que não tem a sorte de ter apoio de quem quer que seja. Muitos artesãos lutam pela sobrevivência não passando da «cepa torta » .
    Alguns caem do « Céu » e tem as glórias.
    Grande parte dos chamados anónimos são os verdadeiros artistas,o resto é tudo paisagem ........
    O segredo é alma do negócio.

    ResponderEliminar
  4. A única inveja que eu tenho é não ter nascido num berço de ouro!
    Assim podia correr meio mundo.

    ResponderEliminar
  5. Sou do Porto, logo distante do mundo da Filigrana!
    Preciso de uma informação!
    Numa Ourivesaria aqui no Porto, disseram-me que para distinguir o Coração de Viana pelo do Gondomar, é a seguinte explicação!
    O Coração de Viana, tem o vertice virado para a Esquerda
    O Coração de Gondomar, tem o vertice, virado para a Direita
    Isto é verdade?
    Gostava que alguem me explicasse esta duvida
    Se entender faze-lo em privado, não tem problema!
    Este é o meu E-mail: finoteixeira@gmail.com
    Muito Obrigado
    Beijos & Abraços
    Zeferino Teixeira -(PORTO)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Corte de árvore no Jardim Público

Talvez por se encontrar com problemas, e no sentido de garantir maior segurança aos utentes do Jardim Público Marginal da cidade de Viana do Castelo, está a ser cortada uma árvore de grande porte. Neste que é o espaço verde mais antigo da cidade, datado de 1881, existem mais de 150 árvores, na sua maioria tílias.

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Escadório de Santa Luzia

A Basílica de Santa Luzia, situada no alto do monte com o mesmo nome, é o monumento mais conhecido e visitado da cidade de Viana do Castelo. Para lá chegar tem três opções: a estrada, o funicular ou o escadório. Quem optar pelo funicular, fará um percurso de 650 metros, vencendo um desnível de 160 metros, numa viagem com duração de aproximadamente 7 minutos. Quem se sentir atraído a ir a pé pelo escadório, terá que subir 659 degraus. Subir esta escadaria não é assim tão difícil, basta ir com calma, parando quando o cansaço aparecer. Veja algumas fotografias do escadório de Santa Luzia.

Quem vai ao mar avia-se em terra

Tripulação do “Santa Luzia no Monte” no porto de pesca de Viana do Castelo, a preparar os covos para uma próxima saída para a faina.