Avançar para o conteúdo principal

Um milhão de euros para requalificar Santuário de Santa Luzia

Templo de Santa Luzia, Viana do Castelo

A Confraria de Santa Luzia vai lançar a concurso público, em novembro, um investimento de um milhão de euros integrado no plano de requalificação daquele santuário, em Viana do Castelo, disse à Lusa o presidente da instituição. 
"É esse o nosso propósito. Estamos a trabalhar nas últimas formalidades para que esse prazo seja cumprido e estamos também atentos à definição do novo quadro comunitário de apoio. Desde abril que estamos a preparar candidaturas para os planos que temos para Santa Luzia", afirmou André Alves. 
Em causa está a construção de um edifício polivalente que se destina a receber as novas instalações da confraria, mas também para acolher um albergue de peregrinos, o arquivo e o museu do templo de Santa Luzia, dedicado ao Sagrado Coração de Jesus. 
O projeto, integrado no plano global de requalificação do santuário traçado pela Confraria e para concretizar em dez anos, vai contar com o apoio técnico da Câmara Municipal. 
O protocolo de colaboração entre as duas instituições vai ser apreciado na quinta-feira, em reunião ordinária do executivo municipal. 
No documento, a autarquia "compromete-se a prestar, de forma gratuita, o apoio técnico de arquitetura, engenharia, acompanhamento de gestão de projetos de investimento financiados por fundos públicos, apoio administrativo para o lançamento do concurso público e a participação do gabinete de arqueologia do município para acompanhamento e eventual intervenção arqueológica".
Em contrapartida, lê-se no acordo, "a confraria compromete-se a manter aberto o equipamento e espaço envolvente, sendo que a implementação do protoloco será acompanhada por uma comissão de acompanhamento". 
Para André Alves trata-se "de uma união de vontades e esforços em torno de um objetivo comum, a aposta no turismo religioso".
De acordo com os números da Confraria, a que a Lusa teve acesso, entre janeiro e 31 de agosto último 50.258 pessoas acederam (entrada paga) ao zimbório existente no topo daquele templo-monumento, o ponto mais alto de Viana do Castelo e que avista uma paisagem de vários quilómetros.
O projeto de reordenamento e beneficiação da zona envolvente àquele monumento nacional classificado foi apresentado em março passado, durante as comemorações dos 130 anos da confraria, sendo apelidado como um "Programa Polis de Santa Luzia". 
Já este ano, em junho foi inaugurado o anfiteatro, com capacidade para acolher cerca de 700 pessoas sentadas, num investimento de 100 mil euros. 
As obras estão divididas em três fases e preveem ainda o "redesenho" da praça do santuário, reorganizando a circulação automóvel e pedonal no local, nomeadamente "eliminando o estacionamento na frente do templo e reduzindo a área de paragem de autocarros". 
Está igualmente prevista a construção de um bar/restaurante panorâmico além de um espaço de culto e para conferências, ambos por baixo da praça principal junto ao templo, com vista para a cidade. 
A confraria vai promover ainda a "reorganização geral do espaço exterior a norte do templo", nomeadamente para "ampliar substancialmente a área de estacionamento". 
Projetado pelo arquiteto Ventura Terra, o templo-monumento de Santa Luzia, cuja construção decorreu entre 1904 e 1943, é hoje um verdadeiro ex-líbris de Viana do Castelo, sobranceiro à cidade na montanha com o mesmo nome.

Fonte: Agência Lusa (14.10.2014)

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Mordoma do cartaz da Romaria d’Agonia 2024 escolhida por concurso

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo será selecionada por um júri entre 20 finalistas, todas elas escolhidas entre as concorrentes, abrindo assim espaço para mulheres com idades entre os 18 e os 35 anos participarem. “Qualquer mulher que sinta a nossa Romaria pode concorrer e pode aspirar a ser a mordoma da festa. É uma inovação que introduzimos este ano, pensando em todas as jovens mulheres que alimentam este sonho”, explicou Manuel Vitorino, presidente da VianaFestas, a entidade organizadora das festas da cidade. O novo regulamento para escolha do cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vai ser implementado este ano e substitui o modelo anterior, de concurso promovido, que estava em vigor desde 2011, e que implicava escolher o conjunto do autor, do cartaz e da mordoma. No formato para a definição do cartaz da Romaria a estrear este ano, o mesmo passa a contemplar três fases, com qualquer mul

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Estado de degradação e abandono da praia Norte

Este ano foram-lhe atribuídos os galardões "Praia com Qualidade de Ouro" pela Quercus, e “Bandeira Azul” pela Associação Bandeira Azul da Europa, mas a praia Norte, em Viana do Castelo, apresenta uma imagem de degradação e abandono. Vários candeeiros de iluminação pública que estão no passeio em direção ao “Castelo Velho”, não têm o “chapéu”,  o que quer dizer que não existe iluminação, nos dois bares de apoio à praia a degradação e a falta de manutenção são evidentes, as casas de banho/balneários de apoio à praia anexos aos dois cafés, que muito jeito davam aos peregrinos que utilizam este Caminho em direção a Santiago de Compostela e também aos frequentadores da Praia e Ecovia Litoral Norte, estão fechados, os painéis informativos encontram-se em mau estado, corrimões das escadas de acesso ao areal estão cheios de ferrugem…

Viana do Castelo em dia de feira semanal

Esta velha e tradicional atividade realiza-se semanalmente, às sextas-feiras, no Campo d’Agonia/Campo do Castelo. Neste grande espaço de venda ao ar livre, encontra-se uma diversidade de produtos, nomeadamente louças, tecidos, roupas, calçado, atoalhados, móveis, vasilhame, ferramentas, cobres entre muitos outros. Horário de funcionamento | Verão das 07h00-20h00 / Inverno das 07h00-18h00. Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25) Feira Semanal em Viana do Castelo (2019.10.25)

Pela rua de Santa Clara

Esta artéria do centro histórico da cidade de Viana do Castelo deve o seu nome ao facto de por aqui ter existido uma capela de invocação a Santa Clara, que foi demolida nos princípios do século XIX.