Avançar para o conteúdo principal

Intervenção da Polis Litoral Norte na praia de Afife

A Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral Norte está a requalificar e valorizar a praia de Afife, no concelho de Viana do Castelo. 
Já são visíveis novos corredores pedonais, zonas de circulação automóvel, espaços para parque automóvel, novos passadiços pedonais de acesso ao areal, nova iluminação pública, plantação de árvores, arbustos e novo mobiliário urbano. 
Toda a estacaria que se vê nas imagens servem para delimitar os diversos locais de estacionamento.

(clique na imagem para ampliar e ver melhor)









Comentários

  1. Penso que não havia necessidade de tanta estaca para delimitar os vários espaços de estacionamento. É uma grande confusão. Não era preciso complicar.

    ResponderEliminar
  2. Parabens pela requalificação da praia, mas não havia necessidade! Agora pergunto: para que raio é a estacaria que ali foi plantada? Por que se gastou dinheiro a pôr pauzinhos num parque de estacionamento, quando meia dúzia de guias e uns traços brancos fazem o efeito desejado mais economicamente. O sr arquitecto está a fazer algum portfolio com o esbanjamento de dinheiros públicos? Sejam práticos, económicos e deixem-se de projectos abstrusos e cheios de floreados académicos. O dinheiro custa a ganhar e também deve custar a gastar!

    ResponderEliminar
  3. Demasiada estacaria... bom para danificar os carros e os chapeiros a lucrar!E os autocarros?

    ResponderEliminar
  4. Parece que passou um furacão no local . Apenas restam os despojos.
    Sempre a inventarem , coisas sem graça nenhuma .
    Vão lá entender estes modernistas que querem fazer coisas loucas !

    ResponderEliminar
  5. Deve haver forte razão para esta plantação. Funcional não parece. Estética, tão pouco. Será uma "instalação" baseada no pinhal do Camarido?

    ResponderEliminar
  6. Estive lá hoje...é um exagero a estacaria!!!otimo para danificar carros... Preferivel um estacionamento simples e certamente mais economico. Os acessos à praia (escadas) tem declive muito acentuado. Pessoas com limitaçoes fisicas não poderão faze-lo por ali. Ficam a mirar a praia... Resumindo...má gestão dos dinheiros publicos.
















































    ResponderEliminar
  7. Embora haja uma entrada e duas saídas, nestas não há qualquer sinal de transito proibido.
    Vai originar uma confusão terrível, já que a sinalização no pavimento só é perceptível depois de lá estar.
    Para quando as unidades de apoio à praia? E as casas de banho?
    E a delimitação do espaço de estacionamento para roulottes e autocarros?
    A localização dos chuveiros, logo na entrada de acesso para os utentes da praia, vai originar a que tomem banho mesmo antes de chegar ao mar.
    As pessoas com limitações físicas, limitar-se-ão a ver o mar?
    Qual o acesso para elas? Será que a obra de arquitetura foi elaborada por quem conhecia o que é o litoral norte, quer de verão, quer de inverno?
    Como é possível que o piso do estacionamento, seja naquele material?
    De inverno será um lamaçal, de verão as poeiras irão originar autenticas areias do deserto.
    Penso que ainda se irá a tempo de minimizar alguns erros cometidos.
    Assim haja vontade para o fazer.

    ResponderEliminar
  8. Afifenses abram os olhos ...
    Estacas, destacados e esbanjadores, já existem muitos em Portugal ...
    Candidatem o estacionamento ao Guiness e com certeza, irão nele constar ...
    Mas da estupidez ...

    ResponderEliminar
  9. Que credibilidade merece quem faz esta
    asneira

    ResponderEliminar
  10. Incompetência de um executivo camarário incompetente... não me surpreende.
    Passem por lá agora para ver como está... levem as galochas.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.

Viana do Castelo volta a viajar no tempo até à época medieval

A Feira Medieval de Viana do Castelo vai voltar às ruas do centro histórico da cidade de 17 a 19 de junho, após a interrupção de dois anos devido à pandemia. A Feira vai contar com um diversificado programa de animação e com a presença de artesãos e restauração. DO PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CONSTA NOMEADAMENTE: ANIMAÇÃO ITINERANTE | CORO MEDIEVAL | ESPETÁCULO DE ABERTURA | ESPETÁCULO DE FOGO | CORTEJO DO SÉQUITO REAL | DANÇAS MEDIEVAIS | MÚSICA MEDIEVAL | MARIONETAS | JOGO DO PAU | DEMONSTRAÇÃO  DE VOO LIVRE | BANDA DE GAITEIROS | OUTORGA DO FORAL | OS GUARDAS REAIS | OFICINA DE TIARAS DE FLORES    | JOGOS MEDIEVAIS Consulte a programação completa do evento, com o local e horário de cada animação, clicando AQUI : 

Canhão do século XVIII roubado do interior da Fortaleza de Valença

Um canhão do reinado de D. João V, do século XVIII, pertencente ao Arsenal Real do Exército, foi roubado na madrugada de hoje do baluarte do Socorro, junto à pousada de S. Teotónio, no interior da fortaleza de Valença. Em comunicado enviado às redações, a autarquia da segunda cidade do distrito de Viana do Castelo, adiantou “tratar-se de um magnífico exemplar de armamento bélico, que estava exposto no Baluarte do Socorro, no interior da Fortaleza de Valença”. “Ao que tudo indica, o canhão foi arremessado muralha abaixo, para um patamar intermédio, e novamente atirado para o fosso da fortaleza, onde terá sido recolhido e transportado. Este é um roubo que abrange o património móvel nacional existente na fortaleza de Valença”, refere a nota. A Câmara de Valença “participou a ocorrência à GNR sendo que foi acionada, de imediato, a Polícia Judiciária (PJ) que já esteve no local a recolher provas”. O presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira manifestou-se “profundame

Santa Luzia à vista

Hoje, sábado, 28 de maio de 2022, com duas máquinas a trabalhar em simultâneo, quase fizeram desaparecer da paisagem vianense o edifício Jardim (Prédio Coutinho). Nesta fotografia de hoje, já é visível o Santuário do Sagrado Coração de Jesus (também conhecido como Templo de Santa Luzia).

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.