Avançar para o conteúdo principal

Praça de touros de Viana não vai ser demolida. Passa a pavilhão desportivo em 2016


Ginástica, esgrima, patinagem artística, hóquei em patins e basquetebol são algumas das modalidades que vão existir no pavilhão desportivo.
A reconversão da antiga praça de touros de Viana do Castelo em pavilhão desportivo vai começar em 2016 e não implicará a demolição do imóvel desactivado há seis anos, disse esta quarta-feira à agência Lusa o autarca local. "Espero ter o projecto pronto até final deste ano para execução em 2016. A praça de touros terá uma função desportiva e o nosso parceiro será a Escola Desportiva de Viana (EDV). Juntos vamos encontrar o modelo de financiamento mais ajustado para esta reabilitação", afirmou José Maria Costa. 
O autarca adiantou que a demolição do imóvel, desativado há seis anos desde que cidade se declarou anti-touradas, "nunca esteve em causa", afirmando que o relatório do estudo que a Câmara encomendou ao Instituto da Construção da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto "diz que é preciso ter alguns cuidados em algumas áreas". "Tirámos as dúvidas quanto às questões estruturais através do Instituto de Construção. Agora o trabalho é dos engenheiros e arquitectos que vão adequar essas condicionantes ao projecto de reabilitação, e fazer uma estrutura que sirva o desporto e os jovens do concelho", sustentou. 
José Maria Costa adiantou que o projecto "vai ser elaborado pela Câmara e o programa base será traçado em cooperação com a EDV", avançando que o objectivo é ter o projecto pronto até final deste ano para "aproveitar fundos do actual quadro comunitário de apoio". "Eu próprio já tive uma reunião com a EDV e vamos avançar com uma proposta de projecto de reabilitação, para função desportiva, para que a EDV possa utilizar o espaço como multifunções", sustentou, apontando a prática de várias modalidades, em simultâneo, como ginástica, esgrima, patinagem artística e hóquei em patins e basquetebol. 
A praça foi construída em 1948 e teve uma intensa actividade inicial mas, nos últimos anos, ficou reduzida a apenas um espectáculo anual, por altura da Romaria da Senhora d'Agonia, o que aconteceu pela última vez em Agosto de 2008. Está encerrada desde 2009, quando Viana do Castelo se declarou cidade anti-touradas. 
Chegaram a ser avançadas várias hipóteses para aquele imóvel, como um centro de Ciência Viva, um Centro de Mar - entretanto instalado a bordo do antigo navio hospital Gil Eannes - e um espaço de restauração e actividades náuticas. Até hoje não foi dada qualquer utilização pública ao equipamento. Agora, a "vontade clara" da autarquia de dar resposta à "falta de condições físicas com que se debate a Escola Desportiva de Viana (EDV)" está na origem da transformar o espaço num pavilhão desportivo. 
Anteriormente à Lusa, o presidente da EDV, Rui Jorge Silva, manifestou "satisfação", sublinhando que, "pela primeira vez em 39 anos de existência, o clube começa a ver alguma luz ao fundo do túnel", no que diz respeito a instalações próprias. 
Actualmente, acrescentou Rui Jorge Silva, o clube, com 1.300 atletas, "cresceu até ao limite", pelo que defendeu a necessidade do espaço da antiga arena da praça de touros, com uma área de 3.800 metros quadrados e cerca de 65 metros de diâmetro, "ser rentabilizada, permitindo a prática de várias modalidades em simultâneo". Para o exterior do edifício, situado no parque da cidade, é proposta a criação de estruturas que permitam a prática desportiva ao ar livre.
Texto: Agência Lusa 11.03.2015

Comentários

  1. Bem que podiam ter elaborado um concurso pùblico para o projeto de arquitetura. Já agora, quem é a equipa de arquitetos?

    ResponderEliminar
  2. Mais um equipamento, mais um encargo.
    Saúdo a recuperação deste espaço para actividades desportivas, mas não gostaria de a ver degradar-se ao longo dos anos, por falta de manutenção, como acontece quando só se pensa em fazer e não em como manter.

    ResponderEliminar
  3. Pelas afirmações :José Maria Costa adiantou que o projecto "vai ser elaborado pela Câmara e o programa base será traçado em cooperação com a EDV"

    falta ver se é verdade...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Viana do Castelo tem 9 praias com Qualidade de Ouro

Praia do Cabedelo (Viana do Castelo) Afife, Amorosa, Arda, Cabedelo, Carreço, Castelo de Neiva, Ínsua, Norte e Paçô, são as nove praias do concelho de Viana do Castelo que a Quercus classificou ontem com “Qualidade de ouro 2016”. A nível nacional, são 382 as praias distinguidas na avaliação da associação ambiental - mais 68 do que no ano passado.  Para receber a classificação de praia com “Qualidade de Ouro”, a água das praias tem que ter uma qualidade EXCELENTE nas cinco últimas épocas balneares de 2011 a 2015.  O objetivo da Quercus é realçar as praias que ao longo de vários anos (cinco), apresentam sistematicamente uma água balnear de qualidade excelente (tendo em conta a classificação da legislação em vigor), e que, nesse sentido, oferecem assim uma maior fiabilidade no que respeita à qualidade da sua água. Conheça as 382 praias com "qualidade de ouro" em 2016, clicando AQUI .

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

É o fim do Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Hoje, 01 JUL 2022, desaparece definitivamente do Centro Histórico da cidade de Viana do Castelo.

“Marginal - Festa no Jardim” arranca a 14 de julho com experiências para toda a família

De 14 a 24 de julho, vai realizar-se no Jardim Público e no Jardim da Marina um evento cheio de experiências diurnas e noturnas para toda a família. Concertos, dança, jogos, showcookings, ateliers, conversas… vão animar a marginal de Viana do Castelo durante 11 dias. Clique na imagem e conheça a programação completa.

Há imenso lixo no porto de pesca de Viana do Castelo

O lixo que se vê nestas imagens não passa de uma amostra, tal é a quantidade de lixo existente em vários pontos do porto de pesca de Viana do Castelo. Esta preocupante realidade parece não incomodar os responsáveis por aquela infraestrutura, pois nada têm feito para a sua remoção.