Avançar para o conteúdo principal

Princesa gosta mesmo dos ''Brincos à Rainha''

Pois é, a princesa Mary da Dinamarca parece gostar mesmo dos “Brincos à Rainha” do tradicional “Ouro de Viana”. Prova disso é a princesa que, sendo uma pessoa publica, repete os mesmos brincos em cerimónias diferentes. 
Os brincos à rainha foram popularizados pelas mulheres vianenses, ao usá-los juntamente com o “Traje à Vianesa”.

Comentários

  1. Como garantir que esta tipologia de brincos só é característica de Viana do Castelo?

    ResponderEliminar
  2. Quer se queira ou não ...uma coisa dita mil vezes acaba por se tornar verdade !

    ResponderEliminar
  3. Porque razão os brincos passaram a ser designados por brincos de Rainha !27 abril, 2015 21:04

    A Rainha D. Maria Pia casada com o Rei D. Luis I apreciava bailes de entrudo.
    Num desses bailes realizados em 1865 os convidados do Paço da Ajuda trajavam diversos disfarces. As damas encomendavam fatos riquissimos, outros procuravam trajes originais.
    A Rainha pretendia vestir algo diferente fugir ao habitual não usando fatos de gala como regularmente fazia em cerimónias.
    Entre os convidados destacava-se D. Maria Inácia filha do Conde de Vila Real. Esta mandara fazer um, fato de varina. A rainha achou graça á ideia e apeteceu-lhe disfarce igual. Desta forma pretendia fazer surpresa na corte e despertar curiosidade de saber o que diriam os fidalgos em ver uma " varinazinha" e não reconhecessem que era a rainha.
    A rainha completou a sua mascara carnavalesca com um par de arrecadas e um cordão de ouro terminando em pendente com a forma de decoração.. Este par de arrecadas ou brincos " à rainha ", eram de grandes dimensões era, executados em chapa de ouro recortada , burilada, e filigranada .....Mais tarde passaram a ser estampados em folha de ouro e hoje são fundidos.
    Este tipo de brincos passaram a ser designados por Brincos à rainha por a rainha os ter usado no Baile de Mascaras realizado no Paço da Ajuda a 16 de fevereiro de 1865.
    Conforme mostra a fotografia os verdadeiros brincos de " À Rainha " , são um pouco diferentes.Tem algumas atenuantes, basta perguntar a um ourives com conhecimentos que explica os pormenores com mais detalhes.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.

Viana do Castelo volta a viajar no tempo até à época medieval

A Feira Medieval de Viana do Castelo vai voltar às ruas do centro histórico da cidade de 17 a 19 de junho, após a interrupção de dois anos devido à pandemia. A Feira vai contar com um diversificado programa de animação e com a presença de artesãos e restauração. DO PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CONSTA NOMEADAMENTE: ANIMAÇÃO ITINERANTE | CORO MEDIEVAL | ESPETÁCULO DE ABERTURA | ESPETÁCULO DE FOGO | CORTEJO DO SÉQUITO REAL | DANÇAS MEDIEVAIS | MÚSICA MEDIEVAL | MARIONETAS | JOGO DO PAU | DEMONSTRAÇÃO  DE VOO LIVRE | BANDA DE GAITEIROS | OUTORGA DO FORAL | OS GUARDAS REAIS | OFICINA DE TIARAS DE FLORES    | JOGOS MEDIEVAIS Consulte a programação completa do evento, com o local e horário de cada animação, clicando AQUI : 

Canhão do século XVIII roubado do interior da Fortaleza de Valença

Um canhão do reinado de D. João V, do século XVIII, pertencente ao Arsenal Real do Exército, foi roubado na madrugada de hoje do baluarte do Socorro, junto à pousada de S. Teotónio, no interior da fortaleza de Valença. Em comunicado enviado às redações, a autarquia da segunda cidade do distrito de Viana do Castelo, adiantou “tratar-se de um magnífico exemplar de armamento bélico, que estava exposto no Baluarte do Socorro, no interior da Fortaleza de Valença”. “Ao que tudo indica, o canhão foi arremessado muralha abaixo, para um patamar intermédio, e novamente atirado para o fosso da fortaleza, onde terá sido recolhido e transportado. Este é um roubo que abrange o património móvel nacional existente na fortaleza de Valença”, refere a nota. A Câmara de Valença “participou a ocorrência à GNR sendo que foi acionada, de imediato, a Polícia Judiciária (PJ) que já esteve no local a recolher provas”. O presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira manifestou-se “profundame

Santa Luzia à vista

Hoje, sábado, 28 de maio de 2022, com duas máquinas a trabalhar em simultâneo, quase fizeram desaparecer da paisagem vianense o edifício Jardim (Prédio Coutinho). Nesta fotografia de hoje, já é visível o Santuário do Sagrado Coração de Jesus (também conhecido como Templo de Santa Luzia).

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.