Avançar para o conteúdo principal

São cada vez mais aqueles que fecham as portas ao compasso pascal

A Igreja sai à rua durante toda a "semana santa", uma semana cheia de procissões e outras manifestações religiosas, mas são cada vez menos as casas que abrem as portas à principal festa do calendário litúrgico, o compasso pascal. Nas cidades quase que desapareceu e nas aldeias, mais presas a costumes antigos, também a tradicional visita pascal e o abrir das portas ao compasso continua a diminuir. 
São cada vez mais os portugueses que aproveitam esta “santa semana” para passar umas “abençoadas festas”, mas de férias no Algarve ou outros destinos turísticos do país. 
As cruzes, agora na sua maioria transportadas por leigos, desfilam pelas ruas quase desertas. As pessoas que abrem a porta à cruz, põem a mesa mas não têm quem coma. 
Este cenário observei-o ontem, na localidade de Perre (Viana do Castelo).



Comentários

  1. São cada vez mais os portugueses que trabalham nesses dias, isso sim.Trabalhei no Continente da Meadela no Domingo e Segunda de Páscoa.Ai férias.....

    ResponderEliminar
  2. Coloque por favor mais fotos do compasso pascal dessa linda terra, que saudades!

    ResponderEliminar
  3. Democracia da treta .
    Os nossos direitos e valores cada dia que passam nada valem. O dinheiro e a necessidade é que prevalecem .

    ResponderEliminar
  4. A visita pascal é um ponto alto de uma comunidade estável centrada num padre útil nos processos de fé e nos de assistente social.
    Este último tem vindo a perder lugar para outras profissões, restringindo a sua actividade ao culto e aos rituais.
    A mobilidade crescente da população faz perder laços entre as pessoas.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Viana do Castelo tem 9 praias com Qualidade de Ouro

Praia do Cabedelo (Viana do Castelo) Afife, Amorosa, Arda, Cabedelo, Carreço, Castelo de Neiva, Ínsua, Norte e Paçô, são as nove praias do concelho de Viana do Castelo que a Quercus classificou ontem com “Qualidade de ouro 2016”. A nível nacional, são 382 as praias distinguidas na avaliação da associação ambiental - mais 68 do que no ano passado.  Para receber a classificação de praia com “Qualidade de Ouro”, a água das praias tem que ter uma qualidade EXCELENTE nas cinco últimas épocas balneares de 2011 a 2015.  O objetivo da Quercus é realçar as praias que ao longo de vários anos (cinco), apresentam sistematicamente uma água balnear de qualidade excelente (tendo em conta a classificação da legislação em vigor), e que, nesse sentido, oferecem assim uma maior fiabilidade no que respeita à qualidade da sua água. Conheça as 382 praias com "qualidade de ouro" em 2016, clicando AQUI .

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

É o fim do Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Hoje, 01 JUL 2022, desaparece definitivamente do Centro Histórico da cidade de Viana do Castelo.

“Marginal - Festa no Jardim” arranca a 14 de julho com experiências para toda a família

De 14 a 24 de julho, vai realizar-se no Jardim Público e no Jardim da Marina um evento cheio de experiências diurnas e noturnas para toda a família. Concertos, dança, jogos, showcookings, ateliers, conversas… vão animar a marginal de Viana do Castelo durante 11 dias. Clique na imagem e conheça a programação completa.

O Desfile da Mordomia na Romaria d’Agonia

O Desfile da Mordomia é um dos momentos de maior destaque naquela que é considerada a Rainha das Romarias de Portugal. Depois de dois anos de ausência daquele número devido à pandemia, na Romaria d’Agonia 2022 é esperado um recorde de participações. Cerca de 800 mordomas (número máximo aceite pela organização) irão estar no desfile que vai decorrer no dia 18 de agosto. Em 2019 participaram no desfile 619 mordomas. O Desfile da Mordomia é considerado a maior montra de trajes e ouro ao ar livre do país. No deste ano, estima-se que o valor total do ouro que as 800 mordomas vão usar (2,5 quilogramas, em média, cada uma), calculado com base no preço atual, atinja os 94 milhões de euros.