Avançar para o conteúdo principal

As Cúpulas do Templo de Santa Luzia

A enorme cúpula que coroa o edifício, bem como as pequenas cúpulas que encabeçam as quatro torres, não passam despercebidas a nenhum visitante do Templo-Monumento de Santa Luzia dedicado ao Sagrado Coração de Jesus. 
Erguido no alto do Monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo, este imponente Templo de granito, teve a sua construção iniciada em 1904. Abriu ao culto em 22 de Agosto de 1926, já depois da morte do seu autor, sendo as obras do exterior do templo concluídas no final do ano de 1943, e as do interior em 1959.

Templo de Santa Luzia, Viana do Castelo

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Ruas da Ribeira de Viana

Andando por ruas, becos e vielas da nossa Ribeira.

Vandalismo

Assim deixaram os muros da igreja de Nossa Senhora d’Agonia. Sem comentários.

Escadório de Santa Luzia

A Basílica de Santa Luzia, situada no alto do monte com o mesmo nome, é o monumento mais conhecido e visitado da cidade de Viana do Castelo. Para lá chegar tem três opções: a estrada, o funicular ou o escadório. Quem optar pelo funicular, fará um percurso de 650 metros, vencendo um desnível de 160 metros, numa viagem com duração de aproximadamente 7 minutos. Quem se sentir atraído a ir a pé pelo escadório, terá que subir 659 degraus. Subir esta escadaria não é assim tão difícil, basta ir com calma, parando quando o cansaço aparecer. Veja algumas fotografias do escadório de Santa Luzia.

Coisa rara, finalmente sem automóveis

Há vários anos que esta artéria do centro histórico da cidade de Viana do Castelo apresentava diariamente um número absolutamente excessivo de veículos estacionados em toda a sua área.  Nos últimos dias, esse cenário mudou. Com a colocação de floreiras e pilaretes, onde antes existia estacionamento abusivo e repetitivo, que dificultava o trânsito de peões em segurança, há agora um espaço mais humanizado, sem automóveis.

Semana da Moda de Paris conta com bordados de Viana do Castelo

VALQUÍRIA MISS DIOR é a peça de arte instalada pela artista portuguesa Joana Vasconcelos no desfile da Dior, a decorrer esta terça-feira, dia 28 de fevereiro, e inserida na Semana da Moda de Paris. A peça de arte, em formato gigante, foi feita com os tecidos da coleção concebida por Maria Grazia Chiuri e com croché de lã, pedraria e bordados de Viana.  Foto: Facebook de Joana Vasconcelos