Avançar para o conteúdo principal

As ruas das tampas

Estão prestes a concluir-se a maioria das oito intervenções orçadas em um milhão de euros, que vão contemplar a reabilitação das ruas Frei Bartolomeu dos Mártires/Cónego Borlido; Rua de Viana/Rua Prior do Crato/Beco do Caxuxo/Travessa da Vitória; Rua Arquiteto José Fernandes Martins (novo arruamento que vai ligar o Hotel do Chocolate ao antigo Governo Civil) e Largo Vasco da Gama/Largo da Paz, no centro histórico da cidade. 
Não está em causa a necessidade de tais intervenções mas, causa estranheza, a quantidade “enorme” de tampas de caixas de saneamento de águas residuais, águas pluviais e telecomunicações, que foram colocadas nas Rua de Viana/Rua Prior do Crato/Beco do Caxuxo/Travessa da Vitória. Visualmente fica horrível. Será que tem de ser assim? Nunca vi uma coisa semelhante em parte alguma.

(clique na imagem para ampliar e ver melhor)



Comentários

  1. Não... não tem de ser assim!! No 3º e 4º ano da Faculdade de Engenharia já se aprende isso! Há bastantes soluções. Provavelmente nem toda a gente as conhece!

    ResponderEliminar
  2. Concordo absolutamente com o comentário... o numero de tampas/caixas de águas residuais e pluviais podem ser necessárias, mas o tipo de tampa pode e deve ser outra... Podem ser colocadas tampas rebaixadas, onde se pode colocar o mesmo tipo de material que se encontra a revestir a rua e assim "disfarçar" o numero de tampas na rua... Claro que a solução que foi colocada é mais barata... Falta saber se o caderno de encargos da obra exigia ou não o tipo de tampas rebaixadas...Ou se foi o empreiteiro que optou pela solução mais barata...

    ResponderEliminar
  3. Concordo em absoluto com os comentários acima indicados.Reforço com mais um, as tampas
    ao menos podiam ser galvanizadas pois tinham outra apresentação. É o barato?

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Viana do Castelo volta a viajar no tempo até à época medieval

A Feira Medieval de Viana do Castelo vai voltar às ruas do centro histórico da cidade de 17 a 19 de junho, após a interrupção de dois anos devido à pandemia. A Feira vai contar com um diversificado programa de animação e com a presença de artesãos e restauração. DO PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CONSTA NOMEADAMENTE: ANIMAÇÃO ITINERANTE | CORO MEDIEVAL | ESPETÁCULO DE ABERTURA | ESPETÁCULO DE FOGO | CORTEJO DO SÉQUITO REAL | DANÇAS MEDIEVAIS | MÚSICA MEDIEVAL | MARIONETAS | JOGO DO PAU | DEMONSTRAÇÃO  DE VOO LIVRE | BANDA DE GAITEIROS | OUTORGA DO FORAL | OS GUARDAS REAIS | OFICINA DE TIARAS DE FLORES    | JOGOS MEDIEVAIS Consulte a programação completa do evento, com o local e horário de cada animação, clicando AQUI : 

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Demolição completa com fim à vista

Viana do Castelo, 21 de junho de 2022, Edifício Jardim (Prédio Coutinho).