Avançar para o conteúdo principal

Movimento cria página no Facebook em defesa do Convento de S. Francisco


Uma Página em defesa do Convento de São Francisco do Monte, foi criada na Net por um movimento cívico que tem como objetivo chamar a atenção para a necessidade da recuperação do Convento, que se encontra em avançado estado de degradação.
Criada no dia 10 de outubro de 2015, a página já reúne mais de dois mil e cem membros. Adira a este movimento. Dê as suas sugestões ou opiniões. Todos não serão de mais para dar destaque e visibilidade a esta iniciativa.
Intitulada “Vamos Recuperar o Convento de São Francisco do Monte” pode aceder à Página, clicando AQUI.

Apesar de criada há somente três dias, já conseguiu captar a atenção da comunicação social, nomeadamente da Agência de Notícias LUSA.
Noticia da Agencia LUSA: 
"Movimento criado nas redes sociais para salvar convento abandonado em Viana do Castelo

Viana do Castelo, Portugal 12/10/2015 15:42 (LUSA) 
Promover a troca de ideias e propostas com vista à recuperação do Convento de São Francisco do Monte, em Viana do Castelo, em avançado estado de degradação, é o objetivo de um movimento criado nas redes sociais. 
Em declarações hoje à Lusa, o autor da página "Vamos Recuperar o Convento de São Francisco do Monte", Paulo Vilaverde, explicou que o que se pretende é "criar um fórum, o mais alargado possível, que represente a cidade de forma heterogénea, sem politização e partidarização, para levar a bom porto a recuperação do convento". 
Em causa está um imóvel datado do século XIV, adquirido em 2001 pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), situado na encosta do Monte de Santa Luzia, e que se encontra há anos votado ao abandono e à espera de uma reabilitação que poderá custar mais de oito milhões de euros.
A intenção do IPVC passa por transformar o convento secular num espaço de retiro para formação ou criação artística mas, por falta de financiamento, o projeto ainda não saiu do papel. 
"Enquanto cidadãos temos a obrigação de defender o património que recebemos, e que queremos deixar às gerações futuras. Decidi utilizar este meio comunicação que é a Internet para lançar esta causa e ver se havia interesse dos cidadãos em recuperar o imóvel. A adesão foi massiva", disse Paulo Vilaverde. 
Criada na rede social Facebook na madrugada de sexta-feira passada, a página reúne quase dois mil membros, sendo que o objetivo é atingir os dez mil "para que a troca de ideias, e de propostas possa ter repercussão". 
"Esta é uma questão da cidade e da sua história. No entanto, temos que mostrar que é uma questão importante para um conjunto significativo de cidadãos. Quantos mais aderirem melhor para fazermos ouvir a nossa voz junto do IPVC e de outras entidades públicas", sublinhou. 
O autor da página adiantou que a preocupação não é nova sendo que "nos anos 90 diversos cidadãos se movimentaram para recuperar aquele importante património, mas sem sucesso". 
Explicou que, apesar de não estar classificado, o imóvel integra "imagens fabulosas de São Francisco, Santo António, e São Pedro de Alcântara, os patronos da Ordem de São Francisco, sendo o terceiro mandado construir por aquela ordem em Portugal". 
"Queremos reunir o maior número de ideias e projetos para realizar, no local, um fórum, envolvendo todos os interessados em discutir a recuperação daquele conjunto edificado. Uma discussão que envolva o IPVC, autarcas, investigadores, e população em geral", explicou. 
No imediato, o movimento quer "desenvolver esforços para promover visitas guiadas ao local, sobretudo dirigidas às escolas, e a cidadãos ainda desconhecedores da realidade do imóvel".
Contactado pela Lusa, o presidente do IPVC disse ver "com muito bons olhos", esta iniciativa, considerando poder ser "um agente facilitador de criação de um lóbi que ajude a encontrar uma solução". 
"É uma boa ajuda, e o IPVC está totalmente disponível para participar nesta causa. Não pode ser uma causa fracionada mas de toda a cidade", defendeu Rui Teixeira, admitindo que o acesso a financiamento europeu para a recuperação daquele património "tem sido um problema constante".
Antes de chegar as mãos do IPVC, e com a extinção das ordens religiosas, o convento foi comprado em hasta pública em 1834, pelo Visconde de Carreira, que o transformou em exploração agrícola. A partir da década de 60 do século XX, o espaço conventual entrou em progressivo estado de degradação e, em 1987, o seu último proprietário, Rui Feijó, doou-o à Misericórdia local."

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Natal 2022 em Viana do Castelo com mais ruas iluminadas e um investimento de 160 mil euros

A Câmara de Viana do Castelo aprovou hoje, por unanimidade, um investimento de 160 mil euros na animação de Natal, menos 10 mil do que em 2021, com “mais ruas iluminadas” e espetáculos multimédia em toda a Avenida dos Combatentes. Segundo o presidente da Câmara de Viana do Castelo, que falava durante a reunião camarária para apresentar protocolo de cooperação entre o município e a Associação Empresarial, o valor destinado à animação de Natal 2022 representa uma poupança de 10 mil euros, em relação ao investimento do ano passado, sendo que, durante os meses de dezembro e janeiro, “haverá mais ruas iluminadas” e que o os espetáculos multimédia, que até agora preenchiam cerca de metade da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, vão ser alargados a toda a extensão da principal artéria da cidade. Os espetáculos multimédia, diários, consistem em jogos de luzes sincronizados com música e, atraem centenas de pessoas. Luís Nobre anunciou ainda que a árvore de Natal 3D, com cerca de 30 metros

Viana acende luzes de Natal a 02 de dezembro

As iluminações de Natal vão acender-se nas ruas da cidade de Viana do Castelo no dia 02 de dezembro, e estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e a 00h00. A programação de Natal será anunciada pela Câmara de Viana no próximo dia 25 de novembro. (Notícia atualizada em 25 nov 2022 com mais informação)

Em Viana ainda se vendem os tradicionais presépios em barro

Nos últimos anos, nesta quadra, há uma banca que é montada junto ao Jardim Público, onde ainda é possível comprar pequenas peças coloridas em barro, meio toscas, para montar um presépio tradicional português. São muitas dezenas de peças com origem na região de Barcelos, que retratam o Menino Jesus, Nossa Senhora, São José, manjedoura, burro, vaca, reis magos sobre camelos, moleiro e o seu moinho, rebanhos, fanfarras, o castelo, o casario, a igreja, o padre, entre muitas outras personagens. Um costume que parece um pouco afastado das casas dos portugueses, mas que alguns ainda mantêm o encanto de o montar à moda antiga.

Viana do Castelo vai receber o Natal e Passagem de Ano com concertos, animação de rua, exposições…

De 01 de dezembro de 2022 a 08 de janeiro de 2023 a cidade vive intensamente as festividades do Natal e da chegada do Ano Novo.  A programação “Viana, Coração do Natal”, organizada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo em parceria com a Associação Empresarial de Viana do Castelo, é bastante diversificada. O programa inclui propostas em vários locais na cidade, para que miúdos e graúdos possam celebrar esta época festiva. Praça Natal, Mercado de Natal, atividades infantis, concertos, animação de rua, exposições e passagem de ano, são sugestões de coisas para fazer este Natal, sozinho, entre amigos ou em família. Destaques da Programação > A 02 de dezembro, são inauguradas as iluminações de Natal nas ruas da cidade, em parceria com a Associação Empresarial de Viana do Castelo. Este ano, as iluminações estarão ligadas de segunda-feira a quinta-feira, das 18h00 às 22h00 e, às sextas-feiras e fins-de-semana, o horário será alargado, entre as 18h00 e a 00h00. > A Praça da República

Jogos do Mundial? Veja-os no “mini-estádio” instalado na Praça da Liberdade

No coração da cidade de Viana do Castelo, uma tenda com um ecrã gigante converte a praça da Liberdade numa “fan zone” de acesso gratuito, ideal para assistir às fortes emoções do Mundial de Futebol 2022, cuja fase final realiza-se no Qatar, de 20 de novembro a 18 de dezembro. Portugal integra o Grupo H, defrontando sucessivamente o Gana, Uruguai e Coreia do Sul.  Junte os amigos e a família e torça pela seleção. Com a tenda, o frio e a chuva não serão problema, e o ecrã gigante garante que ninguém perca uma só jogada.b Serão transmitidos todos os jogos da Seleção Portuguesa e jogos das fases eliminatórias. Veja as datas e os horários dos jogos da seleção portuguesa na fase de grupos do Campeonato do Mundo: QUINTA-FEIRA  24 DE NOVEMBRO - 16H PORTUGAL / GANA SEGUNDA-FEIRA  28 DE NOVEMBRO - 19H PORTUGAL / URUGUAI SEXTA-FEIRA 02 DE DEZEMBRO - 15H COREIA DO SUL / PORTUGAL Os jogos que vão ser exibidos (abertura 1 hora antes dos jogos e fecho 1 hora depois): 20 DE NOVEMBRO - 16h00 QATAR / EQ