Câmara isenta de IMT empreendimento turístico de 4 milhões

A Câmara de Viana do Castelo acaba de aprovar, com o voto contra dos vereadores do PSD e da CDU, a isenção do pagamento do Imposto Municipal de Transações (IMT), estimado em 50 mil euros, para complexo turístico a construir no Cabedelo.
O presidente da Câmara justificou esta isenção com “o grande investimento que o promotor vai fazer”, e pelo facto do empreendimento “ser estruturante e ir ao encontro das grandes linhas estratégicas do concelho, como sejam a afirmação da cidade como capital da náutica, a promoção dos desportos náuticos, e a atração de muitos turistas do norte e centro da Europa”.
O empreendimento turístico a construir, de quatro estrelas, está orçado em cerca de quatro milhões de euros. Constituído por cerca de 50 unidades de alojamento (bungalows e quartos), será totalmente construído com produtos naturais, em madeira. O projeto é da autoria do arquiteto Carlos Castanheiro.
Os terrenos, com uma área de 13.400 metros quadrados terão uma zona edificável máxima de 30%.
Está previsto que os trabalhos comecem no primeiro semestre de 2016 para estar concluído no início de 2017.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desconstrução do prédio Coutinho em Viana do Castelo parada há quase um mês

A Villa de Vianna do Minho tornou-se Cidade de Vianna do Castello há 174 anos

Ilustrações dão vida e cor ao centro histórico