A lenda...

Na margem direita do Rio Lima, mesmo em frente à Vila de Ponte de Lima, é bem visível este monumento que reproduz a figura do comandante romano Decius Junius Brutus, e desperta o interesse e a curiosidade dos milhares de visitantes que acodem a esta bonita Vila do Alto Minho.
Escultura inaugurada em 10.06.2009, em ferro e granito, com mais de dois metros de altura, executada por Salvador Vieira e Mário Rocha, pretende perpetuar a passagem de Decius Junius Brutus, e das suas tropas, por Ponte de Lima, no ano 135 a.C. 
A lenda, que chegou até aos nossos dias pelas palavras de Almada Negreiros, que se inspirou na mitologia grega e nos relatos romanos para as gravar na célebre tapeçaria exposta na Pousada Monte de Santa Luzia-Viana do Castelo (ver AQUI), que ilustra a Lenda do Rio Lethes de outrora, Rio Lima de hoje: 

"Lenda do Rio Lethes - O Rio do Esquecimento 
Comandadas por Decius Junius Brutus, as hostes romanas atingiram a margem esquerda do Lima no ano 135 a.C. A beleza do lugar fez julgarem-se perante o lendário Rio Lethes, que apagava todas as lembranças da memória de quem o atravessasse. Os soldados negaram-se a atravessá-lo. Então o comandante passou e, desta margem, chamou a cada soldado pelo seu nome. Assim lhes provou não ser o Rio do Esquecimento."

Ponte de Lima

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Depois de vários adiamentos, 5 de junho é a nova data para a abertura do PEUVC

Aconteceu neste dia...

Mulheres "orgulhosas" com quilos de ouro ao peito

Câmara de Viana vai acionar garantia de obra para reparar troço de ecovia danificado