A lenda...

Na margem direita do Rio Lima, mesmo em frente à Vila de Ponte de Lima, é bem visível este monumento que reproduz a figura do comandante romano Decius Junius Brutus, e desperta o interesse e a curiosidade dos milhares de visitantes que acodem a esta bonita Vila do Alto Minho.
Escultura inaugurada em 10.06.2009, em ferro e granito, com mais de dois metros de altura, executada por Salvador Vieira e Mário Rocha, pretende perpetuar a passagem de Decius Junius Brutus, e das suas tropas, por Ponte de Lima, no ano 135 a.C. 
A lenda, que chegou até aos nossos dias pelas palavras de Almada Negreiros, que se inspirou na mitologia grega e nos relatos romanos para as gravar na célebre tapeçaria exposta na Pousada Monte de Santa Luzia-Viana do Castelo (ver AQUI), que ilustra a Lenda do Rio Lethes de outrora, Rio Lima de hoje: 

"Lenda do Rio Lethes - O Rio do Esquecimento 
Comandadas por Decius Junius Brutus, as hostes romanas atingiram a margem esquerda do Lima no ano 135 a.C. A beleza do lugar fez julgarem-se perante o lendário Rio Lethes, que apagava todas as lembranças da memória de quem o atravessasse. Os soldados negaram-se a atravessá-lo. Então o comandante passou e, desta margem, chamou a cada soldado pelo seu nome. Assim lhes provou não ser o Rio do Esquecimento."

Ponte de Lima

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Enorme máquina giratória vai “triturar” mais de 15 mil toneladas de materiais dos 13 andares do prédio Coutinho

Queixa contra desconstrução do prédio Coutinho arquivada pelo MP

Morreu a ''PALMIRINHA''

Laboratório do mar com minissubmarino e aquário abriu em Viana do Castelo