Avançar para o conteúdo principal

Pelo fim da violência contra as mulheres

(Pelo fim da violência contra as mulheres, Viana do Castelo)

A Direção Regional do Norte do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), através do seu Clube UNESCO – Cidadania e Participação Jovem de Viana do Castelo em parceria com o Gabinete de Atendimento à Família (GAF), através do Núcleo de Atendimento a Vitimas de Violência Doméstica, com a Associação Methamorphys  e com a Câmara Municipal de  Viana do Castelo vão realizar a 4ª edição do Novembro Branco: Ecos de Igualdade, com o objetivo de assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres – 25 de novembro de 2016. 
Com esta comemoração pretende-se sensibilizar e consciencializar a comunidade jovem e civil vianense para a importância de uma atitude proativa e de não legitimação da Violência Doméstica, considerada como uma “grave violação dos direitos humanos e um obstáculo à concretização dos objetivos de igualdade”. 
No próximo dia 25 de novembro, para assinalar esta data, vão realizar-se duas atividades na cidade de Viana do Castelo: 
- 10h00 – Marcha Pela Eliminação da Violência Contra a Mulher (Concentração na Praça da Liberdade); 
- Das 10h00 às 17h00 – “Pintores Dizem Basta” – Artistas Plásticos reúnem-se na Praça da República e fazem trabalhos sobre a temática. 
Participa na Marcha pela Eliminação da Violência Contra a Mulher e, tal como os Artistas Plásticos, diz: “Basta”!

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Pela avenida do Cabedelo, Darque

A avenida do Cabedelo, em Darque, Viana do Castelo, com 628 metros de comprimento é ladeada por duas fileiras com cerca de 140 plátanos de grande porte, cujas copas formam um túnel de verdura encantador. Encontra-se a ser requalificada (melhoria das condições gerais de conforto e de utilização dos peões, a valorização da imagem urbana local, a melhoria das condições de escoamento das águas pluviais, bem como a beneficiação, marcação/sinalização rodoviária da via) num investimento de 615 mil euros.

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Bom Caminho

São vários os caminhos que vão dar a Santiago de Compostela, na Espanha, sendo um deles, o Caminho Português da Costa. Viana do Castelo é um ponto de passagem obrigatório para milhares de peregrinos que, cada ano, escolhem rumar a Santiago de Compostela pelo litoral português.

O serpentear dos passadiços da ecovia em Carreço

Percorrer a pé ou de bicicleta este troço da Ecovia Litoral Norte (constituído por piso em terra batida, pavimento betonado e passadiços de madeira) em Carreço, Viana do Castelo, permite-nos ter sempre uma agradável paisagem enquanto passeamos. De um lado temos a companhia do mar, do lado de terra estende-se a veiga de Carreço e o casario, acompanhados pela Serra de Santa Luzia. A brisa no rosto ou o cheiro fresco da maresia a acompanhar-nos, são sensações únicas que podemos disfrutar enquanto passeamos ao longo do litoral vianense. Uma nota negativa, infelizmente, o vandalismo já passou por aqui. Fotografias captadas ontem, véspera de Natal.

Enorme “Coração de Viana” de Joana Vasconcelos exposto em Serralves

Uma das obras mais conhecidas e emblemáticas da artista plástica portuguesa Joana Vasconcelos, o "Coração Independente Vermelho”, inspirado no coração de Viana, peça icónica da filigrana portuguesa, está entre as mais de trinta e cinco peças que integram a sua primeira exposição individual em Serralves. A exposição, intitulada “I’m Your Mirror” esteve anteriormente no Museu Guggenheim de Bilbau (Espanha), onde recebeu mais de 640 mil visitantes. Vai estar no Porto, em Serralves, até 24 de junho. A obra "Coração Independente Vermelho”, já esteve exposta no Centro Cultural de Viana do Castelo durante a Romaria d'Agonia de 2014. Joana Vasconcelos foi, nesse mesmo ano, presidente da Comissão de Honra das Festas, tendo participado no cortejo etnográfico e no desfile da Mordomia. Alguns dos trabalhos expostos no Museu e nos Jardins do Parque de Serralves: (Clique na imagem para ver em modo de ecrã inteiro) CORAÇÃO INDEPENDENTE VERMELHO, 2005 | Apresenta-se sob a forma