Avançar para o conteúdo principal

VIANA | Uma cidade em obras

Obras em curso valem mais de 1,6 milhões de euros. 
Esta verba diz respeito à reabilitação das entradas poente e norte de acesso à cidade, um investimento que visa dar um novo rosto à cidade: 

Requalificação da envolvente ao Campo da Agonia - 500 mil euros 
Para criar espaços verdes e qualificar o espaço em frente ao Campo d’Agonia, onde é efetuada a feira semanal. 
Reabilitação urbana, Viana do Castelo

Requalificação da envolvente ao Náutico - 400 mil euros 
Um nó viário que irá obrigar a diversas alterações de trânsito de forma a fluir mais rapidamente. Esta obra prevê zonas verdes e diversos melhoramentos, para além da alteração definitiva dos sentidos de trânsito. 
Reabilitação urbana, Viana do Castelo

Reabilitação do Bairro Social da Escola Técnica e requalificação do espaço público envolvente (200 mil euros) Reabilitação da habitação social da Av. do Atlântico e requalificação do espaço público envolvente (576 mil euros) 
Reabilitação urbana, Viana do Castelo

A estas empreitadas vão juntar-se as obras na Praia Norte, que está previsto arrancarem no próximo dia 24 de novembro, onde vão ser investidos mais 2,4 milhões de euros.

Comentários

  1. Morador Cp. Agonia18 novembro, 2016 15:10

    Sim senhor, aqui estão umas obras como deve ser.
    Pelo que vejo, não há estacionamento à superfície para os moradores. Em contrapartida,espeta se-lhes um parque de autocarros à frente para fazer barulho e fumo e viva a qualidade de vida.
    Os meus PARABÉNS aos autores do projecto.

    ResponderEliminar
  2. É mais uma vez só obras de fachada e para a fotografia, o que de mais necessário e urgente não se fala sequer, tantas freguesias com uma necessidade urgente de saneamentos, e nem se ouve falar , é só gastar dinheiro para a fachada e dar serviços aos compadres e como é da praxe lá virao mais uns dividendos.
    E vota o povo neste tipo de gente!depois só se vê estátuas sem geitonemhum e algumas, poucas, obritas nas frguesias para calar a boca ao povo e continuamos a ver só investimentos maus na cidade, as freguesias não contam...

    ResponderEliminar
  3. Boa Tarde
    Alargaram a primeira curva no acesso á praça de touros junto a pousada de juventude mas esqueceram da curva a seguir enfrente ao centro,quando transita um autocarro tem que subir o passeio.
    CUMPRIMENTO
    Anonimo

    ResponderEliminar
  4. É realmente lamentável ver como se mal gasta o dinheiro em obras sem qualquer interesse público e de melhorias duvidosas. Viana há anos que tem vindo a morrer progressivamente, a perder população e investimento útil que realmente estimule a economia, crie emprego e atraia população, e onde se gasta o dinheiro público??? Em destruir caminhos naturais para transforma-los em "ecovias", criar espaços verdes com blocos de betão pelo meio quando a cidade é rodeada de verdadeiros espaços verdes e natureza, destruir bares de praia de toda a vida e de construção ecológica para substituir por fantásticos edificios de arquitetura premiada e vanguardista mas destinados ao fracasso e constantes mudanças de gerência que os vianenses tão habituados estão.. Enfim, é muito triste.

    ResponderEliminar

  5. Boa tarde
    É lamentável que a nossa câmara com tantos arquitectos, não tenham noção que nas ruas também circulam camionetas de passageiros,
    e que ao fazerem as curvas devido a não terem o raio devido ou passem por cima dos passeios ou então os carros que circulam na outra via em sentido contrário tenham que parar para as ditas camionetas poderem fazer a curva, era de reverem estes problemas enquanto estão na construção das ruas e as que estão mal que as corrigissem , lamentável

    ResponderEliminar
  6. Também é lamentável que sempre que se realize qualquer obra nesta cidade os velhos do restelo de sempre venham dizer mal de tudo e mais alguma coisa.
    porra!!!! estará sempre tudo mal????????

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 30 dias

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.

Viana do Castelo volta a viajar no tempo até à época medieval

A Feira Medieval de Viana do Castelo vai voltar às ruas do centro histórico da cidade de 17 a 19 de junho, após a interrupção de dois anos devido à pandemia. A Feira vai contar com um diversificado programa de animação e com a presença de artesãos e restauração. DO PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CONSTA NOMEADAMENTE: ANIMAÇÃO ITINERANTE | CORO MEDIEVAL | ESPETÁCULO DE ABERTURA | ESPETÁCULO DE FOGO | CORTEJO DO SÉQUITO REAL | DANÇAS MEDIEVAIS | MÚSICA MEDIEVAL | MARIONETAS | JOGO DO PAU | DEMONSTRAÇÃO  DE VOO LIVRE | BANDA DE GAITEIROS | OUTORGA DO FORAL | OS GUARDAS REAIS | OFICINA DE TIARAS DE FLORES    | JOGOS MEDIEVAIS Consulte a programação completa do evento, com o local e horário de cada animação, clicando AQUI : 

Canhão do século XVIII roubado do interior da Fortaleza de Valença

Um canhão do reinado de D. João V, do século XVIII, pertencente ao Arsenal Real do Exército, foi roubado na madrugada de hoje do baluarte do Socorro, junto à pousada de S. Teotónio, no interior da fortaleza de Valença. Em comunicado enviado às redações, a autarquia da segunda cidade do distrito de Viana do Castelo, adiantou “tratar-se de um magnífico exemplar de armamento bélico, que estava exposto no Baluarte do Socorro, no interior da Fortaleza de Valença”. “Ao que tudo indica, o canhão foi arremessado muralha abaixo, para um patamar intermédio, e novamente atirado para o fosso da fortaleza, onde terá sido recolhido e transportado. Este é um roubo que abrange o património móvel nacional existente na fortaleza de Valença”, refere a nota. A Câmara de Valença “participou a ocorrência à GNR sendo que foi acionada, de imediato, a Polícia Judiciária (PJ) que já esteve no local a recolher provas”. O presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira manifestou-se “profundame

Santa Luzia à vista

Hoje, sábado, 28 de maio de 2022, com duas máquinas a trabalhar em simultâneo, quase fizeram desaparecer da paisagem vianense o edifício Jardim (Prédio Coutinho). Nesta fotografia de hoje, já é visível o Santuário do Sagrado Coração de Jesus (também conhecido como Templo de Santa Luzia).

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.