ROMARIA D’AGONIA | Rasto de lixo depois da Procissão ao Rio e Serenata

Terminaram ontem em ambiente de festa as celebrações à Senhora d'Agonia. Uma Romaria que todos os anos traz à cidade de Viana do Castelo milhares de visitantes.
A Procissão ao mar e ao rio e a Serenata que tiveram lugar ontem, último dia das Festas, foram dos momentos que atraíram milhares de pessoas à marginal do rio Lima, o que aliado à falta de consciência ambiental por parte de muitos, originou o triste espetáculo que hoje de manhã se deparava a quem por lá passava. Centenas de garrafas de plástico e de vidro foi o que ficou à mostra no final da Procissão e Serenata.
Havia de haver maior consciencialização por parte das pessoas e pensarem que, mesmo que haja trabalhadores que mais tarde vão recolher os resíduos, ao atirarem lixo para o chão este vai dispersar e basta haver uma subida das águas do rio ou vento, que todo o plástico vai parar ao rio.
Há que mudar o comportamento ambiental e promover atitudes básicas como não abandonar o material que se leva e, mais simples ainda, colocar os resíduos dentro dos recipientes próprios.
A Romaria terminou, mas para trás ficou um rasto de lixo, conforme mostram estas fotografias.

Marginal do rio Lima, Viana do Castelo (2017.08.21)

Marginal do rio Lima, Viana do Castelo (2017.08.21)

Marginal do rio Lima, Viana do Castelo (2017.08.21)

Comentários

  1. Nunca hei-de perceber porque é que somos um povo tão porco! Isto é nojento! A casa destas pessoas deve ser uma pocilga

    ResponderEliminar
  2. Olá amigos, Aqui queremos dar uma razão aos vastos montes de lixo deixado por todos. Nó proprios tivemos a necessidade de deixar lixo também e isto é coisa que não gostamos e nunca antes fizemos. A razão? Os poucos baldes que existem estavam amontoados e o lixo foi deixado ao lado a formar montanhas. Porquê? A Câmara Municipal tem obrigação de fornecer extra contentores para o lixo atravé de toda a cidade e empregar temporáriamente ou dar horas extras a funcionários nestes quatro dias de festa. Temos a certeza que a maioria das pessoas (como nós) preferem meter o lixo em recipientes próprios - se esses estão a nosso dispor.
    Cãmara Municipal por favor não se queixem e de hoje em frente forneçam o que é preciso se querem que as pessoas mostrem civismo.
    Viana é Amor.

    ResponderEliminar
  3. A verdade é que sim mas também me tenho apercebido de que em geral, todo a ano há falta de limpeza. Na praia de Cabedelo durante todo o ano, as dunas estão cheias de lixo. Nas pasadeiras de madera não há quase latas para lixo e as que são, não têm tampas. O vento espalha tudo pelas dunas e a imagem é pessima. Também não se mantêm os passeios novos que se fizeram e tudo parece desleixado. Eu quase nunca vejo pessoal de limpeza...Tenho pena dum lugar tão bonito ter este aspecto. Além disso as pessoas são sujas, isso é uma grande verdade

    ResponderEliminar
  4. Câmara Municipal tem culpa dessa situação. O número de contentores que temos nas festas é o mesmo que temos quando não há festa. Os poucos contentores que vi estavam amontoados e pequenos montes de lixo feitos ao lado e também lixo por todo o lado. Não é falta de civismo, é falta de recipientes e falta de funcionários para despejá-los.

    ResponderEliminar
  5. É de lamentar nos dias de hoje haver PESSOAS K NAO LHES INCOMODA O MEIO AMBIENTE TRISTE TRISTE

    ResponderEliminar
  6. Muito calor neste dia da procissão ao mar, levou a que muitas pessoas a refrescarem-se evitando assim a desidratação.

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente ,a cidade não esta preparada para este tipo situações. A minha filha no dia cortejo tinha uns guardanapos e uma garrafa para deitar ao lixo ,foi procurar r não havia um único caixote luxo para poder deitar o lixo. Perguntou a um dos responsaveis dos bilhetes das bancadas se podia deitar o lixo no balde deles, a resposta obtida foi que deixa se no chão.Por fim o dono café Paris deixou nos por no caixote que tinha disponível . Enfim ,nem sempre o povo tem culpa.

    ResponderEliminar
  8. Isso são só desculpas. Eu e uma amiga fomos ver a serenata e levamos o nosso saco do mcdonald's com o jantar para podermos marcar sitio. Quando nos viemos embora andei cerca de 800metros até ter deitado o lixo no caixote do lixo. E mesmo que não tivesse encontrado um vazio, trazia-o para casa! Já não seria a primeira vez, nem vai ser a última.

    ResponderEliminar
  9. Não tirando a responsabilidade a quem cabe a obrigatoriedade de fornecer condições aos visitantes e locais da cidade, é assim tão complicado guardar o próprio lixo e colocá -lo em lugar apropriado um pouco mais tarde? Bom senso deve ser comum.

    ResponderEliminar
  10. Independentemente de os baldes ou caixotes do lixo serem em número reduzido, e acharmos que a culpa é do município, o bom senso diz nos que devemos colocar o lixo exatamente onde ele pertence e não deixá-lo amontoado precisamente junto à água como se pode ver nas imagens.
    Falta de educação e civismo por parte de tantos ignorantes.
    Eu se não encontro contentor onde depositar o lixo não atiro para o chão, levo comigo até encontrar local adequado para o colocar.
    Se não for dessa forma e fizermos o que se vê nas imagens qualquer dia temos seremos comparados com Angola em que o lixo amontoado nas ruas fica durante semanas ou meses e depois é apanhado com retro escavadoras!

    ResponderEliminar
  11. As pessoas agora desculpam-se com a Câmara, mas se levassem um saco plastico na bolsa com eu faço e coloco lá o lixo nada disso acontecia. Podiam levar consigo e deitar num outro caixote.
    Quantas vezes trago o lixo para casa e depois deito no contentor. As pessoas é que são porcas e não têm civismo ou não têm miolos..Só pode...Se fosso um saco com contras podiam levar como é com lixo preferem deixas espalhado...

    ResponderEliminar
  12. Estavam a espera que as pessoas levassem o lixo pra casa? Sim porque é tudo muito bonito mas onde queriam que as pessoas deixassem o lixo???? Os poucos contentores existentes estavam mais que lotados. Isto é a imagem da nossa cidade e da boa organização que temos na nossa querida festa. Mas o importante é fazer bonito e pra quem os apoia só tem aquilo que merece

    ResponderEliminar
  13. John:Não há caixote, leve o lixo consigo até ao primeiro recipiente de lixo que apareça...Nomeadamente, em casa.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo

    Vou à muitos anos ás festas de Viana do Castelo, mas com este ano nunca tinha visto tanto lixo as ruas muito sujas e com mal cheiro, concordo que é falta de civismo, mas a Comissão de Festas em conjunto com a Câmara deveria criar condições para depositar o lixo e limpar as ruas. Os próprios bares e restaurantes tinham o lixo à porta mal acondicionado aos montes. POR FAVOR NÃO ESTRAGUEM A REPUTAÇÃO DAS FESTAS DE VIANA DO CASTELO.


    22/08/2017

    ResponderEliminar
  15. Cristina Palhares22 agosto, 2017 17:12

    Foi nesse preciso sítio que me senti muito indignada perante tanta falta de respeito 😡 ainda perguntei alto e bom som se em suas casas no fim de comer e beber deitavam os restos pro chão. Mas em troca recebi olhares a quererem dizer que estava tudo normal menos eu 😡😡😡😡

    ResponderEliminar
  16. Conjugam-se duas situações: por um lado, alguns vianenses, sobretudo o pessoal mais novo, não prima pela limpeza dos locais públicos e, por outro, há falta de recipientes para o lixo. No primeiro caso, acresce ainda a total ausência de civismo e de educação. No segundo, a sensibilidade do respectivo pelouro camarário e até da polícia, para uma actuação pedagógica ou interventiva. Na Avenida dos Combatentes, por exemplo, o coração da cidade, é ver quem mais lixo acumula na zona do Froiz, com a complacência das autoridades. Para já não falar nos sem abrigo, a cair de bêbados e a espalhar o vinho pelos passeios...

    ResponderEliminar
  17. Mais umas toneladas de plástico para o oceano eue iremos comer nas próximas décadas. Tudo é reciclado mas com cancro para os nossos netos.

    Não conseguem mater as embalagens nas mãos até aos carros ou encontrar um caixote não cheio? Ecopontos pela cidade não estariam cheios (julgo eu) ou levem para as vossas cidades. Não é por encontrarem alguns caixotes cheios que vale tudo. Preguiça em zelar pela casa de todos revela o mais primitivo de cada um.

    ResponderEliminar
  18. Realmente é triste, mas queria deixar a recomendação para que no próximo evento haja mais pontos para depositar resíduos e embalagens, pois é uma falha grave não haver um único ponto ao longo de todo esse paredão junto ao rio.
    Fiz o percurso do Campo da Agonia até ao jardim Municipal e também deixei as minhas garrafas vazias no chão junto a um contentor pois todos eles estavam completamente cheios e a amontoar lixo junto deles.
    Uns Pontos de Recolha provisórios com uma MENSAGEM EDUCATIVA, podem retirar do chão umas toneladas de lixo;)
    Abraço e parabens pela serenata.

    ResponderEliminar
  19. A culpa não é da Câmara, mas da falta de civismo de quantos vivem as festas da Sra. D'Agonia, porque vivo há muitos anos nesta linda cidade, e nunca vi um espetáculo tão deprimente.
    Viana é considerada há vários anos e distinguida com categoria de CIDADE LIMPA.
    Todos os dias da festa os lixos foram recolhidos, e no fim de cada cortejo ou procissão os funcionários camarários limparam, mas com mentalidades destas não há limpeza que resista.

    ResponderEliminar
  20. Cátia Ferreira25 agosto, 2017 09:27

    Realmente os Serviços Municipalizados no fundo têm culpa pela falta de cuidado não só durante os 4 dias de festa mas como em todo o mês de Agosto, quando a cidade recebe milhares de visitantes todos os dias. No entanto maior culpa de se ver em que estado de lixeira ficou a cidade neste período de festas principalmente no dia da procissão ao mar e da serenata, são as pessoas! A falta de civismo por parte de um grande número de pessoas, é incrível! Como aqui já foi dito várias vezes em outros comentários, e repito, as pessoas vendo que não há por perto sítio para depositar o lixo, simplesmente tinham que levar os lixo com eles até um ponto mais próximo e caso este estivesse lotado, é carregar com ele até ao carro ou mesmo até casa!
    Ao longo da marginal do rio Lima, entre a ponte Eiffel e a doca de pesca existem 8 Ecopontos, e se falarmos que entre a linha do comboio a leste, a avenida Campo do Castelo a oeste e a Estação dos Comboios a norte, o número aumenta para 24. A imagem da sujidade que em todos os sentidos é deplorável deve-se em muito à falta de bom senso de algumas pessoas!

    ResponderEliminar
  21. Johnny Dos Passos25 agosto, 2017 11:58

    Meus caros conterrâneos; E muito mais cômodo mandar as culpas para a câmara municipal e de uma forma geral para os outros quando na verdade era fácil termos conosco um saco de plástico no qual individualmente poderíamos colocar o lixo que produzimos. O mesmo já acontece com os donos de cães que vivendo na cidade são obrigados a recuperar os dejetos deixados pelos animal. Mais uma vez estamos confrontados é um problema cultural e não da falta de mobiliário urbano. O português de uma forma geral gosta ou gostaria de estacionar o seu belo automóvel em frente ao banco a padaria ou ao supermercado ! Pois nestes casos a câmara teria de colocar um cesto do lixo de 5 em 5 metros para agradar todos os cidadãos que vagueiam pelas ruas. Com certeza !! E em consequência disso triplicar o número de funcionários camarários e respectivo imposto local para financiar a nossa preguiça !! Vade retro...

    ResponderEliminar
  22. Sugestão: Usar o dinheiro da demolição do prédio Coutinho e investir na limpeza diária!

    ResponderEliminar
  23. Não há desculpas!
    Eu também lá estive e não fiz lixo!
    Seus porcos!!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Projeto de 1ME quer reabilitar Castelo quatrocentista de Viana do Castelo - TPN

Programa da Romaria de 2021 com momentos ‘online’ e eventos com público

41ª Feira do Livro de Viana já tem data e programa

Abandono e degradação do património