Avançar para o conteúdo principal

VIANA | Troços da Ecovia pouco tempo depois de concluídos já precisam de intervenção

A futura Ecovia do Litoral Norte que, uma vez concluída, permitirá a ligação ininterrupta, em canal pedonal e ciclável, da Praia de Afife à Praia Norte, na cidade de Viana do Castelo, numa extensão total de 10,650 km, já está quase executada. Acontece que o piso de alguns dos troços concluídos há pouco mais de um ano, já terão visto melhores dias. Atualmente encontra-se bastante degradado e pouco cuidado, denotando falta de manutenção em diversos locais.
Esta que é uma obra importante para o lazer e prática de exercício físico, muito frequentada por vianenses e visitantes, precisa de uma intervenção urgente para que fique mais confortável e segura. Como se encontra, para praticar BTT está excelente mas para se caminhar, correr ou dar simples passeios de bicicleta, não está em condições.

Troço da Ecovia Litoral Norte na Areosa (Viana do Castelo)

Troço da Ecovia Litoral Norte na Areosa (Viana do Castelo)

Troço da Ecovia Litoral Norte na Areosa (Viana do Castelo)

Comentários

  1. Só pode ser um bom trabalho e uma boa fiscalização
    A equipe que considerou a obra em condições devia ser investigada até ás ultimas consequenciais, ou NÃO ???

    ResponderEliminar
  2. É evidente que com o tráficp de BTTs o piso degrada-se ràpidamente.Uma camamada do "betuminoso" aplicado ao princípio da via, ali perto do Castelo Velho, seria o ideal. Ou passar um rôlo prsado para enterrar a "brita".
    Pede-se aos Srs. Ciclistas para utilizarem meios sonoros para avisar quem caminha a pé, pois são um perigo constante, ao aproximarem-se silenciosos e a todo o "gaz".
    Apitos, campaínhas, sinos, "klaxons"
    assobios, etc, tudo é aconselhàvel e até obrigatório!?...

    ResponderEliminar
  3. O que mais me surpreende é que os caminheiros que vão para Santiago de Compostela, e tenho falado com muitos (maioria estrangeiros), dizem-me que parece impossível que uma via tão bonita para caminhadas esteja naquele péssimo estado. E lamentável que não haja nenhum responsável (.Camara Municipal, Polis litoral Norte ou outrem) não vejam o estado lastimável de uma obra que apenas tem um ano de existência. Sr. Presidente da Câmara: a maioria absoluta tem de servir para alguma coisa! Veja por favor este assunto de imediato. Maia, vejam que neste momento nao se resolve este assunto com um rolo compressor, pois isso somente serve para disfarçar o problema durante um mês ou menos. Aqui fica mais uma vez este alerta. É MUITO URGENTE.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

É o fim do Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Hoje, 01 JUL 2022, desaparece definitivamente do Centro Histórico da cidade de Viana do Castelo.

Ponte Eiffel, em Viana, faz 141 anos

Feita em ferro e desenhada no gabinete de Gustave Eiffel, a ponte que liga as duas margens do Lima, entre a cidade de Viana do Castelo e a vila de Darque, foi inaugurada a 30 de junho de 1878, tendo sido construída para substituir a antiga e precária ponte de madeira. A ponte Eiffel de Viana do Castelo foi a primeira ponte rodoferroviária (de dois tabuleiros sobrepostos) construída em Portugal, tem 645 metros de comprimento e dois tabuleiros metálicos, sendo o superior rodoviário, para trânsito automóvel e pedestre, e o inferior ferroviário. (clique na imagem para ver em modo de ecrã inteiro) A Ponte Eiffel de Viana do Castelo (1930/1940)

O Desfile da Mordomia na Romaria d’Agonia

O Desfile da Mordomia é um dos momentos de maior destaque naquela que é considerada a Rainha das Romarias de Portugal. Depois de dois anos de ausência daquele número devido à pandemia, na Romaria d’Agonia 2022 é esperado um recorde de participações. Cerca de 800 mordomas (número máximo aceite pela organização) irão estar no desfile que vai decorrer no dia 18 de agosto. Em 2019 participaram no desfile 619 mordomas. O Desfile da Mordomia é considerado a maior montra de trajes e ouro ao ar livre do país. No deste ano, estima-se que o valor total do ouro que as 800 mordomas vão usar (2,5 quilogramas, em média, cada uma), calculado com base no preço atual, atinja os 94 milhões de euros.

Pelo areal da praia de Afife

Uns a caminho de Santiago de Compostela, outros a caminho das ondas. Nesta época balnear, a praia de Afife, no concelho de Viana do Castelo, foi contemplada com os galardões: BANDEIRA AZUL, QUALIDADE DE OURO e ZERO POLUIÇÃO. Bom fim de semana para todos.