Avançar para o conteúdo principal

VIANA | Semana do Mar e Aniversário do Centro de Mar arrancam hoje


Arranca hoje e prolonga-se até ao próximo dia 23 de novembro, a IV Semana do Mar e o 3.º Aniversário do Centro de Mar. Exposições, Aulas a Bordo, Ateliers, Showcooking e Apresentação de Livro, são alguns dos destaques da programação destes eventos, que têm inicio hoje 16 de novembro (Dia Nacional do Mar) com a inauguração das exposições “A Viagem Interminável do Lixo Marinho” e “Nós de Marinheiro” e a apresentação da 1ª Edição do Concurso “Ernâni Lopes”.
Todo o programa de atividades da Semana do Mar 2017 e do 3.º Aniversário do Centro de Mar, desenrola-se no Centro de Mar de Viana do Castelo (ré do Navio Hospital Gil Eannes).

PROGRAMAÇÃO GERAL 

16 de novembro de 2017 | quinta-feira 
- Inauguração da Exposição “A Viagem Interminável do Lixo Marinho” (11H00)
- Inauguração da Exposição “Nós de Marinheiro”
Os “Nós de Marinheiro” são uma arte que os marinheiros e os pescadores dominam com muita destreza e que marcam muito a sua presença nas mais diversas actividades e manobras a bordo das embarcações e dos navios ao longo dos tempos. 
A exposição “Nós de Marinheiro” patente no Centro de Mar de Viana do Castelo de 16 de novembro de 2017 até 01 de maio de 2018, tem como principal objectivo dar a conhecer ao público esta arte de marinheiro, assim como a terminologia tradicional pelas gentes do mar.
- Apresentação da 1ª Edição do Concurso “Ernâni Lopes”

17 de novembro de 2017 | sexta-feira 
- Aulas a Bordo “Nós de Marinheiro” (10H30) | Público: 1.º Ciclo
- Atelier “Plasticus Marítimus” (16H00) | Público: 1.º Ciclo

18 de novembro de 2017 | sábado 
- Showcooking “Sabores do Mar de Viana” (10H00/12H00) | Público em geral
- Atelier “Plasticus Marítimus” (16H00) | Público: 1.º Ciclo

19 de novembro de 2017 | domingo 
- Apresentação do livro “Crónicas de Uma Baleia” (10H30)

21, 22 e 23 de novembro de 2017 | terça, quarta e quinta-feira 
- Aulas a Bordo “Nós de Marinheiro” (10H30) | Público: 1.º Ciclo
- Aulas a Bordo “Nós de Marinheiro” (14H30) | Público: 2.º/3.º Ciclo

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

LIRATOV: O Artista Urbano do Azulejo que ninguém sabe quem é

As dezenas de trabalhos que vai deixando nos mais inesperados locais da cidade de Viana do Castelo e noutras localidades, estão a tornar famoso este artista anónimo. Apesar de manter essa faceta de clandestinidade tem uma página na rede social Instagram ( AQUI ), onde vai partilhando fotografias das suas obras. As fotografias aqui apresentadas, são os últimos trabalhos descobertos recentemente por mim na cidade, executados por LIRATOV, o artista que (quase) ninguém sabe quem ele é.

Olha que três!

Esta foto tem a particularidade de permitir contemplar um dos mais belos enquadramentos arquitetónicos da cidade. O Chafariz-Estátua de Viana, no seu enfiamento, num plano superior a Capela das Malheiras e no alto do monte de Santa Luzia, o Santuário do Sagrado Coração de Jesus (Templo de Santa Luzia).

Bom dia, Viana do Castelo!

Embarcações de pesca e de turismo lado a lado, com o sempre presente navio-museu Gil Eannes, na antiga doca comercial de Viana do Castelo. 

Andando por aí...