Avançar para o conteúdo principal

Exposição Coletiva de Pintura "Quatro Olhares sobre a Romaria”


O Palácio das Malheiras (Rua Gago Coutinho - Viana do Castelo) vai receber de 1 a 31 de agosto, uma exposição coletiva de pintura intitulada “Quatro Olhares sobre a Romaria”.
Nesta exposição vão estar patentes obras dos pintores Albino Castro, Gill Baldwin, Louise Ready e Rita Arantes. São quatro olhares diferentes sobre a Romaria da Senhora d’Agonia.
A exposição poderá ser visitada todos os dias, das 10H30 às 12H30 e das 15H00 às 19H00. A entrada é gratuita.

Conheça o perfil dos participantes: 

ALBINO CASTRO 
jose.albino.castro@gmail.com
Telemóvel - 963754110 
Natural de Viana do Castelo, mas cidadão do Mundo, Albino Castro, inspira-se na sua cidade, nas suas tradições e nos seus usos e costumes para desenvolver um trabalho artístico já facilmente identificável. Os motivos escolhidos, a paleta cromática e a técnica utilizada mostram um modo muito próprio de pintar. Participou em várias exposições coletivas e individuais, das quais destaca em Nantes, França e em La Chapelle-Saint-Mesmim, Orleans também em França. Em 2016 foi-lhe atribuído o 2º lugar, no Concurso Artistas do Alto Minho e Galiza, organizado pela Fundação Bienal de Cerveira. Consta do Livro “Temporalidades” – Poesia e Pintura do poeta António Carlos Santos, com uma pintura a ilustrar poemas do autor. 

GIIL BALDWIN 
gbaldwin10@hotmail.com
A Gill nasceu em Londres em 1948. Viveu e trabalhou em Educação na Grã-Bretanha e em Espanha. Vive em Viana do Castelo desde 2007 onde redescobriu a sua paixão pela pintura inspirada na beleza da região, na sua cultura e na sua gente. Nos últimos anos tem feito parte do grupo ”Ver & Fazer”, no atelier do pintor Rui Pinto, com quem participou em várias exposições. Gosta de pintar aguarelas e óleos. Agora pertence ao grupo GIRARTE. Tem sido influenciada, na sua pintura a óleo, pelos impressionistas. Nos seus quadros esforça-se por captar a luz, as cores e as tradições do Norte de Portugal. 

LOUISE READY 
Telemóvel - 914294241
Louise Ready nasceu em 1939. Começou a pintar quando veio morar em Viana do Castelo, há mais de oito anos. Pintou nos ateliês de Rui Pinto e Meira Rego. Não tem um estilo específico, mas gosta de pintar o movimento e a luz. Ela tem, no entanto, uma mente aberta e gosta de experimentar várias técnicas e temas. Participou em diversas exposições coletivas. 

RITA ARANTES 
arantes.rita@gmail.com
Nasceu na Meadela, Viana do Castelo, em 1957. Possui uma pós graduação em Arte Contemporânea, pela Escola Superior Artística do Porto. Frequentou o curso de desenho da Figura Humana na Escola Superior de Belas Artes do Porto. Concluíu uma pós graduação em Literatura Infantil, na vertente de Ilustração, da Universidade do Minho. É licenciada em Educação. Frequentou vários workshops de desenho, pintura e fotografia. Participou em inúmeras exposições individuais e coletivas de pintura e fotografia. Das últimas exposições constam: XIX Bienal de Arte de Cerveira 2017; exposição coletiva na Ordem dos Advogados, Viana do Castelo; Arte Maio, Viana do Castelo e Lethesart 2018, Ponte de Lima.

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Corte de árvore no Jardim Público

Talvez por se encontrar com problemas, e no sentido de garantir maior segurança aos utentes do Jardim Público Marginal da cidade de Viana do Castelo, está a ser cortada uma árvore de grande porte. Neste que é o espaço verde mais antigo da cidade, datado de 1881, existem mais de 150 árvores, na sua maioria tílias.

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Quem vai ao mar avia-se em terra

Tripulação do “Santa Luzia no Monte” no porto de pesca de Viana do Castelo, a preparar os covos para uma próxima saída para a faina. 

Estacionamento selvagem e a indiferença das autoridades em Viana

Esta situação (15 set 2022) acontece no espaço relvado que rodeia o tanque comunitário na zona da Ribeira de Viana do Castelo. Apesar deste espaço estar vedado com pilaretes de madeira (bastou derrubar 1 ou dois), é usado por cada vez mais pessoas, que impunemente cometem estes abusos com as suas viaturas. De salientar que a cerca de 50 metros deste local existe espaço para estacionamento gratuito para dezenas de viaturas.