Enorme “Coração de Viana” de Joana Vasconcelos exposto em Serralves

Uma das obras mais conhecidas e emblemáticas da artista plástica portuguesa Joana Vasconcelos, o "Coração Independente Vermelho”, inspirado no coração de Viana, peça icónica da filigrana portuguesa, está entre as mais de trinta e cinco peças que integram a sua primeira exposição individual em Serralves.
A exposição, intitulada “I’m Your Mirror” esteve anteriormente no Museu Guggenheim de Bilbau (Espanha), onde recebeu mais de 640 mil visitantes. Vai estar no Porto, em Serralves, até 24 de junho.

A obra "Coração Independente Vermelho”, já esteve exposta no Centro Cultural de Viana do Castelo durante a Romaria d'Agonia de 2014. Joana Vasconcelos foi, nesse mesmo ano, presidente da Comissão de Honra das Festas, tendo participado no cortejo etnográfico e no desfile da Mordomia.

Alguns dos trabalhos expostos no Museu e nos Jardins do Parque de Serralves:

(Clique na imagem para ver em modo de ecrã inteiro)

CORAÇÃO INDEPENDENTE VERMELHO, 2005 | Apresenta-se sob a forma de um enorme coração de Viana (com mais de três metros de altura), peça icónica da filigrana portuguesa, pacientemente preenchido com talheres de plástico vermelho. Suspenso a partir do eixo, a obra executa um movimento rotativo circular, acompanhado pelo som de três expressivos fados interpretados por Amália Rodrigues. 


SOLITÁRIO, 2018 | Tem a forma de um anel de sete metros de altura, realizado com 112 jantes douradas de automóveis d luxo e coroado por um suposto enorme diamante constituído por 1.324 copos de whisky de cristal. O conjunto traduz num anel de noivado, também designado de «solitário», provavelmente, um dos objetos mais desejados no mundo. 


I´LL BE YOUR MIRROR, 2018 | Dezenas de espelhos - com molduras ricamente decoradas, desenhadas pela artista -, sobrepostos como escamas, para construir uma monumental e surpreendente máscara veneziana. Pesa 2,5 toneladas e é composta por 231 molduras de duplo espelho. 


MARILYN, 2009 | Marilyn assume a forma de um elegante par de sandálias de salto alto, cuja escala ampliada resulta do uso de panelas e respetivas tampas. Posicionado quase simetricamente, o par remete à figura ausente de Marilyn Monroe. 


CALL CENTER, 2014-2016 | Apresenta-se sob a forma de uma enorme pistola Beretta construída com recurso à acumulação de 168 telefones fixos pretos, exatamente do mesmo modelo. 


PAVILLON DE THÉ, 2012 | Uma enorme estrutura em ferro forjado - um bule de chá -, percorrida e decorada com vegetação (plantas de jasmim) 


LILICOPTÈRE, 2012 | Helicóptero Bell 47, onde são utilizadas plumas de avestruz, cristais Swarovski, folha de ouro, tinta industrial, revestimentos com pele tingida gravados a ouro fino, tapetes de Arraiolos, madeira de nogueira e pintura decorativa de imitação de madeira.


A TODO O VAPOR, 2014 | Três espécies de robôs feitos de Ferros de engomar a vapor BOSCH. Reinterpretando o comportamento de pétalas de uma flor, os ferros de engomar abrem e fecham numa surpreendente e sincronizada coreografia. 


BRAGANZA, 2017 | Faiança Rafael Bordalo Pinheiro pintada com vidrado cerâmico e renda em crochê dos Açores.


SOFÁ ASPIRINA, 1997 | Construído a partir de blisters com comprimidos de Aspirina de 500 mg, madeira e vidro. 


WWW.FATIMASHOP, 2002 | Peça que reúne estatuetas fosforescentes de Nossa Senhora de Fátima de diferentes tamanhos. 


NI TE TENGO, NI TE OLVIDO, 2017 | Urinóis de cerâmica e croché de algodão feito à mão.



Joana Vasconcelos durante a Romaria d'Agonia 2014

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O antes e o depois

Dez anos após naufrágio…

Flores embelezam espaço público