Avançar para o conteúdo principal

Expansão da Rede Urbana de Ciclovias de Viana do Castelo

Encontra-se já em construção o prolongamento da ciclovia da frente ribeirinha poente entre o Centro Cultural de Viana do Castelo e o Centro de Vela. Este novo troço da Rede Urbana de Ciclovias de Viana do Castelo acompanha a marginal ribeirinha, permitindo apreciar a beleza do estuário e foz do rio Lima.
Desta empreitada faz parte também a ampliação da escadaria ribeirinha em toda a extensão junto ao navio-museu Gil Eannes.
A obra tem um prazo de execução de 240 dias e um preço contratual de 522.589,93 euros.


Comentários

  1. E que tal tratar urgentemente daquilo que é urgente??? Precisamos de notícias do género "Expansão da Rede Urbana de Ciclovias de Viana do Castelo para uso diário casa-trabalho-casa". Com espírito superficial só nos enganamos a nós próprios.

    ResponderEliminar
  2. Considerando que todos os dias desde sempre cerca de mais de uma dezena de pescadores e ao fim de semana é ocupado por várias dezenas de pescadores de pesca lúdica muitos oriundos de terras como Fafe , Guimarães , Braga e Famalicão utilizam o a extensão da margem desde o fim do parque do Gil Eanes até ao molhe depois do edificio dos pilotos perguntam:

    Com a construção já em curso da ciclovia que ocupa o espaço por nós utilizado, onde vamos poder pescar?

    Se já nos proibem de pescar desde a ponte metálica até ao centro cultural , e não podendo pescar em cima do cais e como a grande generalidade é gente sénior que não pode se movimentar nas opedras soltas que servem de molhe ao rio quais são as alternativas que nos dão?

    Se todos os anos somos obrigados a tirar uma licença para pescar que já custa alguns euros e sem a qual nos sujeitamos a pesadas multas passadas pela polícia marítima, pensamos que deveriam criar condições para poder usufruir dessa mesma licença, perguntando : A pesca lúdica não é considerada por quem decidiu sobre ba construção de tal ciclovia, um desporto saudável de contacto com a natureza?

    Para um municipio que tanto previligia o desporto náutico esquece a pesca lúdica? Ou os pescadores são municipes menores?

    Para quê gastar dinheiro num espaço onde o piso já é óptimo para o ciclismo e efectivamente rararemte se vê gente a praticar essa modalidade! Efectivamente terão que haver outros interesses por trás destas obras! A pesca lúdica traz gente de fora que deixam dinheiro nas lojas de artigois de pesca de Viana e na restauração , senão vistem o lugar aos sábados e vejam a quantidade de forasteiros a pescar nessa zona desde a mnhã bem cedo!

    ResponderEliminar
  3. não adianta nada continuar a construir "ciclovias" que depois não têm qualquer princípio nem fim, qualquer sinalização e nem sequer identificação...
    Podem estar a construir qualquer coisa... mas não lhe chamem ciclovias!

    ResponderEliminar
  4. Enquanto o corpo técnico for mau, estiver convencido que é excelente e recusar-se a aprender alguma coisa, não há política que nos valha.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Seis pirogas encontradas no rio Lima em Viana do Castelo classificadas "tesouro nacional"

  O Governo aprovou hoje, em Conselho de Ministros, o decreto que classifica, como conjunto de interesse nacional diversos bens móveis arqueológicos náuticos e subaquáticos, sendo-lhes atribuída a designação de "tesouro nacional": as seis pirogas monóxilas provenientes de recolha arqueológica subaquática realizada no rio Lima, em Viana do Castelo; os três astrolábios provenientes de recolha arqueológica subaquática realizada em São Julião da Barra, e os dez canhões provenientes de recolha arqueológica subaquática, realizada na Ponta do Altar. As pirogas monóxilas são embarcações construídas a partir de um único tronco de árvore, neste caso de carvalho. Este conjunto apresenta um interesse arqueológico e patrimonial muito relevante enquanto testemunho notável da navegação em Portugal, e da travessia do Rio Lima em particular, desde a Idade do Ferro até à Baixa Idade Média. A dimensão do conjunto e de cada exemplar (uma delas com quase 7m de comprimento), o seu estado de conser

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Viana de Outros Tempos

Assim era a Praça da República nos anos 60 do século XX. Espólio de Severino Costa | Arquivo Municipal de Viana do Castelo

Carnaval sem desfile tradicional mas com várias iniciativas para celebrar

Em Viana do Castelo, apesar da não realização do tradicional desfile e, para manter o espírito “folião”, o Carnaval vai festejar-se durante cinco dias (17 a 21 de fevereiro) marcados por DJ’s na Praça da República, concurso de máscaras, animação, motivos alegóricos na Praça da República, entre outras iniciativas. PROGRAMA 17 DE FEVEREIRO (sexta-feira) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de comboio turístico (para crianças) > 11h00 | Dança de Hip-Hop (Ana Coelho) > 10h00 – 13h00 | Dança e construção de fitas de dança criativa 18 DE FEVEREIRO (sábado) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de comboio turístico (para crianças) > 11h00 | Aula de Dancehall (Eduarda Silva) > 17H30 | 1º Edição da Corrida de Carnaval > 16h00 – 19h00 | Animação infantil (atelier de adereços de carnaval – espadas e varinhas de condão) > 22H00 | Concurso de Máscaras > 22H00 | DJ’s na Praça da República 19 DE FEVEREIRO (domingo) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de combo

Olha que três!

Esta foto tem a particularidade de permitir contemplar um dos mais belos enquadramentos arquitetónicos da cidade. O Chafariz-Estátua de Viana, no seu enfiamento, num plano superior a Capela das Malheiras e no alto do monte de Santa Luzia, o Santuário do Sagrado Coração de Jesus (Templo de Santa Luzia).