Avançar para o conteúdo principal

Viana Quinhentista

Praça da República, Viana do Castelo (2019.02.10)

A Praça da República, o verdadeiro postal ilustrado de Viana do Castelo, preserva marcas arquitectónicas de venerável antiguidade, que hoje muito valorizam a cidade.

Chafariz da Praça da República (Séc. XVI)   
Foi construído, ou pelo menos concluído em 1559, sendo obra do mestre canteiro João Lopes "o velho", o mesmo que alguns anos antes executara o chafariz de Caminha e, muito provavelmente, alguns dos chafarizes semelhantes que podemos encontrar em cidades galegas como Pontevedra. Foi durante vários séculos o ponto de abastecimento de água potável da população vianense e, pela sua monumentalidade e localização, uma das referências urbanas do burgo.   

Antigos Paços do Concelho (Séc. XVI)   
Depois que o antigo lugar de reunião do concelho foi ocupado pela igreja de Santa Maria Maior (hoje Sé), foi construída fora de portas esta Casa da Câmara logo no princípio do século XVI. É, como tantas outras construções similares do Noroeste hispânico, um edifício sobradado, tendo no andar nobre a "Câmara" onde reunia a vereação e no piso térreo uma arcada para abrigo das pessoas e de escribas que aqui redigiam, para os iletrados, requerimentos e outros documentos endereçados à Câmara.   

Edifício da Misericórdia e Igreja (Séc. XVI)   
Tendo sido criada em 1520, a confraria da Misericórdia de Viana, desenvolveu-se de tal forma que, no início do segundo quartel do século XVI a mesa resolveu construir a chamada "Casa das Varandas". Este edifício, datado de 1589, é um exemplar único da arquitectura de inspiração renascença e maneirista, com influências italianas e flamengas. Em 1716 iniciaram-se as obras de remodelação da igreja, entregues ao engenheiro militar vianense Manuel Pinto de Vilalobos. Apresenta no seu interior uma grande riqueza decorativa, bem ao gosto da época, quer pela talha em estilo nacional da autoria de Ambrósio Coelho, quer pelos belos revestimentos em azulejo, pintados por Policarpo de Oliveira Bernardes, quer ainda pelos frescos do tecto da autoria de Manuel Gomes. É, sem dúvida, um dos melhores exemplares barrocos de todo o país.

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Já pouco resta…

Viana do Castelo, 16 de maio de 2022. Já pouco resta do Edifício Jardim, mais conhecido por Prédio Coutinho.

Cortejo académico converte ruas de Viana em palco de festa

O Cortejo Académico do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), marcado pela amizade, alegria e cerveja - mui­ta cerveja - animou hoje várias ruas da cidade. Entre saltos e cantoria, milhares de alunos, a pé ou em carros alegóricos, tornaram o cortejo “molhado”, dando “banhos” de cerveja uns aos outros.

Cartaz da Romaria d’Agonia 2022 com 60 propostas a concurso

Sessenta trabalhos concorrem ao prémio de melhor cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia de Viana do Castelo de 2022. O vencedor, para além de ver o seu trabalho utilizado para a divulgação pública da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia 2022 a nível Nacional e Internacional, será contemplado com um prémio monetário no valor de 750,00€.  O resultado do concurso vai ser conhecido no dia 26 de maio. A Romaria d’Agonia deste ano vai realizar-se em Viana do Castelo de 17 a 21 de agosto. (Na imagem são mostrados os cinco últimos cartazes vencedores, 2017 a 2021)

Vegetação toma conta do Castelo de Santiago da Barra

Derivado ao interesse histórico e cultural, é urgente que se proceda de imediato à limpeza da vegetação, quer no interior quer na envolvente do Castelo de Santiago da Barra, por forma a dignificar a imagem do monumento e possibilitar o seu usufruto pelos cidadãos de Viana do Castelo e pelos turistas, nacionais e estrangeiros. A vegetação cresce sem qualquer controlo (em alguns sítios chega a alcançar mais de 1 metro de altura), impossibilitando muitas vezes a circulação pelo mesmo. Em julho de 2021, o presidente do Turismo do Porto e Norte disse, em declarações à LUSA, que a reabilitação, por mais de um milhão de euros, do Castelo Santiago da Barra, em Viana do Castelo, onde se encontra instalada a sede da entidade, vai ser candidatada a fundos europeus.  Enquanto esses fundos europeus não chegam para que seja feita essa intervenção mais profunda, era importante que, entretanto, o TPN mandasse efetuar mais vezes o corte da vegetação e limpeza, de modo a evitar o aspeto degradante que a