As Coroas da Praça

Para cumprir a tradição, na noite de 30 de abril para 1 de maio, nas varandas dos edifícios da Praça da República de Viana do Castelo foram colocados os tradicionais Maios, ou coroas de flores, onde vão permanecer durante alguns dias a embelezar aquela que é considerada a "sala de visitas” da cidade.

Esta tradição, cujas origens se perdem no tempo, de colocar ramos de giestas ou Maios (coroas) nas portas, janelas ou varandas das casas, revela aspetos diferentes nas várias regiões do país. Para uns, esta tradição encontra-se ligada a ritos de fertilidade, do início da Primavera e do novo ano agrícola ou que afasta o mau-olhado e as bruxas de casa.

No Alto Minho, a lenda que se conta, e a mais habitual (De acordo com a extinta Região de Turismo do Alto-Minho), é a seguinte:
Herodes soube que a Sagrada Família na fuga para o Egipto pernoitaria numa certa aldeia. E estava já disposto a mandar matar todas as crianças do sexo masculino. Perante tal morticínio, um outro Judas, informa-o de que tal não valeria a pena. Também, não lhe dizia onde estava o Menino Jesus, mas colocaria um ramo de giesta florida na casa onde ele pernoitasse. Assim, bastaria à soldadesca procurar a tal casa e, pronto!... Porém, qual não foi o espanto dos legionários quando, na manhã seguinte, todas as casas da aldeia apareceram com o tal raminho de giesta florida!... Verdade ou ficção, a lenda ainda perdura, mas já com variantes!

(clique na imagem para ver em modo de ecrã inteiro)







Comentários

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Viana Florida 2021

Flores embelezam espaço público

O antes e o depois

Dez anos após naufrágio…