Lisboa e Viana vão ser ligadas por comboio Intercidades


Viagem entre as duas cidades será feita em menos de quatro horas e meia. CP apenas aguarda que a IP dê a electrificação por concluída.
A partir de meados de Julho, quando for inaugurada a primeira fase da electrificação da linha do Minho, a CP vai inaugurar uma ligação directa em serviço Intercidades entre Lisboa e Viana do Castelo. Segundo fonte oficial da empresa, esta ligação será assegurada pela extensão de comboios Intercidades já existentes que fazem o percurso Lisboa – Porto, mas que passam a chegar e a partir de Viana em vez de Campanhã. 
No troço Nine – Viana, estes comboios vão efectuar paragem nas localidades de Trofa, Famalicão, Nine, Barcelos e Barroselas. Mas as boas notícias acabam aqui. Entre o Tejo e o Lima só haverá um comboio directo em cada sentido, estando a oferta programada para se sair de Viana de manhã e chegar a Lisboa ao meio-dia. O regresso é feito pelo Intercidades que sai de Santa Apolónia às 17h30 e chega ao Porto às 20h46, seguindo depois para Viana do Castelo.

Notícia do Jornal Público de 2019.06.26
Leia a notícia completa AQUI.

Comentários

  1. A maioria dos vianenses vai a Lisboa uma vez em cada 10 anos. Vai de expresso, demora menos uma hora a lá chegar e paga bastante menos.
    Se metessem estas boas notícias onde o sol não brilha...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo que é notícia para Viana é má. Santo Deus.

      Eliminar
  2. O expresso é muito bom para quem pode. Para quem tem problemas de saúde, como eu que não posso fazer longas viagens de autocarro, foi com muito agrado que li esta noticia.
    Há pessoas que só pensam mesmo nelas, só que "as coisas" não acontecem só aos outros.

    ResponderEliminar
  3. o anónimo que disse «a maioria dos VIANENSES vai a Lisboa uma vez cada 10 anos« deve guardar estes comentários estatísticos para si. lembra-me aqueles «parvóides» que ouvi ao longo da minha vida de 70 anos a dizerem "na noite de Natal não há ninguém que não tenha nada para comer» - mas a realidade aqui na outra margem em DARQUE era cruelmente diferente."
    Provávelmente este anónimo pertence ou tem ligações aos grupos, aos interesses instalados que estão a tremer e a temer com a oferta e as melhorias que gradualmente a COMBOIOS DE PORTUGAL vai oferecer a prazo, contráriamente ao objectivo que chegou a estar em cima da mesa de que o serviço ferroviário ficaria circunscrito ao transporte de mercadorias, ficando o transporte de passageiros para os serviços expresso de autocarro, para os tais interesses criados, para os interesses instalados(para os amigos). Os cidadãos com 65 anos de idade tem direito a desconto de 50% no preço do bilhete, em qualquer comboio, em qualquer dia da semana, este tipo de informações e outras de interesse geral, juntamente com a mobilização conjunta da população para exigir-mos melhores composições, melhor serviço, com horários adequados é que deve nortear a nossa intervenção cívica.
    Posições e ou intervenções diletantes como a do cidadão anónimo (mas não muito...)devem merecer a nossa indiferença, quiçá repúdio....
    CONTINUA A SER PRECISO AVISAR A MALTA um abraço solidário (e ferroviário) do ZÉ DO MALHO

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Depois de vários adiamentos, 5 de junho é a nova data para a abertura do PEUVC

Aconteceu neste dia...

Mulheres "orgulhosas" com quilos de ouro ao peito

Câmara de Viana vai acionar garantia de obra para reparar troço de ecovia danificado