CASTELO VELHO | Património esquecido no tempo

Construído outrora para defesa do nosso território, faz parte da história de Viana do Castelo mas continua abandonado e esquecido.
Porque denunciar o que está mal é importante, decidi um vez mais dar a conhecer o atual estado do Forte da Vinha, classificado como Imóvel de Interesse Público. Um alerta para que as instituições competentes tomem medidas no sentido de recuperarem este espaço de modo a ser reaproveitado, para que todos os cidadãos usufruam do seu património histórico.

SOBRE O FORTE DA VINHA 
O Forte da Vinha, também referido como Fortim da Areosa ou Castelo Velho, localiza-se no lugar de Rego de Fontes, ao sul da enseada de Vinha. Com o fim da Guerra da Restauração (1640-1668), foi um dos quatro fortes edificados no litoral entre Caminha e Viana do Castelo com o objetivo de coibir as incursões de piratas argelinos e salentinos, então frequentes na costa portuguesa. A nível arquitetónico define-se como uma fortificação marítima abaluartada, de pequenas dimensões e alçados simples. Apresenta planta estrelada no estilo maneirista, sendo constituída por quatro baluartes desiguais em cantaria de granito. Encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público.





Comentários

Mensagens populares deste blogue

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Programa da Romaria de 2021 com momentos ‘online’ e eventos com público

41ª Feira do Livro de Viana já tem data e programa

Projeto de 1ME quer reabilitar Castelo quatrocentista de Viana do Castelo - TPN

Com o Atlântico mesmo ao lado