Avançar para o conteúdo principal

VIANA | Procissão ao mar pode não se realizar


Pescadores ameaçam boicotar a realização da procissão ao mar, que se realiza como habitualmente no dia 20 de agosto. Esta que é uma das principais atrações da Romaria em honra de Nossa Senhora d’Agonia, padroeira dos pescadores vianenses, pode não se realizar devido ao protesto de pescadores contra a instalação de um cabo submarino que vai ligar a rede elétrica em terra ao parque eólico a ser instalado a 20 quilómetros ao largo de Viana do Castelo. Os pescadores reclamam compensações uma vez que a colocação do cabo interfere no espaço de pesca.
Alguns armadores já estão a receber indemnizações acordadas, mas há dezenas de pequenos pescadores que dizem ter ficado de fora das negociações.

Comentários

  1. Pescadores defendei os vossos interesses.07 agosto, 2019 14:19

    Parabéns pela coragem de enfrentar os que se julgam que fazem o que querem . Quero mando e posso !

    ResponderEliminar
  2. Cheira-me a oportunismo.
    Eu queria era ver esses pescadores a entregarem na lota tudo o que pescam.
    E ainda querem compensações!!!!
    Isto é de rir, para não ter de chorar

    ResponderEliminar
  3. Curioso saber que aqueles que deviam estar a apoiar os mais fracos ficam calados . no seu canto . Vivemos numa sociedade que é uma farsa .

    ResponderEliminar
  4. Pescador Cadilha10 agosto, 2019 08:57

    A menina UnKnown nasceu num " Berço de ouro " . Devia ir uma vez de barco , trabalhar no duro para ver o que é a faina no mar.
    Depois pode falar e ensinar alguma coisa para a gente aprender.

    ResponderEliminar
  5. Cresça e apareça tem muito para aprender .11 agosto, 2019 20:52

    Apanhar noites gélidas , levar com agua do mar na cara , chegar a casa apavorada , resolver coisas que nunca passou na vida era o que a " Unknon " precisava de aprender . Está muito crua , a vida não é um mar de rosas.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Viana de Outros Tempos

Assim era a Praça da República nos anos 60 do século XX. Espólio de Severino Costa | Arquivo Municipal de Viana do Castelo

Seis pirogas encontradas no rio Lima em Viana do Castelo classificadas "tesouro nacional"

  O Governo aprovou hoje, em Conselho de Ministros, o decreto que classifica, como conjunto de interesse nacional diversos bens móveis arqueológicos náuticos e subaquáticos, sendo-lhes atribuída a designação de "tesouro nacional": as seis pirogas monóxilas provenientes de recolha arqueológica subaquática realizada no rio Lima, em Viana do Castelo; os três astrolábios provenientes de recolha arqueológica subaquática realizada em São Julião da Barra, e os dez canhões provenientes de recolha arqueológica subaquática, realizada na Ponta do Altar. As pirogas monóxilas são embarcações construídas a partir de um único tronco de árvore, neste caso de carvalho. Este conjunto apresenta um interesse arqueológico e patrimonial muito relevante enquanto testemunho notável da navegação em Portugal, e da travessia do Rio Lima em particular, desde a Idade do Ferro até à Baixa Idade Média. A dimensão do conjunto e de cada exemplar (uma delas com quase 7m de comprimento), o seu estado de conser

Bom dia, Viana do Castelo!

Começar bem a manhã, pela zona ribeirinha.

Projeto alemão de energia eólica offshore previsto para Viana “chumbado” pelo governo

A BayWa, gigante alemã das energias renováveis, tinha apresentado ao governo português um projeto de cerca de 2,5 mil milhões de euros de investimento, na instalação de um parque eólico flutuante com 30 turbinas, com uma capacidade instalada de até 600 megawatts (MW), ao largo de Viana do Castelo (na Zona Piloto onde já se encontram instaladas as três turbinas que constituem o parque eólico offshore WindFloat Atlantic). O Governo diz que o projeto só é viável noutra área marítima dedicada às renováveis, ainda por definir.

Carnaval sem desfile tradicional mas com várias iniciativas para celebrar

Em Viana do Castelo, apesar da não realização do tradicional desfile e, para manter o espírito “folião”, o Carnaval vai festejar-se durante cinco dias (17 a 21 de fevereiro) marcados por DJ’s na Praça da República, concurso de máscaras, animação, motivos alegóricos na Praça da República, entre outras iniciativas. PROGRAMA 17 DE FEVEREIRO (sexta-feira) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de comboio turístico (para crianças) > 11h00 | Dança de Hip-Hop (Ana Coelho) > 10h00 – 13h00 | Dança e construção de fitas de dança criativa 18 DE FEVEREIRO (sábado) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de comboio turístico (para crianças) > 11h00 | Aula de Dancehall (Eduarda Silva) > 17H30 | 1º Edição da Corrida de Carnaval > 16h00 – 19h00 | Animação infantil (atelier de adereços de carnaval – espadas e varinhas de condão) > 22H00 | Concurso de Máscaras > 22H00 | DJ’s na Praça da República 19 DE FEVEREIRO (domingo) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de combo