Avançar para o conteúdo principal

VIANA | As peças de teatro a não perder em outubro


Se o plano é ir ao teatro, comece a organizar a sua agenda, estas são as quatro peças que não pode perder este mês, em Viana do Castelo.

CAVALO MANCO NÃO TROTA!
5 de outubro, às 21h30 
Sala Principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo 
Duração: 80 minutos sem intervalo (aprox.)

Classificação etária: M/16

Os bilhetes têm um preço único de 5 euros

O espetáculo Cavalo Manco Não Trota, de Luis Del Val, tem encenação de Bruno Martins e interpretação de Luís Vicente. 
Um homem que está a ser julgado em tribunal. No momento em que o juiz pergunta se o réu se considera culpado ou inocente, Miguel Torres é remetido, num ápice, para um turbilhão de memórias que começam na infância, precisamente aos oito anos, quando pela primeira vez lhe foi feita a mesma pergunta, e terminam no momento e na circunstância em que agora se encontra, volvidos quase 40 anos. 

ELISA E MARCELA!
12 de outubro, às 21h30 
Sala Principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo 
Duração: 80 minutos sem intervalo (aprox.)

Classificação etária: M/16

Os bilhetes têm um preço único de 5 euros

O espetáculo Elisa e Marcela, da companhia galega A Panadaría, tem interpretação de Areta Bolado, Noelia Castro e Ailén Kendelman. 
Ano 1901 - Corunha. Duas mulheres casam na Igreja de San Xurxo, uma delas vestida de homem. Uma história de perseguições policiais, fugas em diligência, mudanças de identidade e informações manipuladas. As atrizes de A Panadaría apresentam uma reconstrução irreverente dum caso real. Uma comédia musical onde o verídico parece inventado. Elisa e Marcela é uma história de amor em contratempo. 

BOJADOR! 
12, 19 e 26 de outubro, às 17h00 
Café Concerto do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo 
Duração: 40 minutos sem intervalo 
Classificação etária: M/6
O preço dos bilhetes varia entre 4 e 10 euros

O espetáculo Bojador, a partir de Sophia de Mello Breyner Andresen, com dramaturgia e encenação de Ana Perfeito é interpretado por Mané Carvalho e Pedro Roquette. 
Em 1961, uma Mãe, escritora, e um dos seus cinco filhos, embarcam numa aventura de Descobertas. A partir de uma peça de Teatro que ela começou a escrever, que retrata o ano de 1434 e a passagem do Cabo Bojador (para muitos impossível), surge um conjunto de desafios, num palco improvisado: uma sala com uma janela virada para o Mundo. Descobrir este Mundo requer apenas ir além do medo e, em conjunto, tentar sempre chegar mais longe!…

TER RAZÃO!
24 de outubro, às 21h30 
Sala Principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo 
Duração: 60 minutos sem intervalo (aprox.)

Classificação etária: M/12
Os bilhetes têm um preço único de 5 euros

O espetáculo Ter Razão, com texto e encenação de Ricardo Alves, tem interpretação de Emília Silvestre, Jorge Pinto, Ivo Bastos e Teresa Arcanjo. 
Ter razão. Gostar de ter razão. Não conseguir deixar de ter razão. Gostar de sofrer para ficar com a razão. Esticar o momento em que se tem razão para lá do razoável. A senhora estava nitidamente com dificuldades de estacionar. O camião atrás dela não conseguia passar. Já o carro que vinha de frente até passava, mas não passou, o diligente condutor parou. Pelas suas contas era a centésima vez que tinha razão naquele ano. E ainda o ano ia no início de abril, a continuar assim ainda batia o recorde de 2003, ano memorável em que tinha tido razão 489 vezes. Saiu do carro e começou a apregoar que tinha razão. Os carros bloqueados começaram a buzinar. O jovem dono do carro velho que seguia atrás do senhor que tinha razão, saiu do carro cheio de razão. Há a exposições das razões de ambos e de todos. É importante ter razão! É?...

MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS

Mordoma do cartaz da Romaria d’Agonia 2024 escolhida por concurso

Pela primeira vez na história da Romaria d’Agonia a mordoma do cartaz que leva a maior festa popular portuguesa a todo o mundo será selecionada por um júri entre 20 finalistas, todas elas escolhidas entre as concorrentes, abrindo assim espaço para mulheres com idades entre os 18 e os 35 anos participarem. “Qualquer mulher que sinta a nossa Romaria pode concorrer e pode aspirar a ser a mordoma da festa. É uma inovação que introduzimos este ano, pensando em todas as jovens mulheres que alimentam este sonho”, explicou Manuel Vitorino, presidente da VianaFestas, a entidade organizadora das festas da cidade. O novo regulamento para escolha do cartaz da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia vai ser implementado este ano e substitui o modelo anterior, de concurso promovido, que estava em vigor desde 2011, e que implicava escolher o conjunto do autor, do cartaz e da mordoma. No formato para a definição do cartaz da Romaria a estrear este ano, o mesmo passa a contemplar três fases, com qualquer mul

Sabe o que vai acontecer de 4 a 14 de julho?

Os jardins Público e da Marina vão encher-se de atividades com o “MARGINAL - festa no jardim”. Esta 3ª edição inclui concertos, espetáculos de dança, teatro, showcookings, venda de produtos diversos e propostas gastronómicas, Praça Kids, o Viana Beer Fest – Festival de cerveja artesanal (4 a 7 de julho), entre muito mais, sempre de acesso livre.  E porque já estamos em contagem decrescente para a Festa no Jardim, vamos recordar o programa da Festa?

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

“Marginal - Festa no Jardim” arranca a 14 de julho com experiências para toda a família

De 14 a 24 de julho, vai realizar-se no Jardim Público e no Jardim da Marina um evento cheio de experiências diurnas e noturnas para toda a família. Concertos, dança, jogos, showcookings, ateliers, conversas… vão animar a marginal de Viana do Castelo durante 11 dias. Clique na imagem e conheça a programação completa.

O crochet está de volta às ruas de Vila Nova de Cerveira

A 6ª edição do “O Crochet sai à Rua… em Cerveira” volta a espalhar pelo centro histórico desta vila minhota a arte do crochet, recriando o património mais emblemático de cada freguesia, algumas tradições e ainda muitos outros apontamentos criativos em crochet. Para ver até ao final de setembro de 2023.