Avançar para o conteúdo principal

Viana do Castelo é cidade há 172 anos


A 20 de janeiro de 1848 a vila de Viana do Minho era elevada a cidade com o nome de Viana do Castelo. Foi há 172 anos por carta régia de D. Maria II.
A data vai ser assinalada com uma sessão solene que decorrerá hoje, dia 20 de Janeiro, às 18 horas, no Teatro Municipal Sá de Miranda.
Nas comemorações do 172.º aniversário da elevação de Viana do Castelo a cidade vão ser atribuídos 24 títulos honoríficos a personalidades e instituições que marcaram a vida da cidade e do concelho.

Transcrição da carta Régia de elevação de Viana a cidade, outorgada em 20 de janeiro de 1848 (clique AQUI para ver a Carta Régia).
“Attendendo a que a Villa de Vianna do Minho possue os elementos e recursos necessarios para bem sustentar a cathegoria de cidade, derivados da sua extensão e vantajosa posição topographica, da sua riqueza e importância comercial, e da qualidade dos edifícios de que é composta; e tomando igualmente em consideração os impor­tantes serviços prestados ao Estado pelos seus habitantes, e os sen­timentos de lealdade e constante adhesão ao Trono e à Carta Constitucional da Monarchia, que eles em differentes epochas têm manifestado por actos de acrisolada devoção cívica e heroicos feitos de valor. Por estes respeitos, e Deferindo à supplica da Câmara Municipal da mencionada Villa, em vista da informação do Governo Civil de Vianna, e da resposta fiscal do Procurador Geral da Corôa, com a qual Me conformo: Hei por bem e Me Praz, que a Villa de Vianna do Minho fique erecta em cidade, com a denominação de Cidade de Vianna do Castello, e que n’esta qualidade goze de todas as prerogativas que direitamente lhe pertencerem. E Mando que pela Secretaria d’Estado dos Negócios do Reino se passe Carta à Câmara Municipal d’aquelle Concelho em dois differentes exem­plares, um d’eles para seu Titulo e outro para se remetter ao Real Archivo da Torre do Tombo. O Ministro e Secretário d’Estado dos Negócios do Reino assim o tenha entendido e faça executar. Paço das Necessidades em vinte de Janeiro de mil oitocentos quarenta e oito = Rainha = Bernardo Gorjão Henriques".

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

É o fim do Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Hoje, 01 JUL 2022, desaparece definitivamente do Centro Histórico da cidade de Viana do Castelo.

Ponte Eiffel, em Viana, faz 141 anos

Feita em ferro e desenhada no gabinete de Gustave Eiffel, a ponte que liga as duas margens do Lima, entre a cidade de Viana do Castelo e a vila de Darque, foi inaugurada a 30 de junho de 1878, tendo sido construída para substituir a antiga e precária ponte de madeira. A ponte Eiffel de Viana do Castelo foi a primeira ponte rodoferroviária (de dois tabuleiros sobrepostos) construída em Portugal, tem 645 metros de comprimento e dois tabuleiros metálicos, sendo o superior rodoviário, para trânsito automóvel e pedestre, e o inferior ferroviário. (clique na imagem para ver em modo de ecrã inteiro) A Ponte Eiffel de Viana do Castelo (1930/1940)

O Desfile da Mordomia na Romaria d’Agonia

O Desfile da Mordomia é um dos momentos de maior destaque naquela que é considerada a Rainha das Romarias de Portugal. Depois de dois anos de ausência daquele número devido à pandemia, na Romaria d’Agonia 2022 é esperado um recorde de participações. Cerca de 800 mordomas (número máximo aceite pela organização) irão estar no desfile que vai decorrer no dia 18 de agosto. Em 2019 participaram no desfile 619 mordomas. O Desfile da Mordomia é considerado a maior montra de trajes e ouro ao ar livre do país. No deste ano, estima-se que o valor total do ouro que as 800 mordomas vão usar (2,5 quilogramas, em média, cada uma), calculado com base no preço atual, atinja os 94 milhões de euros.

Viana do Castelo com e sem o Edifício Jardim (Prédio Coutinho)

Estas duas imagens não foram manipuladas, são mesmo reais. Já se percebe a mudança na paisagem. Saiu de cena o edifício de 13 andares.