Avançar para o conteúdo principal

Neste dia...

Neste dia, em 2004, os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), recebiam o “Óscar” da construção naval europeia. Este importante prémio foi atribuído pela Royal Institution of Naval Architects, do Reino Unido, distinguindo o trabalho realizado na construção, no ano de 2003, do navio Lobo Marinho, que assegura as ligações entre as ilhas da Madeira e do Porto Santo.
O Lobo Marinho fez a sua viagem inaugural a 4 de Junho de 2003. É um navio com 112m de comprimento, e capacidade para transportar 1.153 passageiros e 145 viaturas.

Os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) foram extintos em março de 2018.

Esta fotografia de janeiro de 2018, mostra o navio Lobo Marinho em manutenção nos estaleiros vianenses da WestSea.


Comentários

  1. Vamos avivar a memória e conhecer melhor quem escolhemos para presidir a nossa Câmara.

    https://www.noticiasaominuto.com/pais/156742/autarca-de-viana-deposita-coroa-de-flores-em-cerimonia-de-subconcessao

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

O Desfile da Mordomia na Romaria d’Agonia

O Desfile da Mordomia é um dos momentos de maior destaque naquela que é considerada a Rainha das Romarias de Portugal. Depois de dois anos de ausência daquele número devido à pandemia, na Romaria d’Agonia 2022 é esperado um recorde de participações. Cerca de 800 mordomas (número máximo aceite pela organização) irão estar no desfile que vai decorrer no dia 18 de agosto. Em 2019 participaram no desfile 619 mordomas. O Desfile da Mordomia é considerado a maior montra de trajes e ouro ao ar livre do país. No deste ano, estima-se que o valor total do ouro que as 800 mordomas vão usar (2,5 quilogramas, em média, cada uma), calculado com base no preço atual, atinja os 94 milhões de euros.

Os rostos, os trajes e o ouro das Mordomas da Romaria D’Agonia

Começou hoje a Romaria da Senhora da Agonia com o tradicional desfile da Mordomia. Centenas de Mordomas percorreram as ruas da cidade envergando os trajes à Vianesa que tão bem identificam Viana do Castelo. Espalharam pela cidade muita beleza, muitos sorrisos, o colorido dos seus trajes e o brilho do ouro, perante milhares de vianenses e visitantes.

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Beleza, cor e ouro no Desfile da Mordomia

Amanhã, sexta-feira (16), primeiro dia da Romaria de Nossa Senhora d'Agonia, em Viana do Castelo, mais de 600 mulheres vão desfilar pelas ruas da cidade com os seus trajes e a sua “chieira”, envolta em peças únicas de ouro tradicional. E assim, Viana do Castelo torna-se na maior montra de ouro e palco de tradições. O Desfile da Mordomia é um momento de grande destaque naquela que é considerada a Rainha das Romarias de Portugal. Percurso do Desfile da Mordomia:  Jardins do Antigo Governo Civil, Rua de Aveiro, Rua Nova de Santana, Passeio das Mordomas da Romaria, Avenida Conde da Carreira, Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, Alameda João Alves Cerqueira, Largo Vasco da Gama, Largo Amadeu Costa, Rua da Altamira e Largo de S. Domingos.

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.