Avançar para o conteúdo principal

Câmara de Viana vai acionar garantia de obra para reparar troço de ecovia danificado

Três dias após o blogue Olhar Viana do Castelo ter alertado para o facto de uma parte do troço da Ecovia Litoral Norte, entre Carreço e Afife, no concelho de Viana do Castelo, se encontrar com o piso em muito mau estado, a Câmara de Viana, segundo informou hoje o vereador do Ambiente, Ricardo Carvalhido, solicitou a intervenção da sociedade Polis Litoral Norte, dona da obra, para ativação do contrato de garantia, de forma a ser recuperado o troço do percurso danificado.

O responsável camarário, além da "pluviosidade anormalmente elevada" registada este ano, apontou ainda "as condições geológicas" do local para justificar o mau estado do pavimento daquele troço do corredor ecológico entre Carreço e Afife, com uma extensão de 1,5 quilómetros e que representou um investimento global de 257.187 euros.

“Temos de manter a vigilância e atuar sempre que necessário, e para isso são importantes os olhos de quem passa e o consequente exercício de cidadania” disse ainda Ricardo Carvalhido.


Comentários

  1. Pluviosidade anormalmente elevada? Caríssimos: a probabilidade de voltar a chover o que choveu ou ainda mais nos próximos 5 anos é alta. Já nem digo 2 que foi o que esta vergonha aguentou!
    Qualquer engenheiro minimamente competente deveria ter pedido um estudo geológico-geotécnico. Com essa informação, dimensiona as camadas da estrutura do pavimento e os orgãos de drenagem necessários.
    O problema é simples e está mais do que estudado: Políticos a mais e gente competente a menos.

    ResponderEliminar
  2. Pelas informações que correm , mais um ajuste direto.
    Os intervenientes nas obras deviam ser responsabilizados porque trata - se de dinheiro mal aplicado sem qualquer garantia .

    ResponderEliminar
  3. Ainda assistimos a estas misérias de não conseguirmos fazer um caminheco que aguente uma "pluviosidade anormalmente elevada"... Caso não saibam, já há povos que levam sondas a Marte.

    ResponderEliminar
  4. Se os nossos antepassados viessem a este mundo até se riam de tanto iluminado que há por cá.
    Tanta técnica e estudo e não compreendem que certas matérias não se podem coadunar com o momento actual. O sucesso das obras ( caminhos ) resultam do acumular de conhecimentos dos nossos antepassados ao longo de épocas .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quais técnicas e qual sucesso? Este que aqui vê? Tem a certeza que é só café que bebe ao pequeno almoço?

      Eliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Corte de árvore no Jardim Público

Talvez por se encontrar com problemas, e no sentido de garantir maior segurança aos utentes do Jardim Público Marginal da cidade de Viana do Castelo, está a ser cortada uma árvore de grande porte. Neste que é o espaço verde mais antigo da cidade, datado de 1881, existem mais de 150 árvores, na sua maioria tílias.

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Quem vai ao mar avia-se em terra

Tripulação do “Santa Luzia no Monte” no porto de pesca de Viana do Castelo, a preparar os covos para uma próxima saída para a faina. 

Estacionamento selvagem e a indiferença das autoridades em Viana

Esta situação (15 set 2022) acontece no espaço relvado que rodeia o tanque comunitário na zona da Ribeira de Viana do Castelo. Apesar deste espaço estar vedado com pilaretes de madeira (bastou derrubar 1 ou dois), é usado por cada vez mais pessoas, que impunemente cometem estes abusos com as suas viaturas. De salientar que a cerca de 50 metros deste local existe espaço para estacionamento gratuito para dezenas de viaturas.